publicidade

São Paulo volta para casa com vitória: 2 a 1 no Rio Branco

De volta ao seu estádio após 24 dias sem pisar no gramado do Morumbi - o último jogo foi contra o Barueri, dia 18 de fevereiro -, o São Paulo precisava de uma vitória simples contra o Rio Branco para terminar a rodada garantido no grupo dos melhores classificados do Campeonato Paulista. E conseguiu, no sufoco, com gols de Jorge Wagner e André Luis: 2 a 1.

A vitória levou o Tricolor aos 27 pontos na tabela e devolveu o time à terceira colocação, perdida temporariamente para o Botafogo no sábado. O Rio Branco, por sua vez, manteve-se estacionado na 18ª posição, à frente apenas de Paulista e Sertãozinho, até o momento os piores times da competição.

Garantido no G-4, independentemente do resultado do Corinthians contra o Santo André, o São Paulo dá um tempo no Campeonato Paulista e volta suas atenções para a Libertadores da América, onde, na quinta-feira, terá pela frente o Nacional paraguaio, no Morumbi. Pelo estadual, o próximo compromisso será contra o Mogi Mirim, domingo, novamente em sua casa. O Rio Branco descansa durante a semana e no sábado vai a Rio Claro enfrentar os donos da casa.

O jogo: Ameaçado pelo rebaixamento, o Rio Branco começou o jogo surpreendendo com forte marcação e ousadia no ataque, aproveitando que o São Paulo não conseguia se encontrar em campo. Mas a empolgação dos visitantes durou pouco tempo. Doze minutos, para ser exato.

Nesse momento, Jorge Wagner arriscou chute de fora da área. A bola bateu em Léo Lima, que teve tempo de dominar e tocar de calcanhar para o próprio Jorge Wagner chegar batendo e marcar um bonito gol: 1 a 0 Tricolor.

Desde momento em diante, o que se viu foi um time atacando e outro se defendendo. A ousadia inicial do Rio Branco deu lugar somente a uma postura defensiva e o time de Americana conseguiu descer para os vestiários feliz com a derrota por apenas 1 a 0, graças ao goleiro Cristiano, que fez lindas defesas em chutes de Carleto, evitando o segundo gol.

No segundo tempo, o São Paulo voltou sufocando o adversário e só parou quando os refletores piscaram e interromperam a partida por cerca de cinco minutos. Com a luz restabelecida, o futebol também voltou e Cléber Santana, em jogada individual, por pouco não fez um golaço, parando nas mãos do bom goleiro do Rio Branco.

No único lance em que investiu no ataque, o time de Americana teve a chance do empate, mas Rogério Ceni saiu bem do gol e evitou o gol de Romarinho, que não justificou ter sido batizado em homenagem a um dos maiores atacantes da história do futebol.

Quem também teve a chance de balançar as redes foi Léo Lima, que fez linda jogada individual pela esquerda e chutou colocado, consciente, no ângulo, mas viu o goleiro Cristiano, melhor jogador em campo, se esticar todo e evitar o segundo.

Quando a vitória parecia assegurada, Ricardinho, que acabara de entrar, descolou cruzamento na área e encontrou Márcio Carioca, que cabeceou em cima de Rogério Ceni, que não conseguiu segurar: 1 a 1 e vaias para o Tricolor.

A ducha de água fria só não foi pior porque André Luis, nos acréscimos, subiu mais do que a defesa do Rio Branco após escanteio batido por Hernanes, garantiu a vitória suada e a permanência do Tricolor no G-4 do Paulistão: 2 a 1, para alívio da massa são-paulina.

VEJA TAMBÉM
- CHAPÉU NO RIVAL? São Paulo negocia com craque do futebol europeu que está na mira do Flamengo
- A CAMINHO DO RIVAL! Com a autorização do presidente, Santos aprova contratação de ex-São Paulo
- NOVA CHANCE! São Paulo reconsidera volante descartado por Zubeldía e pode receber nova chance


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 13 6

Comentários (13)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.