publicidade

Para fincar raízes

Depois de passar por 10 clubes, Léo Lima quer se fixar no Tricolor

O primeiro clube como profissional foi o Vasco, que defendeu por dois anos. Depois disso, Léo Lima não conseguiu ficar por mais de uma temporada em nenhuma equipe. Tido como problemático, o meia agora se diz regenerado e espera fazer do Morumbi seu porto-seguro.

O São Paulo demonstra confiança, tanto que firmou um contrato por três temporadas com o jogador que completará 28 anos dia 14 de janeiro. “Se o clube fez esse contrato longo é porque acredita que eu posso render muito”.

Léo Lima afirma que sua fama de ‘bad boy’ ficou no passado. “Gostava dessa história quando era mais novo. Depois disso, esse apelido não pega muito comigo porque mudei bastante”.

A mudança, segundo ele, foi motivada por Deus. “Agora sou religioso.” Mas ele admite que não é fácil provar que é outra pessoa, como diz. A sua contratação, claro, foi bastante questionada.

“Fica aquela incógnita. Sempre vou gerar desconfiança por causa do meu passado, e tenho de provar o contrário com minhas atitudes. Esta fase está mais do que acabada, sou outra pessoa, estou mais calmo e chego aqui de vento em popa”.

Ele aproveitou sua primeira entrevista coletiva para se defender: “Depois do Grêmio não tive mais problemas”. Léo passou pelo clube gaúcho em 2006 e foi dispensado por indisciplina.

Logo depois ele se lembrou de outro problema: uma briga com um torcedor na passagem pelo Flamengo em 2007 - foi dispensado por baixa produtividade - e também dos problemas com Vanderlei Luxemburgo no segundo semestre de 2008 no Palmeiras.

“Não fiquei mais porque os clubes não me queriam. Mas agora assinei um contrato de três anos, o São Paulo me proporcionou esta chance de ficar muito tempo, estou muito feliz e quero arrebentar”.

Resistência

Ele espera encontrar um pouco de resistência da torcida por causa dos gols que marcou contra o Tricolor. O último foi pelo Goiás, na vitória por 4 a 2 no Serra Dourada. O resultado tirou do São Paulo a liderança do Campeonato Brasileiro a uma rodada do final. Ele também marcou quando jogava pelo Palmeiras, na semifinal do Campeonato Paulista de 2008.

“Vou procurar batalhar dentro de campo, lutar bastante e fazer os gols para ajudar o São Paulo a conquistar títulos”.

VEJA TAMBÉM
- Provável escalação do São Paulo para enfrentar o Internacional no Brasileirão
- São Paulo Mantém postura firme e exige pagamento da multa por Galoppo
- SECA DE GOLS! Atacante atravessa fase difícil sob comando de Zubeldía no São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 12 6

Comentários (4)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.