Últimas Notícias
publicidade

Veja como é o protocolo dos jogos no retorno do Paulistão

0 0 0
O protocolo elaborado pela Federação Paulista de Futebol (FPF) para o retorno dos jogos do Campeonato Paulista inclui, entre outras medidas, o confinamento das 16 equipes participantes do torneio e a divisão dos estádios em "zonas", de acordo com a permissão de acesso.



O documento, nomeado "Protocolo de Operação de Jogo", tem aprovação da Comissão Médica da FPF e também dos departamentos médicos de todos os clubes envolvidos. Com isso, a Federação enviou ao governo de São Paulo o pedido para que o Paulistão volte no dia 22 de julho, sem público nas arquibancadas.


LEIA TAMBÉM: Atacante do São Paulo entra na mira do Atlético-GO


O campeonato foi paralisado em 16 de março e ainda tem 24 jogos a serem disputados em seis datas – duas rodadas do fim da primeira fase, quartas de final, semifinal e dois jogos das finais.

Veja abaixo alguns detalhes do protocolo:

Divisão em zonas

Os estádios envolvidos nos jogos do Paulistão serão divididos em três zonas: azul, vermelha e amarela, sendo que a azul é a mais próxima do campo de jogo, e a amarela a mais distante.

A zona azul é aquela que compreende todos os locais pelos quais passarão jogadores, comissões técnicas e árbitros: corredores, vestiários, áreas de acesso, túneis, bancos de reservas e o campo de jogo;

A zona vermelha é todo o restante do interior do estádio, que poderá ou não estar ocupado: arquibancadas, área de imprensa, cabines, salas administrativas e operacionais, entre outros espaços;
A zona amarela é fora do estádio, no entorno dele, incluindo tudo que estiver envolvido com a operação do jogo: pontos de acesso e credenciamento, estacionamentos, etc.

Número de pessoas

As pessoas envolvidas em cada parte da operação terão credenciais específicas para o acesso às respectivas zonas. No total, serão menos de 200 profissionais credenciados.

Zona azul: máximo de 101 pessoas, incluindo jogadores, comissões técnicas, árbitros, gandulas, maqueiros, delegados da FPF, médicos e outros envolvidos diretamente no jogo;
Zona vermelha: máximo de 65 pessoas, incluindo bombeiros, diretorias dos dois clubes, funcionários que participam da transmissão da TV, seguranças, equipes de apoio e limpeza, árbitros do VAR, entre outros;
Zona amarela: máximo de 27 pessoas, incluindo policiamento, seguranças, funcionários de manutenção, entre outros.

Limpeza
Cada zona terá um protocolo diferente de higienização. No caso da zona azul, que compreende o campo de jogo, o clube mandante terá de providenciar limpeza completa da área 24 horas antes da partida. Vestiários serão desinfectados e isolados até a chegada das equipes, e todas as áreas que podem ser tocadas com as mãos (até mesmo as traves) também passarão por desinfecção.

Fases do jogo
A operação será dividida em quatro fases. Antes do reinício do Paulistão, os clubes terão de apresentar uma lista com os nomes de todos os funcionários que podem participar dos jogos. Cartazes informativos e dispensadores de álcool em gel serão colocados em diversos pontos dos estádios. O uso de máscara é obrigatório em todas as zonas.


As fases são as seguintes:

Dias que antecedem o jogo: quando serão conferidas as listas de funcionários enviadas pelos clubes, a revisão do estádio quanto aos cartazes informativos e medidas de higiene, além da limpeza e desinfecção das áreas envolvidas na partida;

Pré-jogo: nesta fase, três portões serão liberados, um só para as delegações, outro para os funcionários da transmissão e outras operações, e um terceiro para os demais profissionais. Todos devem entrar de máscaras e terão suas temperaturas medidas na entrada. Os roupeiros e responsáveis pela organização dos vestiários podem chegar três horas antes dos jogos;

O jogo: fase que começa na chegada das equipes e árbitros ao estádio. Haverá distanciamento nos bancos de reservas, e as bolas serão constantemente desinfectadas pelos gandulas. Os jogadores precisarão trocar todo o uniforme no intervalo. Apenas os jogadores em campo, técnicos e trio de arbitragem poderão estar sem máscaras;

Pós-jogo: as delegações deverão aguardar o protocolo de saída em ambiente ao ar livre. A equipe visitante deixará o estádio primeiro, seguida pela equipe mandante e pelo trio de arbitragem. Os clubes voltarão diretamente a seus locais de concentração.



Testes positivos
Se algum jogador, membro da comissão técnica ou funcionário testar positivo para Covid-19, o protocolo será o mesmo aprovado pela FPF para a volta aos treinos, no mês passado. As medidas incluem o isolamento imediato do indivíduo infectado, a análise prévia de quem teve contato com ele e exames em quem teve contato direto por mais de cinco minutos.

São Paulo, Protocolo, Jogos, Retorno, Paulistão,SPFC


VEJA: São Paulo registra B.O. para apurar ato de vandalismo no CT de Cotia

E MAIS: Portimonense pode comprar Júnior Tavares do São Paulo


NOVO PATROCINADOR PRA CAMISA, DANI ALVES E PATO - COMENTARISTA FALA DE MANO MENEZES NO SPFC


TORCEDORES ATIRAM BOMBAS NO CT E POLÍCIA É REFORÇADA. ARTEFATOS FORAM ENCONTRADOS!



Avalie esta notícia: 2 0

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.