publicidade

São paulo tem queda brusca e postura injustificável contra times mais fracos

O São Paulo teve uma noite irreconhecível no último sábado, em São Januário. Pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, perdeu por 4 a 1 para o Vasco, que estava na zona de rebaixamento, e mostrou, mais uma vez, uma postura completamente diferente da que havia levado o Tricolor a 13 partidas de invencibilidade.

Em outro duelo contra uma equipe da parte de baixo da tabela de classificação do Brasileirão, depois da derrota por 1 a 0 para o Cuiabá, no Morumbis, o São Paulo mostrou muito menos qualidade e empenho do que já teve nesta temporada. A falta de combatividade diante do Vasco, assim como já havia sido na quarta-feira, chamou atenção.

O São Paulo, que antes não perdia havia 13 jogos, já está há quatro sem vencer. Empatou em 0 a 0 com o Internacional e em 2 a 2 com o Corinthians e perdeu por 1 a 0 para o Cuiabá e por 4 a 1 para o Vasco. Nas últimas três partidas, o mesmo ponto de desequilíbrio foi crucial para os resultados ruins: a impressão de que poderia vencer a qualquer momento, com pouco custo. No clássico contra o Corinthians, o São Paulo abriu o placar, levou o empate, voltou a ficar à frente e levou outro empate. No segundo tempo, não soube aproveitar a vantagem de ter um jogador a mais.

Depois, contra o Cuiabá, no Morumbis, o técnico Luis Zubeldía se mostrou incomodado, na entrevista coletiva, com tudo o que o São Paulo tinha feito em campo.

Em São Januário, o nível do time foi ainda mais baixo. O São Paulo abriu o placar e parecia dominar a partida. Tinha espaço, não corria riscos e dava sinais de que teria tranquilidade. Parece, porém, que os jogadores acreditaram muito nisso. Luis Zubeldía levou o São Paulo a campo num 4-1-3-2. Com apenas Luiz Gustavo como opção para atuar como volante, já que Alisson, além dos demais desfalques de Pablo Maia e Bobadilla, estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O treinador optou por ser mais ousado. Parecia que daria certo, mas durou pouco.

As substituições de Luis Zubeldía, no intervalo, não surtiram efeito. Welington entrou no lugar de Patryck para melhorar a marcação pelo lado esquerdo, mas não fez quase nada diferente do garoto. Wellington Rato, pela direita, não deu um trabalho sequer para o Vasco. O São Paulo alcançou a marca de 13 partidas seguidas sem perder e chegou a brigar pela ponta do Campeonato Brasileiro. Hoje, com a injustificável postura nas últimas rodadas, já está em oitavo lugar. Longe do objetivo de, quem sabe, brigar pelo título. Com o futebol praticado, porém, vai ser difícil.


VEJA TAMBÉM
- Marcos Antônio acerta com o São Paulo e almeja Seleção Brasileira
- CHAPÉU NO RIVAL? São Paulo negocia com craque do futebol europeu que está na mira do Flamengo
- A CAMINHO DO RIVAL! Com a autorização do presidente, Santos aprova contratação de ex-São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 7 0

Comentários (5)
23/06/2024 08:14:53 Alexandre silva

eu acho que os jogadores estão querendo derrubar o treinador está acontecendo alguma coisa nos treinamentos a torcida organizada tem cobra comprometimento do elenco

23/06/2024 08:00:19 Rui Araújo

começou as derrotas acabou as vitórias a ilusão com essa treinador de merda acabou.

23/06/2024 06:54:56 Bruno_oliveira_tricolor

Rogério era criticado por escalas Gallopo de atacante, mas na posição de origem dele que é meio campo está irreconhecível, Patrick sem Condições, Igor Vinicius inexistiu, Rato, Michel Araújo nem tem argumentos pra definir, Jandrei é limitado, não tem condições desse cara ser reserva chama gol. O Menos pior ontem foi o Luiz Gustavo que sobrecarregado tentou algo, Lucas sumido, Calleri mal pegou na bola.
O que o Luiz Gustavo falou na entrevista está certíssimo, falta humildade e arrastar da bunda no chão pra querer ganhar, o time faz um gol e simplesmente senta no resultado como se já estivesse resolvido, foi assim contra Vitória, Cruzeiro, Coringa e ontem. Falta vontade de querer ganhar. Ontem depois do gol, o time do Vasco totalmente aberto perdido em campo e o São Paulo recuando tocando passe entre zagueiros. Ou o Time melhora pra ontem ou a briga vai ser lá embaixo, Libertadores não passa do Nacional e a Copa do Brasil vai até a próxima fase e olhe lá.

23/06/2024 05:54:13 Joao Filho Campos

esse rato e esse Michel Araújo tão uma bosta e o cara fica insistindo

23/06/2024 04:53:06 wil de

time fraco kkk, fraco é nós que perdemos pra eles.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.