publicidade

Clima pesado e intrigas podem tirar Fernandão do Goiás



Fernandão voltou ao Goiás como ídolo em agosto de 2009, mas já não está mais feliz no time. Nesta sexta-feira, o jogador revelou sua insatisfação com o clima que tem vivido no clube e na cidade, e, por isso, não descarta sua saída. Assim, cresce a possibilidade de concretizar a ida ao São Paulo, alardeada nos últimos dias, mas veementemente negada pela diretoria esmeraldina.

"O clima no Goiás ficou muito pesado, é muito intriguinha que não leva a nada. Acho que falta um pouco mais de respeito", afirmou o jogador, que tem sido cobrado pelos torcedores esmeraldinos. O atleta não rendeu o esperado em sua volta ao Brasil e, coincidentemente, a queda da equipe de Hélio dos Anjos no Brasileirão começou com a sua chegada.

"Quase briguei quatro vezes, coisa que nunca aconteceu na minha vida. O torcedor se acha no direito de te pegar no meio da rua e te falar um monte de merda na frente da sua mulher, do seu filho. Na rua sou o Fernando e mereço ser respeitado. Se mexer comigo e com minha família, o bicho pega", reclamou o atacante.

De acordo com a Rádio Globo, uma reunião no final de semana vai definir a situação do atacante no Esmeraldino. A permanência não está garantida. "Quero explicar a minha situação. Não vou chegar e dizer o que quero que façam, vou só bater papo e ver até que ponto é bom eu ficar ou até que ponto é melhor sair - para minha carreira e para o Goiás", complementou Fernandão.

O São Paulo continua no aguardo por uma definição da situação do atacante. A diretoria tricolor descarta pagar a multa rescisória de Fernandão e aguarda a liberação do jogador.

VEJA TAMBÉM
- Substituição de Rodrigo Nestor preocupa torcedores do São Paulo
- OUTRA DERROTA! São Paulo atua mal outra vez e é goleado pelo Vasco em São Januário
- Provávele escalação do São Paulo para enfrentar o Vasco no Brasileirão


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 18 2

Comentários (14)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.