publicidade

'Pupilo' de Beckham, Juninho volta ao São Paulo disposto a se firmar

Após duas temporadas de sucesso e aprendizado com o craque inglês no Los Angeles Galaxy, volante retorna ao clube que o revelou de contrato novo

Ele foi revelado no CT de Cotia, mas teve apenas uma chance na equipe profissional do São Paulo. Acabou emprestado. Primeiro para o Toledo, em 2009, quando o Tricolor fez uma parceria com o time paranaense. Depois, para o Los Angeles Galaxy, onde teve a oportunidade de atuar ao lado do inglês David Beckham. Elogiado nos Estados Unidos, chamou a atenção da diretoria são-paulina e, com o contrato prester a expirar, prorrogou o vínculo por mais três temporadas. Em 2012, o volante Juninho, 22 anos, finalmente terá uma chance de mostrar seu valor no Morumbi. Empolgado, ele se apresenta à torcida são-paulina.

- Cresci nas categorias de base do São Paulo. Tive uma pequena passagem pela equipe profissional e logo fui para o exterior. Fiquei dois anos nos Estados Unidos. Fui campeão na última temporada e um dos melhores jogadores junto com o Beckham. Poucos me conhecem, mas tenho de procurar o meu espaço. Sou um segundo volante, atuo saindo para o jogo e dando suporte para os jogadores da frente. Também faço bastantes gols de fora da área.

Titular em 33 partidas do Galaxy na última temporada e autor de quatro gols, Juninho evoluiu muito ao lado das estrelas de Los Angeles, casos do americano Landon Donovan e do irlandês Robbie Keane. Mas quem o ajudou mesmo foi o astro Beckham.
- Joguei com ele no meio de campo e deu para aprender alguma coisa. Beckham me ensinou a chutar de fora da área e a bater falta. Toda vez que ele não estava em campo e tinha uma falta ou escanteio, eu era o responsável. Ele também sempre me chamava para conversar e explicar alguma coisa, e brincava dizendo que toda vez que a bola pintava na entrada da área e eu estava com ela, podia correr para o abraço.

O bom desempenho em 2011 fez com que Juninho recebesse sondagens de clubes do México e do Brasil, mas a vontade de atuar no clube que o formou foi determinante na hora de optar pela permanência no Morumbi.

- Tinha contrato até maio de 2012. Com a boa temporada que fiz, o São Paulo me procurou antes de acabar o campeonato. Recebi uma boa proposta e, mesmo tendo sido sondado por outros clubes, resolvi renovar com o São Paulo.


Amizade com Beckham foi fundamental na evolução de Juninho como jogador (Foto: Getty Images)

Outro fator fundamental na hora de renovar contrato foi a confiança da diretoria e do técnico Emerson Leão. O treinador ainda não conversou com Juninho, mas pediu sua reintegração.

- O presidente Juvenal Juvêncio quer que ele se reapresente e o Leão já solicitou que ele fique no grupo - disse Fábio Mello, ex-meia do São Paulo e empresário de Juninho.

Apesar da confiança do treinador e dos dirigentes, Juninho sabe que precisará trabalhar muito para conseguir uma vaga no time. São sete concorrentes (Carlinhos Paraíba, Denilson, Jean, Casemiro, Wellington, Rodrigo Caio e Zé Vitor), sem falar no volante Fabrício, que deve ser oficializado nesta quarta-feira como reforço para 2012. Mesmo assim, ele mostra confiança.

- Será difícil, o São Paulo tem grandes jogadores que já ganharam muita coisa. Muitos sabem do valor que é jogar aqui. Mas, mesmo sabendo que a concorrência será grande, sei das minhas qualidades e potencial.

VEJA TAMBÉM
- NOVO TITULAR? São Paulo encaminha contratação de lateral titular para Zubeldía
- TOMOU DECISÃO: Zubeldía comunica ao São Paulo sobre negociação com Seleção Equatoriana
- Zubeldía esclarece sobre proposta do Equador e opinião sobre James Rodríguez


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 32 14

Comentários (42)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.