publicidade

Folha salarial do São Paulo está no nível do Fla e pode estourar, diz jornalista

Com a busca frustrada por um título na temporada 2020, o São Paulo promoveu mudanças visando encerrar o incômodo jejum de conquistas desde a Copa Sul-Americana de 2012, com a contratação do técnico argentino Hernán Crespo para o lugar de Fernando Diniz e algumas mudanças também vão ocorrendo em relação ao elenco, que perdeu apenas o espanhol Juanfran e se reforçou com jogadores como o zagueiro Miranda, o atacante Éder, o lateral Luis Orejuela e os meias William e Martín Benítez, elevando a folha salarial do clube.



No podcast Posse de Bola #110, Arnaldo Ribeiro analisa a forma como o clube está seguindo um limite de gastos nas contratações, mas aumentando a folha salarial que já conta com valores altos de Daniel Alves e Hernanes, enquanto o técnico não pretende abrir mão desses jogadores, aproximando os custos aos de clubes que vivem condições financeiras mais favoráveis que a do São Paulo.


LEIA TAMBÉM: Segundo imprensa Argentina, Time de Gabriel Heinze está contratando zagueiro que dizem interessar ao São Paulo


"Aquela situação da semelhança do Crespo com o Diniz se diluiu na primeira partida do Crespo, ele joga em um sistema diferente, com uma atitude diferente, quer jogadores diferentes, então os jogadores queridos do Diniz, você pode ver, todos estão sumindo no mapa, Tchê Tchê, Vitor Bueno são jogadores que não estão nem nos planos do Hernan Crespo, que prevê outras situações e aí o São Paulo se viu na obrigação de contratar, inclusive mudando o perfil, jogadores mais experientes que estão chegando", diz Arnaldo.

"O São Paulo está respeitando o orçamento para investimento em contratação, aquela coisa do balanço, agora, na folha de pagamento, até agora não houve redução, pelo contrário, houve um pequeno acréscimo. Saiu o Juanfran, que era de fato pesado, mas chegaram vários outros pesados e o São Paulo não resolveu uma situação dos dois maiores salários desse folha de pagamento que são Daniel Alves e Hernanes. O Crespo não quer abrir mão do Daniel Alves nunca, o São Paulo também não quer, ele é o jogador mais caro do time, o São Paulo deve uma grana violenta da temporada passada", completa.

Com os custos dos novos reforços somados aos de Daniel Alves, Miranda e os demais jogadores do São Paulo, o gasto mensal com salários se aproxima de Flamengo, Palmeiras e Atlético-MG, de acordo com o jornalista, que questiona se o clube aguentará pagar os valores praticados atualmente.



"O São Paulo trouxe bastante gente, só abriu mão na verdade do Juanfran, e não resolveu ainda as situações do Daniel Alves e do Hernanes, que são os dois pesados da folha de pagamento, então a folha de pagamento do São Paulo está do nível da do Flamengo, a do Palmeiras, a do Atlético-MG, e isso pode estourar daqui um tempo", conclui.

São Paulo, Folha, Salarial, Nível, Estourar, SPFC

VEJA TAMBÉM
- Assista a coletiva de Thiago Carpini após a partida contra o Fortaleza
- São Paulo perde para o Fortaleza e aumenta pressão sobre Carpini.
- Veja como assistir São Paulo vs Fortaleza ao vivo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 10 29

Comentários (31)
23/03/2021 08:38:45 Armando Aparecido

So espero que daniel aves e ernanded nao o tricolasso a falencia igual que aconteceu com botafogo e cruzeiro. E o sntos

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • publicidade
  • publicidade
  • + Comentadas Fórum

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Brasileiro

    Sáb - 21:00 - MorumBIS -
    São Paulo
    São Paulo
    Fortaleza EC
    Fortaleza EC

    Último jogo - Libertadores

    Qua - 21:30 -
    images/icon-spfc.png
    São Paulo
    2 0
    X
    Cobresal
    Cobresal
    Calendário Completo
  • publicidade
  • + Lidas

  • publicidade