publicidade

Fim da maldição? São Paulo terá reedição de final da Sul-Americana de 2012 com argentino

São Paulo foi campeão da Copa Sul-Americana 2012 após briga com Tigre (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net) Foto: Lance!

O São Paulo terá um reencontro histórico na fase de grupos da Copa Sul-Americana 2023, que pode por fim em uma 'maldição' que boa parte dos torcedores acreditam. O Tricolor encontrará o Tigre, a equipe argentina que enfrentou na final da competição em 2012, em um jogo que nunca terminou.



Inclusive, foi a última vez que o Tricolor venceu um título de grande porte - descartando somente o Campeonato Paulista de 2021.


LEIA TAMBÉM: São Paulo negocia com ídolo do clube para contratar lateral do Guarani


Na ocasião, o São Paulo só foi declarado como campeão da edição da Sul-Americana porque o segundo tempo simplesmente não existiu. No dia 12 de dezembro de 2012, o Tricolor estava com vantagem na primeira etapa da decisão contra a equipe argentina, vencendo por 2 a 0, com gols de Lucas Moura e Osvaldo.

Porém, na ida para o intervalo, uma grande confusão começou no túnel que levava aos vestiários. A provocação inicial teria partido de Lucas Moura, que teria mostrado um pedaço de algodão com sangue para Orban, um jogador do Tigre que atingiu o rosto do atleta são-paulino.

Mas isso não soou bem entre os argentinos, que cercaram o jogador brasileiro, necessitando de uma intervenção dos policiais militares que estavam presentes para a segurança do jogo. A partida aconteceu no Morumbi, e, por pouco, o elenco do Tigre não invadiu os vestiários do time da casa.

A briga foi tão grande que o técnico Nestor Gorosito, em entrevista à 'ESPN Argentina', chegou a acusar os policiais na época de terem ameaçado os jogadores do clube argentino com armas de fogo. Lucas Moura, mais tarde, chegou a negar que tenha feito alguma provocação.

Após 30 minutos esperando o retorno do adversário na volta do intervalo, o árbitro Enrique Osses decidiu encerrar a partida e dar a vitória para o São Paulo. Ou seja, o segundo tempo não existiu, mas o Tricolor foi campeão.

A 'maldição' que alguns torcedores acreditam diz respeito ao jogo nunca ter terminado. O argumento principal é que, desde então, o São Paulo 'nunca mais vingou'. Isso porque perdeu todas as grandes decisões que enfrentou. A mais recente foi a derrota pelo Independiente Del Valle, por 2 a 1, na final da Copa Sul-Americana no último ano. Após um boa campanha na competição, era visto como o grande favorito e foi surpreendido, dando adeus ao título que era a grande prioridade da temporada.

Alguns vexames também surgiram em mata-matas desde 2012. Entre eles, eliminações para times como Mirassol e Audax. A mais recente no Campeonato Paulista deste ano, contra o Água Santa, nas quartas de final. Nestes onze anos, o desejo dos torcedores era um: o reencontro com o Tigre para 'encerrar esta partida'. E por ironia do destino, acontecerá em breve.

Mas antes, o São Paulo estreia na competição contra o Tolima, na Bolívia. O jogo pode acontecer já na próxima semana, no dia 5 de abril. Carlos Belmonte, diretor de futebol do São Paulo, falou sobre a competição antes do sorteio dos adversários e destacou as prioridades do Tricolor.

- A pretensão do São Paulo é ganhar. Vai focado, como no ano passado, vamos em busca do título. É fundamental , teremos nosso foco na Sul-Americana, sem esquecer da Copa do Brasil e buscando um bom posicionamento no Brasileiro - disse.

O Tolima realizou uma postagem em suas redes sociais, afirmando que 'está pronto' para receber o São Paulo. Por ser cabeça de chave, os primeiros jogos deverão acontecer fora de casa. Ou seja, todos em outros países. Além do Tolima e do Tigre, enfrenta o Puerto Cabello, da Venezuela.



Veja a postagem feita pelo Tolima:



Fim, maldição, São Paulo, terá, reedição, final, Sul-Americana, 2012

VEJA TAMBÉM
- Meia argentino é oferecido ao São Paulo e tem preferência declarada
- Calleri e Rafinha processam empresa dona do jogo FIFA
- Zubeldía reforça torcida por renovação de lateral do São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 3 1

Comentários (6)
28/03/2023 14:36:37 edison lima

Sim, mais naquela época tinhamos técnico, hj temos um aprendiz..

28/03/2023 12:20:04 Eugênio Aparecido Nascimento

que boa lembrança, era quase o mesmo roteiro, mas tínhamos um pouco mais de esperanças por termos ceni no gol, e Lucas e Fabiano decidindo

28/03/2023 11:44:37 devil.guitar

ricktricolor1959

Nada mudou de lá pra cá.

1- Hoje a torcidinha pede a cabeça do "Mico" Ceni em 2012 ela pedia a do Ney "Fraco";

2- Em 2023 eles pegam no pé de jogadores de Cotia como Pablo Maia e Rodrigo Nestor, em 2012 eram Casemiro e Rodrigo Caio;

3- Agora eles falam de jogadores que não tem condições de vestir a camisa do SPFC como Orijuella e David, antes eram Jadson, Douglas, Maicon, Cicero, Willian José, Edson Silva, Paulo Miranda, Toloí, Cortez e Rhodolfo ;

4- E por fim, hoje querem que scalar Luan e Neves, em 2012 faziam a mesma coisa com Cañete.

Ou seja, os personagens mudam, mas a historia contada é a mesma.

28/03/2023 11:32:17 Regina Fontes

o poblema é que não temos técnico outro sno sem esperança nenhuma ver de novo maia nestor Diego Costa e dura só vai melhorar se ele sair.

28/03/2023 10:02:13 Elton Jones silva morais

Seremos meros COADJUVANTES INFELIZMENTE,..

bronze
28/03/2023 09:59:29 ricktricolor1959

Só que em 2012 o SPFC era um tiranossauro rex devorador de tigres e outros mais.....hoje em dia é um gatinho medroso

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.