publicidade

Ricardo Gomes testa “formação ideal”

Nação tricolor;

O técnico Ricardo Gomes já prepara o “São Paulo ideal” no jogo desta noite, no Morumbi. O adversário é o Barueri, que ainda não mudou de nome e ainda ostenta o nome de sua ex-cidade.

Observando as características dos jogadores que tem (e terá) a disposição, o técnico tricolor entrará com três zagueiros (Renato Silva, Xandão e Miranda), três homens no meio (Jean, Richarlyson e Cléber santana) auxiliados por um ala que jogará mais ofensivamente (Cicinho), um ala mais recuado (Jorge Wagner) e com os atacantes Marcelinho e Washington.

Isso quer dizer que, defensivamente o tricolor terá duas linhas de quatro, porém ofensivamente o esquema será o 3-5-2 de tantos anos.

Penso eu ser a formação mais correta para o time neste semestre. Miranda joga bem com mais dois zagueiros, Xandão está se mostrando um jogador muito seguro e a vaga no lado direito ficará com Alex Silva, após se recuperar de contusão. Renato Silva, que atuará pela direita na linha de quatro jogadores, ficaria como opção no banco, assim como André Luis.

No meio campo, temos dois volantes mais presos e um criador (como em 2005) com Cléber Santana fazendo a função de Danilo. Espero que ele se dê bem na posição, para municiar o ataque. Richarlyson e Jean disputam posição ao lado de Hernanes e até mesmo Rodrigo Souto, quando estiver preparado, poderá entrar nessa briga.

Nas alas Cicinho entra para ter uma função mais ofensiva (atuando muitas vezes como um autêntico ponta) e Jorge Wagner fará as vezes de atacante e defensor, futuramente com a concorrência de Carleto, que deve assinar contrato hoje. Penso ser a melhor maneira de aproveitar esses atletas, que tem um grande potencial de assistência e lançamentos para os atacantes.

Na frente, Marcelinho Paraíba (que já mostrou preferência em atuar no ataque) disputará espaço com Dagoberto para ficar ao lado do centroavante que, em tempos de Ricardo Gomes, não atua mais como uma parede na frente dos zagueiros. e ainda temos a possibilidade de Fernandão para o restante do ano.

Desta maneira, o time finalmente (no meu entender) começa a ser desenhado com os atletas exercendo o melhor de cada um em suas funções. Se temos 3 bons zagueiros e ao menos um ala bom, não vejo o porquê de atuarmos numa linha de quatro e saindo em uma outra formação para o ataque. Cléber Santana é meia e deve jogar no meio. Marcelinho deve disputar vaga no ataque e os alas devem avançar, sim. Só que não ao mesmo tempo.

Entretanto, tudo deve ser treinado repetidamente para que o time tenha o entrosamento necessário. Mas, ao que tudo indica, esse tricolor que está aí (e apenas com a troca de algumas peças) é o meu ideal para o restante do semestre. E para você, essa formação com os jogadores que temos, é interessante?

APENAS UM DETALHE. ALGUNS TORCEDORES ESTÃO CONFUNDINDO FORMAÇÃO COM ESCALAÇÃO. FORMAÇÃO É O ESQUEMA TÁTICO DOS JOGADORES EM CAMPO. ESCALAÇÃO É COMPLETAMENTE DIFERENTE.

Saudações tricolores!

VEJA TAMBÉM
- Substituição de Rodrigo Nestor preocupa torcedores do São Paulo
- OUTRA DERROTA! São Paulo atua mal outra vez e é goleado pelo Vasco em São Januário
- Provávele escalação do São Paulo para enfrentar o Vasco no Brasileirão


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 13 6

Comentários (11)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.