publicidade

São Paulo bate Santos com redenção de Washington

Depois de três partidas sem vitória, o São Paulo se reabilitou neste domingo no clássico diante do Santos. Com pequeno público no Morumbi, a equipe dirigida por Ricardo Gomes fez 2 a 1 e mostrou melhor futebol, enquanto os santistas aguardam pela chegada de Vanderlei Luxemburgo, prevista para esta segunda-feira. Washington, autor dos dois gols são-paulinos, deixou o campo como herói da vitória.

Poucos minutos antes da partida, o Santos confirmou a ausência de Kléber Pereira, que nem ficou no banco, graças a uma lesão. Serginho Chulapa, o interino, optou por uma formação mais cautelosa, com três volantes. Ricardo Gomes, por sua vez, mandou a campo Hernanes e Richarlyson à frente dos zagueiros e Washington e Dagoberto no ataque. Marlos, que estava machucado, também foi para o jogo.

Com a vitória, o São Paulo se afasta temporiaramente da zona de rebaixamento, enquanto o Santos fica mais perto das últimas quatro posições.

O jogo

Com a bola rolando, o São Paulo mostrou consistência praticamente ao longo de toda a partida, especialmente na primeira etapa. Com 10min, o time da casa já havia chegado três vezes ao gol: a primeira, com Washington cobrando falta perto da área, depois com Marlos chutando por cima em contra-ataque puxado por Dagoberto e ainda em boa defesa de Douglas, em jogada cara a cara com Washington.

O Santos tinha dificuldades em manter a posse de bola e o São Paulo, mais rápido, retomava e armava contra-ataques. Em um deles, aos 15min, Jean desceu bem pelo meio e botou na cabeça de Dagoberto, exigindo boa defesa de Douglas.

Aos 44min, o primeiro gol: Jean lançou, Dagoberto deu cruzamento para Washington ir às redes. Dois minutos depois, o Santos empatou, dando um balde de água frio nos são-paulinos. Germano, da esquerda, botou na área, André Dias não percebeu e Roni apareceu antes de Bosco para finalizar.

Determinado, o São Paulo retornou do intervalo disposto a vencer, enquanto o Santos tinha pouco ímpeto ofensivo. Com 5min, pintou o gol da vitória: bola lançada, Marlos deixou passar e Washington, após finalização de Dagoberto, empurrou para o gol aberto.

Depois, Serginho Chulapa mandou o time para a frente e trocou passes no campo de ataque. A melhor chance só veio no fim, em boa jogada de Madson, que foi prontamente defendida por Bosco.

VEJA TAMBÉM
- Vai sair? Titular comenta possibilidade de transferência para o Cruzeiro
- Zubeldía reconhece desempenho ruim, justifica time no banco e revela lesão
- Cuiabá surpreende, vence São Paulo e derruba invencibilidade de Zubeldía


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 6 4

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.