publicidade

Tigre pode perder técnico para Boca Juniors antes de enfrentar SPFC

Técnico do Tigre, Diego Martínez é conhecido na Argentina como "Gigolô"
Imagem: Divulgação Tigre


Adversário do São Paulo na fase de grupos da Copa Sul-Americana, o Tigre corre o risco de perder seu técnico antes da estreia na competição continental, justamente contra o Tricolor, no próximo dia 6.



O Boca Juniors está sem técnico, e o treinador Diego Martínez, do Tigre que encara o São Paulo, é o favorito de Juan Román Riquelme, vice-presidente de futebol do clube xeneize, para ficar com a vaga, segundo apurou a coluna.


LEIA TAMBÉM: Sumido, Gabriel Neves pode trocar o São Paulo pelo Fluminense, veja o valor


O gigante portenho foi atrás de Gerardo "Tata" Martino, que negou a oferta, e agora resolveu adotar o silêncio total na busca do substituto do treinador Hugo Ibarra, demitido na última terça-feira (28).

Boca e Tigre são clubes praticamente coirmãos. Vale lembrar que, na Argentina, a própria final da Sul-Americana de 2012 foi disputada na Bombonera, e não no estádio do Tigre, o José Dellagiovanna, que, com 26.000 lugares, não tinha capacidade mínima para a decisão.

Hoje, além da amizade de Riquelme, que mora perto da sede do Tigre, com os dirigentes do clube, é preciso lembrar també que Mateo Retegui, sensação do Tigre, é jogador formado no Boca, e está emprestado junto ao clube azul e vermelho.

Quem é ele
O técnico do Tigre se chama Diego Martínez tem 43 anos e foi responsável por devolver o Tigre à Série A da Argentina no ano passado. O apelido de "Gigolô" não tem a ver com a definição dos dicionários em português: "homem que vive à custa de amante, geralmente mais velha". O técnico lembra muito um personagem mediático argentino conhecido demais como "Gigolô" (cujo nome é Javier Bazterrica).

Com visual de jogador de pólo e sempre ao lado de mulheres esculturais, Javier foi acusado em 2015 de enganar a irmã de um famoso ator de teatro, que teria lhe repassado indevidamente 5 mil dólares. Hoje, trabalha como DJ nas cidades ao redor de Buenos Aires e continua com seus passos devidamente seguidos pelas revistas e portais de fofocas na Argentina.

O técnico do Tigre, por sua vez, não pode ser acusado de enganar ninguém depois de impor ao River de Gallardo um dos seus maiores vexames recentes.

A experiência de Martínez no Tigre é a sua segunda no futebol profissional. Em 2020, ele treinou o Godoy Cruz, de Mendoza, mas deixou a equipe depois de apenas nove jogos. Com o Tigre desde então, conseguiu construir um time de raça e muito oportunismo.



E para deixar a história ainda mais triste para o River, Martínez começou a carreira justamente nas divisões de base do Boca Juniors — e os dois autores dos gols, Retegui e Colidio, também foram revelados pelo clube xeneize.


VEJA TAMBÉM
- Calleri e Rafinha processam empresa dona do jogo FIFA
- Zubeldía reforça torcida por renovação de lateral do São Paulo
- São Paulo fez uma sondagem por Luciano Vietto, afirma imprensa argentina


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 7 0

Comentários (3)
31/03/2023 15:40:02 L.P 1987 C.V

o técnico já tá fugindo kkkk

31/03/2023 10:37:51 Edynaldo Leite

vai se fuder arrombado

31/03/2023 09:43:37 Elton Jones silva morais

Spfc vai levar uma TACA desse Tigre e o Mico Ceni vai voltar da Argentina MURCHINHO,..

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.