Final única é irreversível e Conmebol banca modelo para próximas edições

Estádio Mario Kempes, Córdoba, Argentina (Imagem: Divulgação/ Prefeitura de Córdoba)

O torcedor são paulino que viajou até Córdoba, na Argentina, para ver a final da Copa Sul-Americana entre São Paulo e Independiente del Valle, teve de lidar com muitos problemas. Desde a distância de mais de 2 mil km entre a capital paulista e a cidade argentina, passando pela pouca oferta de voos, até a falta de vagas em hotéis, ocupados em grande parte por conta dos eventos que aconteceram em Córdoba nos últimos dias — incluindo a Feira do Livro e shows de rock.



Torcedores do Flamengo e do Athletico-PR, finalistas da Libertadores, também estão sofrendo para conseguir acompanhar a decisão em Guayaquil, no Equador, dia 29 de outubro. Mesmo com todos esses problemas, segundo apurou o UOL Esporte, a Conmebol, entidade que rege o futebol na América do Sul, não pensa em rever a política de fazer as finais dos seus dois principais torneios em jogo único.

Basicamente, ter a partida decisiva sendo disputada em uma única cidade permite à Conmebol ter total controle da gestão da final, incluindo venda de ingressos, ativação de marcas dos patrocinadores da entidade e lucros provenientes da operação.

Em finais em jogos ida e volta, a organização das partidas fica com os clubes. E a entidade usa o exemplo de um jogo que teve o Tricolor como protagonista como argumento contra disputar a decisão em dois jogos. Para a Conmebol, a final da Sul-Americana de 2012, vencida pelo São Paulo após o Tigre-ARG se envolver em uma briga generalizada com seguranças do clube paulista e não voltar para o segundo tempo, é um exemplo de que o melhor é ter uma única partida decisiva.

Para agradar os clubes, a Conmebol testou um novo modelo de repartição dos lucros da decisão da Sul-Americana deste ano. São Paulo e Independiente del Valle ficaram com 50% dos ingressos vendidos por cada um dos clubes. Além disso, São Paulo e Del Valle vão ficar com 25% da renda líquida da bilheteria. Este modelo valeu para a Sul-americana, e está sendo estudado pelo Conselho da Conmebol para a Libertadores deste ano.

Os contratos de direitos de transmissão e de patrocínio recém fechados para as competições de clubes também amarram a Conmebol às finais em jogos únicos. Todos os contratos levam em conta uma só partida para decidir o campeão. Nos acordos comerciais, as empresas parceiras fecham para realizar ativações nos três dias que antecedem aos confrontos, quando os finalistas já têm que estar na cidade sede.

Os ciclos dos contratos são diferentes: os de patrocínio são dois anos, 2023 e 2024, mas o de direitos de imagem são quatro anos, até 2026. Mesmo se resolvesse mudar e retornar a uma final em dois jogos, a Conmebol teria que mudar o teor desses acordos, o que não é simples.



O presidente da confederação, Alejandro Dominguez, é o maior entusiasta das finais únicas. No fim de agosto, quando esteve em Guayaquil assinando acordo com o governo equatoriano para a final da Libertadores, que será em 29 de outubro, ele disse que a ideia de mudar também ocorreu para tentar equilibrar as decisões, já que nos dez anos anteriores a 2019 o time mandante do segundo jogo foi o campeão. Campo neutro, para ele, ajudaria nessa questão.

Final, única, irreversível, Conmebol, banca, modelo

VEJA TAMBÉM
- Wellington Rato quer jogar no São Paulo, mas concorrência dificulta negócio
- Jorginho rescinde com Atlético-GO e pode reforçar o São Paulo em 2023
- São Paulo rejeitou atacante em troca de Igor Gomes, diz portal


CONFIRA:Proposta do São Paulo não agrada e artilheiro da Série B fica distante

VEJA TAMBÉM:Especulado em São Paulo e Palmeiras, Mendoza quer salário alto para seguir no Brasil; veja valores

E MAIS:São Paulo quer liberar Pablo Maia no final do ano e tenta convencer clube inglês

Avalie esta notícia: 2 1

Comentários (2)

03/10/2022 19:42:58 Tricolorobservador

Muito fácil, só por os times reservas para disputar a libertadores. Assim eles vão ver que rapidamente o gosto pela competição vai cair e isso afastará até os patrocinadores!

03/10/2022 10:12:32 carlos eduardo octaviano

Tradução,foda-se os torcedores,vai continuar vazio os estádio pq eu encho meu Rabo de dinheiro.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • + Comentadas Fórum

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Paulista

    Sáb - 21:00 - -
    São Paulo
    São Paulo
    Ituano
    Ituano

    Último jogo - Brasileiro

    Dom - 16:00 - de Hailé Pinheiro
    https://media.api-sports.io/football/teams/151.png
    Goiás
    0 4
    X
    São Paulo
    São Paulo
    Calendário Completo
  • publicidade
  • + Lidas

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Palmeiras
    2 Internacional
    3 Fluminense
    4 Corinthians
    5 Flamengo
    6 Atletico Paranaense
    7 Atletico-MG
    8 Fortaleza EC
    9 São Paulo
    10 America Mineiro
    11 Botafogo
    12 Santos
    13 Goiás
    14 RB Bragantino
    15 Coritiba
    16 Cuiaba
    17 Ceará
    18 Atletico Goianiense
    19 Avai
    20 Juventude
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    81 38 23 12 3 66 27 39 VVEVD
    73 38 20 13 5 58 31 27 VDVVV
    70 38 21 7 10 63 41 22 VVVVV
    65 38 18 11 9 44 36 8 EVVED
    62 38 18 8 12 60 39 21 VDDED
    58 38 16 10 12 48 48 0 DVDEV
    58 38 15 13 10 45 37 8 VEDVV
    55 38 15 10 13 46 39 7 VDEVV
    54 38 13 15 10 55 42 13 VEDDV
    53 38 15 8 15 40 40 0 EVVDE
    53 38 15 8 15 41 43 -2 VDVVD
    47 38 12 11 15 44 41 3 DVEDD
    46 38 11 13 14 40 53 -13 EDVDD
    44 38 11 11 16 49 59 -10 DVDDD
    42 38 12 6 20 39 60 -21 DVVED
    41 38 10 11 17 31 42 -11 VVEDV
    37 38 7 16 15 34 41 -7 DDDDV
    36 38 8 12 18 39 57 -18 DDEEE
    35 38 9 8 21 34 60 -26 DDEVV
    22 38 3 13 22 29 69 -40 DDDED
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota
01/12/2022 18:00:43