publicidade

Rogério Ceni lamenta possível saída de jovens 'de graça' do São Paulo

Rogério Ceni lamentou a possibilidade de perder Luizão e Igor Gomes em fim de contrato para 2023. Segundo o treinador, é natural que jogadores deixem o clube, mas não sem deixar recursos financeiros. Em entrevista coletiva após a vitória por 3 a 1 contra o Coritiba, o técnico ainda falou sobre a disputa por vaga na próxima Libertadores e das marcas da derrota na final da Sul-Americana que ainda seguem presentes no dia a dia do Tricolor.



"Encaro [as saídas] como uma coisa normal. Lamento a forma que saem. Era para o clube faturar um bom dinheiro com esses jogadores. O conceito de aproveitar Cotia é gerar receita para os momentos mais difíceis. O que mais lamentamos é um jogador jovem como Luizão, com contrato finalizando em janeiro, saindo livre. O Igor, com contrato acabando em março, podendo sair livre. Lamentamos, porque é através dessa geração de recurso que se consegue montar novos times, contratações, pagar dívidas. É baseado nisso que se investe quase R$ 30 milhões por ano em Cotia", disse o técnico.

Confira os principais trechos da coletiva de Rogério Ceni

G8 e Libertadores 2023

"O planejamento será muito parecido, independente da campanha. Se eu almejo a vaga e quero? Com certeza. Eu quero chegar na posição mais alta que pudermos chegar dentro do campeonato. Hoje são seis equipes que brigam por duas vagas na Pré-Libertadores. E a cada rodada, a cada resultado, teremos um novo parâmetro".

"Almejamos a melhor colocação, o melhor time. Se eu almejo conquistar a Libertadores? Almejo, mas sou realista. Eu vejo que hoje o São Paulo não é favorito para uma conquista de Libertadores. Agora, se pudermos estar lá, e se tornar fortes desde o começo do ano para disputar, é o que estamos buscando".

Rendimento do time
"Se pegar todos os jogos no Morumbi, em todos o São Paulo dessa maneira. Talvez a exceção seja com times muito alternativos. Mas o São Paulo domina quase todos os jogos, tem mais finalizações que o adversário. Fora de casa é que não conseguimos, concordo, exercer este domínio. E até certo ponto é natural. Temos um elenco parecido com grande parte do campeonato. Concordo que o resultado é meio imprevisível. Eu concordo que ninguém aposta no São Paulo em muitos jogos, mas também nunca entrega o São Paulo, não se dá por vencido, até mesmo em jogos grandes, como foi contra o Palmeiras. Somos um time que compete muito. Tem dias que cria muito e faz, outros que cria e não faz. Mas o São Paulo é dominante quase sempre, finaliza mais, cruza mais, normalmente, tem mais escanteios. Nem sempre vencemos, é verdade, precisamos de muitas chances para fazer os gols. Hoje, até o minuto 84 demos poucas chances para o Coritiba. No 84 fomos ceder. Tem que ter uma concentração a mais na bola parada. Mas criamos mais umas três ou quatro chances claras de gol. O time produz".

Paz após derrota na Sul-Americana
"Eu acho que paz não é a palavra certa, mas a frustração fica para a gente. Temos que seguir. Jogamos contra o América-MG e vencemos, o Botafogo não tivemos um resultado bom, apesar de não ter feito um jogo ruim, a chuva atrapalhou muito o que queríamos construir. O Palmeiras pelas circunstâncias foi heroico. Um primeiro tempo bom, com boas oportunidades, mas depois com um a menos e depois com dois a menos. Mas vejo o time tentando jogar bem, fazer o melhor, pressionar o adversário e fazer com que o resultado aconteça. A paz consigo mesmo se refere à frustração que gerou a derrota para del Valle".

Patrick
"O Patrick participa de muitos lances decisivos. Mesmo quando não faz grandes jogos, perde muito a bola e cede contra-ataque... Fisicamente ele ainda pode melhorar, e acho que vai depois de uma pré-temporada, mas ele participa de muitos lances decisivos, fazendo gols, dando assistências, jogadas individuais. Eu digo que o Patrick arrasta muito bem. Não é tanto um jogador de toque de bola, mas faz jogadas como a do segundo gol, parte para cima na força, arrastando e vai".

Projeção de Pontos para Libertadores
"Não sei dizer, gostaria de saber. Nem parei para pensar nisso. Eu preciso viver jogo e pós-jogo. Estamos concorrendo com muita gente. É muito universitário para pouca vaga na faculdade. Precisamos ganhar no domingo. Se a vitória vier, faremos novamente uma análise. Mas é impossível prever com tanta gente disputando a vaga. Precisamos vencer, nem pela pontuação, mas por nós mesmos, precisamos da maior pontuação até o fim do campeonato".

