publicidade

Futuro do Tricolor garantido

Baresi enaltece elenco e projeta que campeões da Copinha subam de categoria nos próximos dois anos

Sérgio Baresi, técnico do São Paulo, campeão invicto da Copa São Paulo de Juniores no início deste ano, analisou a badalação das últimas semanas como um “momento único”, em que é preciso valorizar a conquista de um difícil e concorrido título. Porém, já projeta a volta aos treinos na próxima semana, não deixando a equipe perder o ritmo e o entrosamento. Ex-jogador e atualmente técnico, Baresi contou quais as maiores dificuldades que encontrou no comando do time e anima o torcedor são-paulino, apontando um futuro próspero para o time principal.

Baresi revelou que a maior dificuldade de lidar com jovens talentos são os fatores extra campo. “Controlar fatores externos, que são muitos, é difícil. A vaidade é um deles, por exemplo. Ninguém pode achar que é mais que o outro, temos que prestar atenção. O assédio da imprensa, do público, dos empresários e das mulheres também pode interferir na cabeça deles, são meninos. Eles têm 17, 18 anos, temos que trabalhar bem isso”, comentou.

O comandante tricolor arrisca dizer que a safra de jogadores deste time é a melhor dos últimos anos, tendo em vista que a média de idade é baixa e os jogadores poderão adquirir mais experiência antes de serem colocados em times profissionais. “É uma das melhores safras, pois são atletas que tem mais duas ou três Copinhas pela frente. Eles darão muito pano para manga. É um trabalho bem feito, são bons de bola”.

Com a possibilidade de perder alguns atletas para o time principal, Baresi acredita que a maioria dos jogadores subirão de categoria apenas no final de 2011 ou começo de 2012, permanecendo no Centro de Treinamento de Cotia para amadurecimento e experiência.

Dois dos destaque do time campeão, o goleiro Richard e o zagueiro Bruno Uvini, este último o capitão da equipe, foram elogiados pelo treinador, que vê um futuro promissor para ambos. O arqueiro tricolor defendeu três pênaltis na final, contra o Santos, e tem seu nome colocado entre os futuros herdeiros da camisa 1, que hoje pertence ao ídolo da torcida, Rogério Ceni. “O Richard é um atleta fora de série, se aplica em todo momento no treinamento. A expectativa de crescimento dele é grande, ele tem um grande ícone que é o Rogério”, comentou Baresi.

Para Bruno também não faltaram elogios. Mesmo com 18 anos apenas, a personalidade do jogador é destacada no grupo. “O Bruno tem uma liderança muito natural sob o grupo, e isso me ajuda muito, escutam muito ele. Temos que apostar nesses atletas, mas não nesse momento. Esses garotos ainda têm muito o que trabalhar e evoluir, sabemos disso”, disse o comandante, mostrando que mantêm os pés no chão.

VEJA TAMBÉM
- VAI PRO RIVAL? Chegada de James Rodríguez a um rival após rescisão com São Paulo tem aprovação da torcida
- A CAMINHO DO RIVAL? São Paulo e Corinthians buscando a contratação de meia do Santos
- EMPATE FORA DE CASA! São Paulo não mantém sequência de vitórias e tem prejuízos na sequência do Brasileirão


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 15 7

Comentários (8)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.