publicidade

Ricardo Gomes critica chances perdidas

Para treinador, time teve chance de matar o jogo duas vezes

Com certa dificuldade, o São Paulo venceu o Nacional (PAR) por 2 a 0 nesta quinta-feira, no Defensores del Chaco, em Assunção, capital paraguaia.

O desempenho do time não agradou o técnico Ricardo Gomes, que criticou o número de chances perdidas pelo ataque tricolor.

- Ficamos com a posse de bola o tempo todo, mas perdemos muitas chances. Tivémos duas oportunidades de matar o jogo e desperdiçamos. Aí depois eles cresceram na partida. O Hernanes e o Cléber Santana estavam encontrando espaço nas costas dos volantes rivais o tempo todo, e criaram várias chances perigosas. Mais temos que melhorar, isso é evidente - observou o comandante.

E o treinador já tem a receita para o time embalar na Liberta: vencer o próximo jogo, contra o mesmo Nacional (PAR) no Morumbi, na próxima quinta-feira.

- Temos que vencer o próximo jogo. Esse é o primeiro passo. Duas vitórias sobre três jogos para chegarmos bem na segunda fase - explicou.

Para a partida, Gomes deve ter a disposição todo o elenco, e poderá escalar força máxima no duelo contra o time paraguaio. No jogo desta quinta, ele colocou Cléber Santana e Fernandinho apenas no segundo tempo, além de substituir o cansado Cicinho por Rodrigo Souto.

- Eu espero o Rodrigo (Souto) melhor, o Fernandinho melhor e o Cléber Santana também em boas condições para o jogo do Morumbi - finalizou.

VEJA TAMBÉM
- CHAPÉU NO RIVAL? São Paulo negocia com craque do futebol europeu que está na mira do Flamengo
- A CAMINHO DO RIVAL! Com a autorização do presidente, Santos aprova contratação de ex-São Paulo
- NOVA CHANCE! São Paulo reconsidera volante descartado por Zubeldía e pode receber nova chance


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 12 5

Comentários (24)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.