Equilíbrio fora de casa
"São raros... O Palmeiras é equilibrado dentro e fora. Fora isso, os times são desequilibrados. O Coritiba tem 34 pontos, 32 em casa e dois fora. Para todo mundo é mais difícil fora de casa. Não sei se é psicológico, torcida, arbitragem pressionada. Não sei. Até melhoramos, vencemos América-MG e Ceará fora, que nos dá uma esperança de vencer o Juventude, que não tem vencido mas empatado muito em casa e tirado ponto de muita gente. Não sei dizer um fator. Talvez evoluir defensivamente e fora de casa se está mais exposto, as equipes criam mais coragem de atacar você. Temos que nos defender melhor fora de casa, como foi contra o Palmeiras, por exemplo. Jogar como jogamos no Morumbi, mas defender de uma forma mais consistente".

Saída de jovens
"Encaro como uma coisa normal. Lamento a forma que saem. Era para o clube faturar um bom dinheiro com esses jogadores. O conceito de aproveitar Cotia é gerar receita para nos momentos mais difíceis. O que mais lamentamos é um jogador jovem como Luizão, com contrato finalizando em janeiro, saindo livre. O Igor, com contrato acabando em março, podendo sair livre. Lamentamos, porque é através dessa geração de recurso que se consegue montar novos times, contratações, pagar dívidas. É baseado nisso que se investe quase R$ 30 milhões por ano em Cotia".

"Se o Pablo Maia tiver uma proposta extraordinária, é legal pro clube e pro garoto. Mas desconheço qualquer proposta pelo Pablo. Igor e Luizão, acabam os contratos, que eu saiba ainda não houve renovação, então pode acontecer de perdermos esses jogadores".



"O que me frustra como treinador, é que o grupo que eu participei conquistou coisas muito importantes aqui. E talvez me frustra não conseguir entregar os mesmos títulos como treinador. Mas eu sou extremamente grato a estar aqui trabalhando. Eu gosto de trabalhar com garotos, se tiver jogador bom da base, eu prefiro. Eu prefiro valorizar o clube, Cotia, que é o maior investimento do clube nos últimos anos. Se tiver alguém para o time, eu gosto. Mas de repente tenha alguma posição que não esteja pronto em Cotia que tenhamos que contratar, até para trazer uma experiência"

Rogério Ceni, lamenta, possível, saída, jovens, São Paulo

VEJA TAMBÉM
- Zubeldía reforça torcida por renovação de lateral do São Paulo
- São Paulo fez uma sondagem por Luciano Vietto, afirma imprensa argentina
- São Paulo avança às oitavas com vitória sobre Águia-PA graças a Lucas


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 3 1

Comentários (10)
23/10/2022 09:11:37 victor sousa dos santos

So rogerio ceni que lamenta , por que pra mim ja devia tá e longe , luizao ate que nao ,mas esse lombrigomes , nao volte nunca mas

22/10/2022 11:39:56 EDSON SANTOS SILVA

Reflexo de uma mal gestão de diretoria e técnico.

21/10/2022 09:29:56 Jailton Alves

Na copa de 86, no Mexico, o Telê Santana deixou o Jorge Mendonça (Palmeiras) o segundo tempo todo no aquecimento para entrar e não colocou o meia das peppas no jogo. Como o Rogério é aprendiz do Telê vai ver que ele está imitando o professor.

21/10/2022 09:20:02 Kempes

Cotia é o precipício do SPFC, vende Cotia por 300 milhões paga parte da dívida, cria um novo centro de treinamento com containers, o curintia não tem formação de jogadores e veja o tanto de títulos que eles ganharam, porque não fica dando vaga para jogador mimimi, Cotia somente serve para os empresários e diretores ganharem dinheiro, sem retorno financeiro (custo- benefício) e sem retorno futebolístico.

21/10/2022 08:58:56 LUIS GUSTAVO PAIM

Imagina se tivesse perdido. Mano, vcs são muito chatos. Um cara com a vontade de vencer do Ceni, são-paulino e trabalhador, vai deixar um cara de fora se ele estiver bem? Vcs são doentes. Ano que vem, com pré temporada, ajustando o time ao estilo de jogo que ele gosta, vai ser melhor. São Paulo está em reconstrução. Não adianta ficar trocando de treinador. Vcs são todos doentes

21/10/2022 08:46:09 Sergio Gandini

O Mico Ceni é bipolar e demagogo. Ontem sacaneou o Giuliano. E pelo jeito continuará no São Paulo sem perspectiva de títulos e queimando jogadores que não simpatiza..

21/10/2022 08:30:18 renato vieira

Se o Rogério ficar ano q vem, eu no lugar dele pediria pra sair

21/10/2022 08:27:46 renato vieira

O q esse cara fez com o galopo ontem foi muita sacanagem, chamar o cara pra entrar e depois deixar ele d fora e colocar igor gomes foi muita sacanagem. O coitado ficou em pe la com cara d bobo

bronze
21/10/2022 08:22:03 tricolorinterior

V T N C

21/10/2022 08:18:29 alex costa santos

Aproveite a barca e vaza tambem seu pardal

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.