publicidade

São Paulo vai homenagear professora que imobilizou adolescente de 13 anos autor de atentado em escola

Cinthia (de agasalho) deixa escola após atentado da última segunda (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil) Foto: Lance!

O São Paulo prepara uma homenagem em seu próximo jogo no Morumbi para a professora de 37 anos que imobilizou um adolescente de 13 anos autor de um atentado a faca que deixou uma pessoa morta e quatro feridas em escola estadual da Vila Sônia, zona oeste da capital paulista, bairro vizinho à sede do Tricolor. O caso ocorreu na última segunda-feira (27).

moovbet


Cinthia da Silva Barbosa é ex-jogadora de basquete, professora de educação física e se declarou torcedora são-paulina em entrevista à 'TV Record'.


LEIA TAMBÉM: Sumido, Gabriel Neves pode trocar o São Paulo pelo Fluminense, veja o valor


- Eu não pensei. Eu simplesmente agi, tentei imobilizar o adolescente, sem causar maiores ferimentos. Creio que foi o espírito de proteção, de ver a colega de trabalho ali - disse a professora à emissora.

Câmeras de segurança da escola registraram o momento em que Cinthia entra na sala de aula e consegue imobilizar o estudante. As imagens mostram quando ela força o braço do jovem para baixo e agarra o seu pescoço, dando um golpe conhecido como mata-leão, técnica utilizada em modalidades como judô e jiu-jitsu. Na sequência, outra professora conseguiu retirar a faca das mãos do garoto e também removeu a máscara dele.

Antes disso, o jovem havia esfaqueado pelas costas a também professora Elisabeth Tenreiro, 71, que não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois. Ele foi apreendido e encaminhado para uma unidade da Fundação Casa.

A ação de Cinthia foi chamada de 'ato heroico' pelo secretário de Estado da Segurança Pública paulista, Guilherme Derrite, que esteve no local após o atentado.

moovbet


- Não fosse a atuação dessa professora, essa ação teria sido muito pior - afirmou, ainda na segunda.

A homenagem são-paulina está sendo organizada pelo Departamento Feminino do clube. Cinthia deverá ser levada ao gramado do Morumbi antes do duelo ante o Ituano, marcado para a semana do dia 12 de abril, pelo jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Também está previsto um minuto de silêncio em memória de Elisabeth.

São Paulo, homenagear, professora

VEJA TAMBÉM
- Veja onde assistir São Paulo x Sport pelas oitavas de final da Copa do Brasil
- São Paulo espera ofertas de R$ 80 milhões por Pablo Maia e o vê pronto para o futebol inglês
- Kaká desabafa, critica diretoria e diz o que gostaria de ver no São Paulo: "Queria que andasse junto"


CONFIRA:Ceni revela jogadores que São Paulo tentou contratar e não conseguiu

VEJA TAMBÉM:São Paulo dá prazo para resposta de Luan e vê renovação com pessimismo

E MAIS:Palmeiras ultrapassa São Paulo como terceira maior torcida do Brasil, aponta pesquisa

Avalie esta notícia: 24 1

Comentários (2)
bronze
31/03/2023 17:10:15 charopetacwb

kkkk, mais uma cortinhinha de fumaça pro blogueirinho tentar desviar a atençao, como ele sabe que tem a turminha dos trikas que adoram essas paradas sociais, ai ninguem critica essa diretoria bizarra

e antes que venham os bochechas vermelhas querer lacrar, achei super bacana a iniciativa, mas isso nao faz esquecer que essa diretoria só quer é jogar esse tipo de noticias pra desviar a atençao das sadices que estao fazendo todo dia principalmente com a maior cortina de todas, o mico de tecnico

31/03/2023 16:28:45 Marcos Verissimo

a única coisa que esse time sabe fazer é homenagear alguém porque futebol passou longe nesse timinho apático sem raça sem vontade nenhuma

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
Stake Registre-se