Aos 23, Diego Costa pode ser capitão mais jovem a liderar São Paulo em um título desde 1994

O posto de capitão de uma equipe geralmente é ocupado pelo atleta mais experiente, com rodagem e títulos na bagagem. Mas nem sempre. No São Paulo, o técnico Rogério Ceni, que utilizou a braçadeira por mais de uma década, a entregou a um jovem zagueiro de apenas 23 anos.



Neste sábado, em Córdoba, na Argentina, Diego Costa poderá se tornar o mais jovem são-paulino a liderar a equipe a um título desde que Bordon, aos 18 anos, foi o capitão na conquista da Taça Conmebol de 1994 – naquele torneio, porém, o São Paulo jogou com o que ficou conhecido como “Expressinho”, uma equipe formada principalmente por jovens criados na base.


LEIA TAMBÉM: Veja onde assistir à final da Sul-Americana entre São Paulo e Del Valle


Às 17h, o time tricolor enfrenta o Independiente del Valle na final da Copa Sul-Americana. O duelo, em jogo único, irá à prorrogação em caso de empate que, se persistir, levará a decisão aos pênaltis.

Há dez anos, quando o São Paulo venceu a Sul-Americana pela primeira vez, a cena de Lucas Moura, então aos 20 anos, erguendo a taça, marcou aquela noite. Daquela vez, porém, o atacante hoje no Tottenham não era o capitão, mas recebeu a missão como homenagem de Ceni por estar se despedindo do clube a caminho do PSG.

"Um capitão nato"
No time atual, o jovem Diego Costa ganhou a responsabilidade de vestir a braçadeira mesmo dividindo campo com veteranos como Miranda, Rafinha, Luciano e Calleri.

Não foi à toa.

– Ele é um capitão nato – disse ao ge Orlando Ribeiro, hoje técnico do Santos, que dirigiu Diego Costa na base do São Paulo.

Ribeiro deu a braçadeira a Diego e, juntos, foram campeões da Copa São Paulo em 2019 – e coube ao zagueiro erguer aquele troféu, gesto que pode ser repetido em Córdoba.

– Fico muito feliz de ter participado da carreira dele. Foi o capitão quando trabalhamos juntos, já tinha esse perfil. É um atleta que a gente vê com muito futuro, ainda é novo – completou Ribeiro.

Diego Costa ganhou as primeiras chances no São Paulo com Fernando Diniz, em 2020 – quando chegou, inclusive, a ser titular. Depois, com Crespo, perdeu espaço. Ceni recuperou o jogador, o transformou em seu principal defensor e, agora, no líder da equipe.

– Acho que ele tem se mostrado bastante maduro. É um cara formado aqui. Acho que conhece bem os valores e a instituição, o que tem sido importante para ele. Deus queira que ele possa repetir outro menino da base, dez anos atrás, que foi o Lucas, e possa levantar esse título – disse o técnico após a vitória sobre o Avaí, no último domingo.

O desejo de Ceni já ocupa a mente do zagueiro, também.

– Eu penso muito nisso, sim. Desde que o juiz apitou no final do jogo contra o Atlético-GO (na semifinal) eu já comecei a pensar nessa possibilidade (de erguer a taça). É um sonho que eu tenho, particularmente, acho que é um sonho de todo torcedor são-paulino – afirmou Diego Costa.

Nos vestiários, é visto com um jogador que exerce sua liderança. Costuma falar com os demais atletas antes dos jogos, algo que fazia antes mesmo de ser tornar capitão. Uma herança dos tempos da base que ele replica no profissional, segundo quem o acompanha.

Em campo, não se esconde. Ganhou muito destaque quando, aos 21, anulou o atacante Jô num clássico contra o Corinthians, no Morumbi. Às vezes, porém, o temperamento se torna explosivo.



– Para o Diego não pode pedir muita calma. Ele é acelerado, mas não é maldoso. É competitivo ao extremo. Mas não pode pilhar muito, tem que tentar deixá-lo mais tranquilo – conta Orlando Ribeiro.

Na temporada, Diego Costa tem 48 jogos, 44 deles como titular. Em maio, renovou contrato com o São Paulo até o fim de 2024. Curiosamente, fará contra o Independiente del Valle seu 100º jogo com a camisa tricolor. Poderá ser o maior deles.


VEJA TAMBÉM
- Wellington Rato quer jogar no São Paulo, mas concorrência dificulta negócio
- Jorginho rescinde com Atlético-GO e pode reforçar o São Paulo em 2023
- São Paulo rejeitou atacante em troca de Igor Gomes, diz portal


CONFIRA:Proposta do São Paulo não agrada e artilheiro da Série B fica distante

VEJA TAMBÉM:Especulado em São Paulo e Palmeiras, Mendoza quer salário alto para seguir no Brasil; veja valores

E MAIS:São Paulo quer liberar Pablo Maia no final do ano e tenta convencer clube inglês

Avalie esta notícia: 7 1

Comentários (1)

01/10/2022 17:51:33 Edilson Pedreiro

Ate o momento nao foram para argentina disputar um titulo

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • + Comentadas Fórum

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Paulista

    Sáb - 21:00 - -
    São Paulo
    São Paulo
    Ituano
    Ituano

    Último jogo - Brasileiro

    Dom - 16:00 - de Hailé Pinheiro
    https://media.api-sports.io/football/teams/151.png
    Goiás
    0 4
    X
    São Paulo
    São Paulo
    Calendário Completo
  • publicidade
  • + Lidas

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Palmeiras
    2 Internacional
    3 Fluminense
    4 Corinthians
    5 Flamengo
    6 Atletico Paranaense
    7 Atletico-MG
    8 Fortaleza EC
    9 São Paulo
    10 America Mineiro
    11 Botafogo
    12 Santos
    13 Goiás
    14 RB Bragantino
    15 Coritiba
    16 Cuiaba
    17 Ceará
    18 Atletico Goianiense
    19 Avai
    20 Juventude
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    81 38 23 12 3 66 27 39 VVEVD
    73 38 20 13 5 58 31 27 VDVVV
    70 38 21 7 10 63 41 22 VVVVV
    65 38 18 11 9 44 36 8 EVVED
    62 38 18 8 12 60 39 21 VDDED
    58 38 16 10 12 48 48 0 DVDEV
    58 38 15 13 10 45 37 8 VEDVV
    55 38 15 10 13 46 39 7 VDEVV
    54 38 13 15 10 55 42 13 VEDDV
    53 38 15 8 15 40 40 0 EVVDE
    53 38 15 8 15 41 43 -2 VDVVD
    47 38 12 11 15 44 41 3 DVEDD
    46 38 11 13 14 40 53 -13 EDVDD
    44 38 11 11 16 49 59 -10 DVDDD
    42 38 12 6 20 39 60 -21 DVVED
    41 38 10 11 17 31 42 -11 VVEDV
    37 38 7 16 15 34 41 -7 DDDDV
    36 38 8 12 18 39 57 -18 DDEEE
    35 38 9 8 21 34 60 -26 DDEVV
    22 38 3 13 22 29 69 -40 DDDED
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota
01/12/2022 17:34:28