publicidade

Protesto da Diretoria e Jogadores do São Paulo Contra Arbitragem no Choque-Rei

revolta da delegação do São Paulo com a arbitragem em clássico contra o Palmeiras no MorumBIS.

A delegação do São Paulo ficou revoltada com a arbitragem no clássico com o Palmeiras, e tanto membros da diretoria quanto jogadores do elenco foram contidos pela Polícia Militar nos corredores do MorumBIS. Foto: Lance! Segundo a súmula do árbitro Matheus Candançan, o presidente do São Paulo, Júlio Casares, e o diretor de futebol, Carlos Belmonte, xingaram a equipe de arbitragem. Após o clássico, o mandatário são-paulino detonou a Federação Paulista de Futebol pela escolha do árbitro e também criticou o comportamento do técnico Abel Ferreira à beira do gramado.

Créditos da imagem: Lance!

Informo que ao final da partida a equipe de arbitragem foi interceptada no túnel que dá acesso ao vestiário dos árbitros, por diversos dirigentes e atletas do São Paulo FC. Foi proferido as seguintes palavras pelos dirigentes Fernando Bracalle Ambrogi, Carlos Belmonte Sobrinho, Julio César Casares, 'safados, que pênalti foi esse, sem vergonhas, filhos da p…, vai tomar no c., você não vai ficar em paz, desgraçados, o Abel apitou o jogo hoje - relatou o árbitro. O lateral Rafinha e o atacante Wellington Rato, não relacionados para o clássico, também xingaram e tentaram partir para cima da arbitragem, que precisou recorrer à proteção da PM.

Foi identificado também os Atletas não relacionados para a partida Sr. Márcio Rafael Ferreira de Souza (nota da redação: Rafinha), proferindo as seguintes palavras contra a equipe de arbitragem 'Vai tomar no c., como dá um penalti desse, safado, você nunca mais vai apitar aqui', e o Sr. Wellington Soares da Silva (nota da redação: Wellington Rato), proferindo as seguintes palavras contra arbitragem " safado, vai tomar no c., filho da p…'. Informo ainda que foi necessária a intervenção do policiamento local com escudos, para retirada das pessoas acima mencionadas - escreveu o árbitro na súmula do Choque-Rei. O São Paulo reclama de dois lances: a não expulsão de Richard Ríos em lance com Pablo Maia, e um pênalti não marcado de Piquerez sobre Luciano. O Tricolor volta a campo no domingo (10), contra o Ituano, pela rodada final da fase de grupos do Paulistão


VEJA TAMBÉM
- Crespo quer voltar mas faz pedido a direção do São Paulo
- Assista a coletiva de Thiago Carpini após a partida contra o Fortaleza
- São Paulo perde para o Fortaleza e aumenta pressão sobre Carpini.


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 8 0

Comentários (3)
04/03/2024 22:19:56 José Zanutto

É um time pequeno. Como acreditar num time que tem um "campeonato mundial", conseguido por meio de uma Ata.

04/03/2024 09:50:46 Ozias Bezerra de pula

so esqueceram de relatar que vcs riubaram o são paulo, cambada de pilantras, ainda querem sair como vitimas depois do que fizeram ao tricolor

04/03/2024 09:16:26 claudio rodrigues

juiz comprado.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • publicidade
  • publicidade
  • + Comentadas Fórum

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Brasileiro

    Qua - 21:30 - -
    Flamengo
    Flamengo
    São Paulo
    São Paulo

    Último jogo - Brasileiro

    Sáb - 21:00 - MorumBIS
    images/icon-spfc.png
    São Paulo
    1 2
    X
    Fortaleza EC
    Fortaleza EC
    Calendário Completo
  • publicidade
  • + Lidas

  • publicidade