publicidade

Fábio Luciano lembra Ceni no Cruzeiro, diz que técnico precisa mudar atitudes e analisa caso Marcos Paulo

Rogério Ceni vive um momento conturbado no São Paulo. Além da sequência negativa de resultados, o treinador passou por um caso polêmico em que teve desentendimentos com o atacante Marcos Paulo.

O episódio, porém, não é o primeiro que o treinador passou em sua carreira. Em entrevista ao ESPN.com.br, Fábio Luciano relembrou conversa que teve com jogadores do Cruzeiro no período em que Ceni passou pela equipe.

“Eu tinha muitos amigos que jogavam no Cruzeiro naquela época, o Dedé, o Edilson, o Egídio. Eu tive uma conversa com os jogadores do Cruzeiro na época. O Rogério tinha pouco tempo de clube, existia um desgaste muito grande com as lideranças do Cruzeiro, o dia a dia era muito complicado. Falei com todos eles, todo mundo junto, como se fosse uma reunião, porque estava me incomodando um clube como o Cruzeiro, com o elenco que tinha, tinha sido campeão, passar por uma situação daquela. Porque isso se reflete muito em ambiente”, disse.

“O Cruzeiro tinha vários problemas, a gente conversou sobre tudo. Salário atrasado, premiação, relacionamento de diretoria, não era só o Rogério, tanto que culminou no rebaixamento do clube. E a gente acompanhou tudo que aconteceu. E eu pensava: por que esses caras não estão rendendo? Eu tive a curiosidade de entender o que estava acontecendo. A relação não era boa. Tinha um desgaste com as lideranças, a maneira como eram tratados alguns jogadores, o Rogério questionava a idade dos caras, que tinha que rejuvenescer o time, que tinham caras que jogavam muito mais com o nome do que com a capacidade. Eu acho que o Cruzeiro foi uma bomba relógio, administrativo, mas também uma questão de campo”, completou.

Fábio Luciano avaliou os problemas que Ceni vem tendo como uma chance de aprendizado e disse que vê o episódio mais recente como um erro do treinador.

“É um processo de aprendizado. Você erra em um clube, depois tem outra chance em outro. Futebol é isso, gestão humana, sempre aprendendo. Tenho certeza que o Diniz, naquele episódio com o Tchê Tchê aprendeu. Eu acho que o Rogério não aprendeu. Eu respeito demais o Rogério como atleta e como treinador, ele fez um programa com a gente, eu fiquei abismado com o interesse dele em estudar, disse que não repete treinamento. Ele é um cara muito perfeccionista. Mas além disso, tem que ter a gestão humana, tem que saber lidar, entender a personalidade de um jogador, tem jogador que você vai apertar muito que ele vai te entregar, outro que não pode. Isso é relação humana. Você conduz o grupo de uma forma geral, mas as personalidades de forma diferente”, afirmou.

“O Rogério teve um problema no Cruzeiro. Vai no Flamengo, você escuta algo sobre isso. Agora, tem esse episódio no São Paulo. Com relação ao Marcos Paulo, o Rogério errou para caramba. Você pode cobrar, faz parte cobrar, mas tinha que ser uma conversa individual, minha opinião. Expor o problema em grupo para passar o que está acontecendo. Mas a preocupação é particular. ‘Aconteceu esse problema com o Marcos Paulo que eu não gostei, acho que não é correto, a gente é um grupo, temos que tomar cuidado com o que a gente curte na rede social, o que vamos falar em uma entrevista’. Isso de forma geral. Agora, quando você vai cobrar o homem, porque é uma questão de homem, depende da palavra que você usa, é questão de homem para homem”, acrescentou.

Por fim, o ex-zagueiro disse ver a posição de Rogério como ídolo do São Paulo dando respaldo a ele no cargo como treinador, mas com isso podendo ser um fator que pode acabar atrapalhando o prosseguimento do seu trabalho.

“Tem muito isso, ele se sente respaldado por ser o maior ídolo da história. Não sei se não fosse o Rogério se continuaria no São Paulo, se seria mais cobrado. Ele está sendo cobrado agora. É algo que ele construiu, respeito demais, ninguém te dá história. Ele construiu a história ali. Acho que você tem que separar a relação do atleta para o treinador. O que você construiu como atleta vai te respaldar sempre como treinador, como dirigente para sempre? Não vai, são resultados que você vai ter que comprovar com o seu trabalho", avaliou.

"Mas ainda assim eu acho que ainda parte de um processo de aprendizado. O Marcos Paulo também vai aprender com o que ele fez, na hora que ele for curtir alguma coisa, vai pensar duas vezes. E o Rogério também vai aprender na condução. Porque esse problema, junto com resultados ruins, gera um desgaste dentro do elenco. Os jogadores acabaram indo para o lado do Marcos Paulo, o que poderia ter sido evitado”, finalizou.

VEJA TAMBÉM
- Muricy expõe motivos do insucesso de James no São Paulo
- VAI PERMANECER? Titular do São Paulo fala sobre propostas para saída do tricolor
- NÃO JOGA MAIS?? Zubeldía explica ausência de James Rodríguez em sua escalação


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 17 2

Comentários (10)
24/03/2023 11:32:30 Edson Souza

Dos comentários sobre a atitude de ROGÉRIO CENI e MARCOS PAULO, concordo com a Opinião de MAURO CEZAR.

23/03/2023 20:28:08 Miguel Diniz

Não aceito críticas de corinthiano, agora que a situação do São Paulo está péssima esses antes vem por fogo na fogueira, já basta parte da nossa torcida defendendo jogador mimizento.

23/03/2023 16:25:03 Tricolorobservador

Além de ser um eterno aprendiz, é eternamente arrogante!

23/03/2023 15:31:43 caio teles

esse time do cruzeiro era podre só paneleiro.. Tiago neves, egidio, sassa, Fred, rodriguinho..slc mistura dos paneleiros churrasqueiros e dos pregos..derrubaram 4 tecnicos Durante o ano... 3 dessas tranqueiras estao hj no tricolor Rafael, David e Ozerula

23/03/2023 13:29:38 Carlos Sousa

a verdade que com ou sem clima, o trabalho do Rogério é ruim até aqui.

23/03/2023 11:16:57 craftman

Esses paneleiros do Cruzeiro nunca mais renderam em lugar nenhum. Se fosse culpa do Ceni teriam comido a bola em outros clubes.
Thiago Neves nem na mão do Renato gaúcho conseguiu render, simplesmente escorraçaram com ele de lá do Grêmio, de tão bem que tava jogando.

23/03/2023 10:43:11 Petobonit zica

Rogério tem que entender que é um processo ele foi jogador sabe como funciona, mas ele acha que as coisas mudam da água para o vinho, hoje no sp ele faz as mesmo críticas que foi citado na matéria ele tem que acorda para a realidade

23/03/2023 10:35:19 silvio nascimento

o cara defende o jogador que foi contra o comandante e ainda vão apoiar? o RC tem que aprender a ser mais maleável realmente, pois jogar não deixa de ser um lazer, mas quando o jogador recebe mais de 200 mil por mês para realizar sua função o caso muda de história. chega de Mimi no futebol profissional po...a

bronze
23/03/2023 10:34:01 jpsouzajp

Timbora gambá.

Vai questionar a dívida do estádio de voces, pago até agora com dinheiro público

23/03/2023 09:49:16 carlos eduardo ribeiro

mais um curintiano reclamando aqui no site do tricolor! ontem foi o Casagrande, hj ele.... 2 vitórias do são Paulo esses caras vão falar q eh sorte do são Paulo!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.