publicidade

Hostilidade e Conflito nos Bastidores de São Paulo x Palmeiras

São Paulo veta sala de entrevistas para técnico do Palmeiras em meio a rivalidade crescente no clássico.

Julio Casares, presidente do São Paulo, fez duras críticas à arbitragem do clássico Imagem: Reprodução/Instagram A rivalidade crescente entre São Paulo e Palmeiras chegou a outro patamar na noite de ontem (3) quando o Tricolor vetou a sala de coletivas para o técnico Abel Ferreira conceder entrevista. As versões dos clubes diferem e o nível de hostilidade na área de imprensa era quase palpável.

O que aconteceu O vestiário após o jogo colocou fogo no barril de pólvora que já havia sido a partida . A arbitragem polêmica com a não expulsão de Richard Ríos e o pênalti marcado a favor do Palmeiras foram motivo de revolta pelo lado são-paulino. Na saída de campo, os são-paulinos entraram em conflito com a arbitragem com xingamentos e foram contidos pela polícia . Calleri, Rafinha e diretores tricolores aparecem em vídeos xingando o árbitro Matheus Delgado Candançan. Em meio à confusão, João Martins, auxiliar de Abel Ferreira, aparece rindo da situação . A cúpula são-paulina tomou o ato como deboche e o presidente Julio Casares deu duras declarações.

Julio Casares, presidente do São Paulo, fez duras críticas à arbitragem do clássico
Imagem: Reprodução/Instagram

O Palmeiras não gostou nada da declaração de Casares e entendeu a fala do presidente como uma ofensa a Abel Ferreira . O clube sentiu hostilidade o tempo todo e não gostou também da provocação no telão do estádio, que mostrou a faixa feita pela torcida organizada do clube e barrada pela Polícia: "Respeita teu pai. 17/5" e dois fantasmas com a letra B.

Dorival Junior, então técnico do São Paulo, dá entrevista em espaço cedido pelo Palmeiras no Allianz Parque após jogo válido pelo Campeonato Brasileiro 2023
Imagem: Reprodução

O que diz o regulamento O artigo 48 do regulamento do Campeonato Paulista declara obrigatória a entrevista coletiva após a partida . Em seu parágrafo segundo, ele diz que é "obrigação do clube mandante oferecer espaço e estrutura para organização e realização das entrevistas".


VEJA TAMBÉM
- Crespo quer voltar mas faz pedido a direção do São Paulo
- Assista a coletiva de Thiago Carpini após a partida contra o Fortaleza
- São Paulo perde para o Fortaleza e aumenta pressão sobre Carpini.


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 18 3

Comentários (2)
04/03/2024 06:52:16 Rogerio Silva

erros de ontem..primeiro rafael não fez pênalti.foi na bola .segundo richard frios e ze rafael era pra ter sido expulsos .terceiro luciano sofreu pênalti escandaloso. quarto o bicho raivoso Abel Ferreira e seus auxiliares era pra ter sido expulsos ..resumindo arbitragem e var estavam mal intencionadas com o São Paulo fc .arbitragem fraca conivente com a situação

04/03/2024 04:55:32 Gsbingles Gsbingles

ROUBARAM. FOI MUITO MAIS FALTA DO PIQUERES QUE FOI NA PERNA. QUE A DO RAFAEL QUE CHEGOU ATRASADO= SEM QUERER

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • publicidade
  • publicidade
  • + Comentadas Fórum

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Brasileiro

    Qua - 21:30 - -
    Flamengo
    Flamengo
    São Paulo
    São Paulo

    Último jogo - Brasileiro

    Sáb - 21:00 - MorumBIS
    images/icon-spfc.png
    São Paulo
    1 2
    X
    Fortaleza EC
    Fortaleza EC
    Calendário Completo
  • publicidade
  • + Lidas

  • publicidade