publicidade

Lusa borrou a pintura São Paulina

O São Paulo começou o campeonato Paulista conhecendo logo de cara sua primeira derrota em casa no ano.

Foram dois tempos completamente distintos no jogo contra a Portuguesa.

Na primeira etapa o São Paulo foi um time rápido e envolvente.

No segundo tempo um time disperso e cansado.

Ricardo Gomes definiu bem a partida.

Para o treinador São Paulino, o time fez uma pintura nos 45 minutos iniciais e a borrou nos 45 minutos finais.

De positivo na partida, a boa estréia de Marcelinho Paraíba, que deu um melhor toque de bola ao meio campo e ainda marcou um belo gol.

Leo Lima teve alguns lampejos, mas mostrou que poderá ser útil durante a temporada.

Vários aspectos negativos puderam ser notados.

Fica claro que Jean não pode jogar improvisado na lateral direita, por ali a Lusa deitou e rolou no segundo tempo.

Richarlyson continua sendo um jogador voluntarioso, mas péssimo nos passes e lançamentos, além de continuar afobado na marcação, fazendo faltas desnecessárias, como o pênalti que resultou na virada da Lusa.

Hernanes é outro que vive a um bom tempo uma fase irregular, sem conseguir reeditar suas grandes atuações de 2008, ficou apagado na partida.

Dagoberto começou a temporada da mesma forma melancólica com que acabou o ano passado.

Mais uma vez prejudicou a equipe com uma expulsão despropositada.

Esta se tornando um jogador irresponsável e desmiolado.

O comando tricolor precisa mexer em seu bolso, quem sabe assim consiga colocá-lo nos eixos.

Obviamente foi apenas o primeiro jogo da temporada, os jogadores ainda estão com a musculatura presa e vão evoluir.

A equipe vai demorar um pouco para se adaptar totalmente ao esquema com dois zagueiros, principalmente no setor de marcação.

Mas a derrota na estréia serviu para Ricardo Gomes ver claramente os pontos falhos de sua equipe.

Ainda há um bom tempo para se corrigir as falhas até o começo da Libertadores, dia 10 de fevereiro no Morumbi contra o perigoso Monterrey do México.

Na Portuguesa o destaque fica para o meio campista Heverton que marcou dois gols e para o jovem Henrique que entrou no segundo tempo no lugar do zagueiro Thiago Gomes, e mudou a cara da partida dando mais agressividade a equipe.

Não poderia deixar de citar o excelente preparo físico, fruto de mais de 20 dias de pré-temporada na cidade de Mogi das Cruzes.

Segundo o técnico Vagner Benazzi, esta foi a melhor pré-temporada que ele já fez com uma equipe em 23 anos de carreira.

VEJA TAMBÉM
- Provável escalação do São Paulo para enfrentar o Internacional no Brasileirão
- São Paulo Mantém postura firme e exige pagamento da multa por Galoppo
- SECA DE GOLS! Atacante atravessa fase difícil sob comando de Zubeldía no São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 5 5

Comentários (3)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.