publicidade

Painel FC

Análise. Dirigentes do São Paulo dizem não ter dúvida de que sairão vencedores nos casos que envolvem Oscar e Diogo, mas, em relação a Lucas Piazon, acham difícil que ele permaneça no clube.

Autonomia. Em relação a Oscar, os são-paulinos alegam que a Fifa é obrigada a reconhecer a determinação da lei brasileira, que permite acordos de cinco anos para atletas menores que foram emancipados. A entidade, porém, diz que aplicará a jurisprudência pacífica, ou seja, reconhecerá três anos do acordo.

Dividida

"Queria saber quanto ele ganha e por que, democraticamente, não dá chance para outro"
De MARCO AURÉLIO CUNHA , superintendente de futebol do São Paulo, sobre o presidente do Sindicato dos Atletas de SP, Rinaldo Martorelli, que acusa o clube do Morumbi de agir de má-fé com jogadores da base.

VEJA TAMBÉM
- Provável escalação do São Paulo para enfrentar o Internacional no Brasileirão
- São Paulo Mantém postura firme e exige pagamento da multa por Galoppo
- SECA DE GOLS! Atacante atravessa fase difícil sob comando de Zubeldía no São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 14 6

Comentários (5)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.