publicidade

Criticado, Juan deve seguir tendo respaldo de Zubeldía no São Paulo

Juan é mais um caso de um jogador revelado nas categorias de base do São Paulo que se tornou uma espécie de bode expiatório quando as coisas não vão bem. Nos últimos jogos, o atacante ficou marcado por ter perdido algumas chances de gol, mas o técnico Luis Zubeldía não parece incomodado com a falta de letalidade de seu jogador. “A profundidade que tem, é um atacante, para mim, como disse outras vezes, que é o mais centroavante depois de Calleri. É um jogador que permanentemente está dando opções profundas, tratando de fazer o movimento para dar profundidade ao time”, disse Zubeldía.

No jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, contra o Águia de Marabá, Juan perdeu uma chance inacreditável quando a partida ainda estava empatada em 0 a 0. Logo depois, o time paraense abriu o placar, o que rendeu muitas críticas ao centroavante são-paulino, que acabou dando a volta por cima ao marcar dois gols e ser o nome da vitória tricolor por 3 a 1 . Já na última quinta-feira, contra o Barcelona de Guayaquil , no Morumbis, Juan teve a chance de garantir a vitória ao São Paulo já nos últimos minutos da partida, batendo de dentro da área, mas parando no goleiro adversário. Mais uma vez, o jogador teve de lidar com fortes críticas pelo fato de sua equipe ter empatado sem gols diante de mais de 50 mil pessoas nas arquibancadas.

Ciente da forte pressão externa, Luis Zubeldía tratou de sair em defesa de Juan, comparando o seu caso com o início de carreira de Germán Cano, um dos grandes goleadores do futebol brasileiro na atualidade, mas que sofreu para deslanchar quando foi treinado por ele no Lanús, da Argentina. “Sempre digo que isso aconteceu com o Germán Cano no Lanús. O centroavante às vezes termina marcando os gols que tem que marcar depois de um processo de amadurecimento. Isso aconteceu com Germán Cano. Hoje é um dos grandes goleadores do futebol brasileiro. Perguntem a ele. Claro que os atacantes esperam gols, algo imediato, mas também é preciso entender que às vezes isso não é tudo. O movimento, o espaço que pode deixar o centroavante, como o Juan... por isso joga comigo, ele gera desmarques, opções de passe que ele não termina convertendo o gol, mas alguém que está ao seu redor marca. Ele também exige dos defensores, porque pressiona alto. É bom para o time”, completou.

Com a lesão de Calleri e o fato de o São Paulo já ter encaminhado a classificação às oitavas de final da Copa do Brasil com a vitória no jogo de ida, por 3 a 1, Juan tem boas chances de começar a partida desta quinta-feira, contra o Águia de Marabá, no Morumbis, como titular. Uma ótima oportunidade para ele mostrar ao torcedor que não merece passar pelos mesmos problemas que Rodrigo Nestor, Igor Gomes e Gabriel Sara tiveram de lidar no passado.


VEJA TAMBÉM
- São Paulo se vinga do Cruzeiro e negocia com Thiago Mendes, entenda
- Corinthians e São Paulo empatam em clássico com atuação de destaque de Lucas
- Corinthians e São Paulo: informações e prováveis escalações para o clássico brasileiro


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 6 2

Comentários (3)
22/05/2024 18:12:07 Ronaldo Custodio

quero ver incistir nele a hora que começar a perder!

22/05/2024 09:00:29 Neto Oliveira

Juan e mais dez tá certo zubeldia quem acha que tá errado vá ser treinador.

22/05/2024 07:47:57 Gsbingles Gsbingles

perder tempo

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.