publicidade

São Paulo envia carta de protesto contra arbitragem

Tricolor não gostou da escolha de Sálvio Spínola para o Choque-Rei

As reclamações do São Paulo em relação à arbitragem do clássico contra o Palmeiras não ficaram apenas nas declarações à imprensa. Nesta sexta-feira, a diretoria tricolor enviou uma carta de protesto para a Comissão de Arbitragem da CBF. Assinado pelo vice-presidente de futebol Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, o documento repudia a escolha do árbitro Sálvio Spínola para o jogo de domingo, às 16h, no Palestra Itália.

A nota ressalta o fato de o São Paulo já ter enfrentado problemas em jogos comandados por Sálvio, além de mostrar preocupação com o ambiente da partida.

Confira abaixo a íntegra da carta enviada pela diretoria são-paulina:

“Ilmo. Sr.
SERGIO CORRÊA DA SILVA
Dd. Presidente da Comissão de Arbitragem da
Confederação Brasileira de Futebol


Prezado senhor

Inconformado com a absurda e incompreensível indicação do árbitro Sálvio Spínola para a direção de tão importante jogo como o que disputaremos no próximo domingo (19/10/08) com a Sociedade Esportiva Palmeiras, em seu estádio Palestra Itália, o SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE vem manifestar sua justa preocupação com os critérios que orientaram tal escolha, temeroso de que possa, novamente, lhe trazer problemas e prejuízos injustificados.

São conhecidas as dificuldades que enfrentaremos no referido clássico, seja pela rivalidade existente entre os clubes, pelas repetidas hostilidades de que somos vítimas e, principalmente, pela reconhecida qualidade de nosso adversário, motivado, assim como nós, pelo ânimo de conquistar o Campeonato Brasileiro.

É, enfim, uma grande e difícil disputa, que não deveria ser influenciada por uma arbitragem discutível e que, por todas as razões deveria ser evitada.

É evidente que, ainda que seja impecável, o que é difícil que ocorra, dela resultarão reações de um e outro lado, conforme o resultado da partida, a manchar todo o esforço que ambas as equipes farão em seu prol.

Mais, o ambiente que previamente se formou é de todo desaconselhável para a boa realização da disputa, em todos os sentidos, acrescentando ingredientes inadequados para um clássico por si só efervescente e intenso.

A decisão de indicar o referido árbitro é de todo equivocada e insensata. Qualquer um poderia dirigir o jogo, menos ele, o raciocínio é elementar.

Para bem ilustrar tudo o que afirmamos, anexamos o ofício que enviamos ao digno Presidente da Comissão Estadual de Arbitragem em janeiro deste ano, a propósito de atuação do mencionado árbitro, por si só suficientemente esclarecedor.

Assim, manifestamos nosso veemente protesto com a referida indicação, que entendemos desrespeitosa não apenas para com o SÂO PAULO, mas com toda a boa organização de nosso atribulado futebol.

Atenciosamente,

CARLOS AUGUSTO DE BARROS E SILVA
Vice-Presidente de Futebol”

VEJA TAMBÉM
- CHAPÉU NO RIVAL? São Paulo negocia com craque do futebol europeu que está na mira do Flamengo
- A CAMINHO DO RIVAL! Com a autorização do presidente, Santos aprova contratação de ex-São Paulo
- NOVA CHANCE! São Paulo reconsidera volante descartado por Zubeldía e pode receber nova chance


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 8 6

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.