publicidade

Washington bate no peito: estou mais calejado no São Paulo



Quando faz gols, o atacante Washington costuma bater forte com a mão no peito. O gesto lembra sua volta por cima, depois de ele quase ter encerrado a carreira em 2003 por conta de um problema cardíaco. Após uma temporada de altos e baixos, ele aposta na experiência acumulada para se dar bem.

"Peguei experiência de clube. Já tenho um ano aqui e pude conhecer a estrutura do São Paulo, toda sua torcida. Estou muito mais calejado, mas a vontade de ser campeão é a mesma", disse o jogador, em entrevista ao site do clube, lembrando que passou por momentos de cobrança da torcida tricolor.

Depois de ser carrasco do São Paulo na Copa Libertadores quando atuava pelo Fluminense, Washington entende, porém, que encerrou a temporada passada em harmonia com os torcedores são-paulinos. Na última partida, ele balançou a rede três vezes e terminou o ano com a marca de 32 gols em 57 jogos.

Os números, na verdade, não movem o jogador. "Não tenho um número de gols (para fazer), pois posso me acomodar ou me decepcionar. Quero fazer sempre mais. Mais do que no ano passado, por exemplo. O mais importante é buscar os títulos. Eu fazendo gols fica mais fácil de isso acontecer", concluiu.

VEJA TAMBÉM
- São Paulo x Cuiabá: onde assistir, horário e escalações no Brasileirão
- São Paulo fecha contrato de três anos e se prepara para anunciar reforço
- SAÍDA DE TITULAR? Clubes interessados em tirar meia do São Paulo na próxima janela


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 15 5

Comentários (4)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.