publicidade

Um mês de Zubeldía: técnico revigora São Paulo e aposta em criticados.

O São Paulo apresentou, há exatamente um mês, o técnico Luis Zubeldía. Empolgado, o treinador argentino de 43 anos iniciava, no dia 22 de abril, sua trajetória no Tricolor. Hoje, ele tem na bagagem sete partidas, nenhuma derrota, mudanças táticas e o apoio da torcida na retomada da boa fase. Zubeldía foi contratado pelo São Paulo para substituir Thiago Carpini, que não vivia um bom momento. O antigo treinador tricolor já havia levantado o troféu da Supercopa do Brasil e encerrado o tabu de 10 anos sem vitória sobre o rival Corinthians na Neo Química Arena no início de 2024, mas a má fase chegou. Carpini passou a ser alvo de críticas dos torcedores pela falta de evolução do time e a sequência de resultados negativos, que culminou na eliminação nas quartas de final do Campeonato Paulista, para o Novorizontino, e no início ruim do São Paulo no Campeonato Brasileiro, sem vitórias. Zubleidía, desde sua estreia com vitória por 2 a 0 sobre o Barcelona de Guayaquil, disputou sete jogos: venceu cinco e empatou dois. Neste período, o técnico "mergulhou" no São Paulo para conhecer jogadores, funcionários, estrutura, os cantos do CT da Barra Funda e tudo o que cerca o seu trabalho no clube. A rotina de jogos sem tempo para descanso fez Zubeldía morar em dois lugares diferentes, nenhum sua casa. O treinador argentino se divide entre o CT da Barra Funda e um hotel - às vezes, dorme no centro de treinamento, mas, em outras noites, vai para o quarto de hotel. Enquanto isso, Zubeldía deu oportunidades a jogadores que estavam "esquecidos" no São Paulo . O lateral-esquerdo Patryck, por exemplo, passou a ser utilizado, assim como o meia Rodriguinho; o zagueiro Alan Franco, que era reserva, virou titular absoluto ao lado de Arboleda. Os meias Michel Araujo e Galoppo, que já eram utilizados por Thiago Carpini, mas alvos de críticas dos torcedores, foram reposicionados em campo e voltaram a ter destaque. Já o volante Bobadilla, que pouco atuava, aproveitou a lesão de Pablo Maia e virou titular. O São Paulo , então, subiu nas competições que disputa. De terceiro colocado no Grupo B da Conmebol Libertadores, briga pela liderança na última rodada, contra o Talleres, no Morumbis. No Campeonato Brasileiro, deixou a parte de baixo da tabela para ir ao quinto lugar, com 10 pontos. O Athletico, líder, tem 13. Na Copa do Brasil, o São Paulo estreou com vitória por 3 a 1 sobre o Águia de Marabá, fora de casa, e pode perder por um gol de diferença nesta quinta-feira, no Morumbis, para avançar às oitavas de final. A cara do time Leonardo Miranda, do blog Painel Tático , analisou as principais mudanças do São Paulo de Luis Zubeldía. – Zubeldía conseguiu mudar bastante coisa na forma de jogar do São Paulo nesse primeiro mês. A primeira grande mudança foi o Luciano, que passou a jogar como um segundo atacante atrás do Calleri, mais próximo da área. Com isso, os volantes assumiram um protagonismo na armação das jogadas, com o Bobadilla aparecendo, Alisson sempre importante. O ataque está funcionando melhor com essa dinâmica. – Outro ponto que mudou bastante foi como o time pressiona o adversário: antes, Carpini gostava de uma postura mais conservadora, com o time marcando da intermediária para o próprio gol. Com Zubeldía a pressão começa lá no goleiro adversário, o time joga muito mais avançado e consegue retomar a posse de bola no campo adversário. É uma outra postura, mais agressiva, com um time muito mais rápido e mais seguro do que antes – disse. E James Rodríguez? Zubeldía vem sendo o técnico que menos deu oportunidades para James Rodríguez no São Paulo . Depois de Dorival Júnior e Thiago Carpini, o treinador argentino colocou o meia colombiano em campo apenas uma vez, saindo do banco de reservas, no clássico contra o Palmeiras. Por opção, sem lesões, James Rodríguez sequer tem sido relacionado para os jogos do São Paulo . A tendência, inclusive, é de que ele seja negociado depois da Copa América porque Zubeldía não tem, pelo menos por enquanto, interesse em utilizar o jogador. Veja, abaixo, todos os 28 jogadores utilizados por Zubeldía no São Paulo : Goleiros: Rafael e Jandrei; Laterais: Igor Vinicius, Welington, Patryck e Moreira; Zagueiros: Arboleda, Alan Franco, Diego Costa, Sabino e Ferraresi; Meio-campistas: Alisson, Pablo Maia, Galoppo, Nestor, Michel Araujo, Bobadilla, James Rodríguez, Luiz Gustavo, Rodriguinho e Lucas; Atacantes: André Silva, Luciano, Ferreira, Calleri, Juan, Erick e William Gomes.


VEJA TAMBÉM
- São Paulo se vinga do Cruzeiro e negocia com Thiago Mendes, entenda
- Corinthians e São Paulo empatam em clássico com atuação de destaque de Lucas
- Corinthians e São Paulo: informações e prováveis escalações para o clássico brasileiro


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 14 0

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.