publicidade

Indisciplina e derrota no clássico

São Paulo perde o jogo e a cabeça; Dagoberto foi expulso e terá problemas no TJD/SP

A temporada mal começou e o São Paulo já mostrou que não consertou os problemas de indisciplina que atrapalharam o time em 2009. Além de amargar a derrota por 3 a 1 para a Portuguesa, em pleno Morumbi, Dagoberto foi expulso por jogada violenta e Miranda, Richarlyson e Roger amarelados por faltas duras.


Aos 25 minutos do primeiro tempo, Marcelinho Paraíba foi cruzar para a área, quando Gláuber em cima da linha da grande área bateu a mão na bola. Sob muitas reclamações pelo lado da Portuguesa, que viu o toque de mão de forma involuntária, o árbitro Antonio Rogério Batista do Prado assinalou pênalti, porém não advertiu o volante com cartão . Rogério Ceni bateu e o goleiro Fábio defendeu, no rebote, Hernanes isolou a bola.

O pênalti perdido não desanimou o São Paulo e 15 minutos Marcelinho Paraíba, reestreando com a camisa do Tricolor, acertou um belo chute de fora da área e abriu o placar. A etapa inicial não teve nenhum jogador advertido.

Já no segundo tempo, aos nove minutos, o São Paulo foi surpreendido com o gol de empate e quatro minutos depois com a virada da Lusa. Richarlyson cometeu pênalti no lateral esquerdo Fabrício e foi o primeiro jogador do São Paulo advertido com cartão amarelo no ano, mantendo a escrita do Campeonato Brasileiro, quando foi o jogador mais indisciplinado do São Paulo.

O Tricolor passou a perder a partida e a cabeça. Em um pontapé sem bola em Henrique, Dagoberto foi expulso de forma direta. O atacante não reclamou e saiu de campo hostilizado pela torcida. Com isso o atacante já desfalcará o São Paulo na próxima rodada, contra o Mirassol, fora de casa, na quarta-feira, e terá problemas com o Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD/SP). Por fim, Miranda fez dura falta para matar um contra-ataque e também abriu sua contagem de cartões em 2010.

Já nos acréscimos, o São Paulo ainda amargou mais um cartão e um gol. O atacante Roger fez falta e foi advertido. Na saída de bola, em jogada bem trabalhada, Héverton marcou mais um e deu números finais ao jogo: 3 a 1.

Pelo lado da Portuguesa, o primeiro cartão amarelo saiu apenas aos 24 minutos do segundo tempo. Henrique não obedeceu ao apito do árbitro e chutou a bola para longe após marcação de impedimento. Aos 35 minutos foi a vez do goleiro Fábio ser advertido, por atrasar a reposição de bola. Quatro minutos depois, Paulo Sérgio parou o contra-ataque tricolor com falta e também foi advertido. Na próxima rodada a Portuguesa enfrentará o Sertãozinho, em Barueri, devido ao veto ao Canindé.

VEJA TAMBÉM
- Substituição de Rodrigo Nestor preocupa torcedores do São Paulo
- OUTRA DERROTA! São Paulo atua mal outra vez e é goleado pelo Vasco em São Januário
- Provávele escalação do São Paulo para enfrentar o Vasco no Brasileirão


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 9 11

Comentários (23)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.