publicidade

Miranda contesta chiadeira de presidente são-paulino: 'Não tem de criticar'

Zagueiro afirma que Juvenal Juvêncio não tem motivos para reclamar da postura da equipe depois de vitória fora de casa, pela Libertadores

Após a vitória são-paulina por 2 a 1 sobre o Rio Branco, na tarde deste domingo, os atletas tricolores se dividiram na hora de comentar sobre as críticas do presidente Juvenal Juvêncio, que reclamou sobre a postura da equipe em algumas partidas. A declaração do mandatário tricolor aconteceu logo depois de a equipe ter vencido no Nacional (PAR) por 2 a 0, na última quinta-feira, em Assunção, pela Taça Libertadores. E Miranda não gostou de saber das opiniões do seu chefe.

- A partir do momento em que surge a vitória, o presidente não tem de criticar. Tivemos boas partidas nas quais perdemos. Em se tratando de Libertadores, o que interessa é o resultado final - disse o zagueiro tricolor, logo após o triunfo sobre o time de Americana, pelo Paulistão, à rádio Eldorado.

Autor do primeiro gol do São Paulo neste domingo, Jorge Wagner preferiu ser mais contido nas palavras e não bater de frente com o presidente.

- Ele é o presidente e tem o direto de cobrar dos jogadores e da comissão técnica, e nós vamos acatar. Se ele deu essa declaração, temos de melhorar e nos empenhar mais em campo, pois ele é um cara que tem visão e vive a Libertadores conosco. Só com o que estamos apresentando, é difícil conquistar a Libertadores e o Paulista. Serve de alerta e vamos procurar melhorar nos treinamentos - afirmou o camisa 7.

Ricardo Gomes também preferiu não ir contra Juvêncio. O treinador encerrou o assunto afirmando que ele e o presidente têm o direito de criticar a equipe, e os jogadores não devem se manifestar.

- O presidente tem o direito de falar e eu também, e jogadores não têm de dar opinião. Temos esse poder e acabou. No jogo com o Nacional, eles fizeram opção pelo jogo mais defensivo e foi completamente diferente do que estamos acostumados a ver. Mas a crítica, ainda mais quando não é interna, é sempre bem-vinda - finalizou Gomes.

Com 27 pontos e na terceira posição do Paulistão, o São Paulo volta a jogar pela competição somente no próximo domingo, contra o Mogi Mirim, no Morumbi. Antes disso, a equipe recebe o Nacional (PAR), também em casa.

VEJA TAMBÉM
- CHAPÉU NO RIVAL? São Paulo negocia com craque do futebol europeu que está na mira do Flamengo
- A CAMINHO DO RIVAL! Com a autorização do presidente, Santos aprova contratação de ex-São Paulo
- NOVA CHANCE! São Paulo reconsidera volante descartado por Zubeldía e pode receber nova chance


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 9 19

Comentários (112)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.