OPINIÃO: No estádio Mario Kempes, São Paulo vai precisar evocar espírito de Chicão

Chicão afasta Mario Kempes no Brasil x Argentina de 1978
Imagem: Reprodução web


Quem conhece o futebol dos anos 1970 certamente entendeu a analogia do título. Para os mais jovens, a coluna conta agora por que faria bem ao São Paulo suar a camisa hoje (1º) na final da Copa Sul-Americana, contra o Independiente de Valle, no Estádio Mario Kempes, em Córdoba (Argentina), como o seu histórico volante fazia.



Copa do Mundo de 1978, Argentina. O cruzamento das chaves do triangular da segunda fase determinou que Argentina, Brasil, Polônia e Peru decidiriam um lugar na finalíssima, com óbvio favoritismo para os azuis e brancos.


LEIA TAMBÉM: Veja onde assistir à final da Sul-Americana entre São Paulo e Del Valle


Ambos começaram bem: o Brasil fez 3 a 0 no Peru e a Argentina bateu a Polônia por 2 a 0, partida em que a estrela de Mario Kempes começou a brilhar no Mundial (os dois gols foram dele). A segunda rodada da fase semifinal colocou Argentina e Brasil frente a frente no gramado do Gigante de Arroyito, em partida que ficaria conhecida com o inevitável apelido de "Batalha de Rosário".

Disputado na gelada noite de 18 de junho de 1978, o clássico foi, de fato, um festival de pontapés —ainda que alguns de seus personagens se recordem do duelo como um típico Argentina x Brasil, e nada muito além disso. "Um jogo desses sempre vai ser pegado", diz Pato Fillol. "A partida foi muito dura, mas não aconteceu nada de anormal ou chocante."

Do outro extremo do campo, Leão viu mais ou menos a mesma coisa: "Um jogo duro entre dois grandes rivais, mas não uma batalha", resume o arqueiro do Brasil. "Comparado ao que se já se viu em outras partidas, aquilo foi um Xangri-Lá."

Só tipos duros como Fillol e Leão seriam capazes de minimizar a rispidez das divididas daquele embate. A escalação do volante Chicão pelo técnico Cláudio Coutinho costuma ser citada como um sinal mais do que evidente do que se esperava no clássico.

Um dos jogadores mais temidos de uma década marcada por um futebol muito mais bruto que o atual, o bigodudo do São Paulo era capaz de colocar até o capeta para correr. O xerife de Piracicaba grudou em Kempes e anulou o artilheiro da Copa.

Outro duelo particular foi travado por Luque e Oscar. O argentino desferiu uma cotovelada no zagueiro brasileiro quando a partida mal havia começado. Oscar retribuiu na mesma moeda e avisou: "Se der mais uma, te quebro".

Com exceção do variado cardápio de pancadas, o jogo pouco ofereceu à torcida que lotou o estádio do Rosario Central. Roberto Dinamite teve uma chance de ouro para marcar, mas parou em Fillol; Ortiz também desperdiçou bela oportunidade para os argentinos, e foi só.

O empate sem gols deixava os rivais empatados na tabela e adiava a definição da vaga na final para a rodada derradeira daquela fase. O Brasil, ainda invicto, pegaria a Polônia em Mendoza, enquanto a Argentina permaneceria em Rosário para encarar o Peru. E o general Videla não se limitaria a torcer da tribuna.

Este foi um trecho do livro "Copa Loca", que escrevi com os amigos Giancarlo Lepiani e Celso de Campos Jr. A obra narra em detalhes as participações da Argentina nos Mundiais e foi lançada no Brasil pela editora Garoa Livros.



Sobre a final de hoje, interessante ver se o São Paulo vai manter a tradição de se dar bem em decisões em jogo único (como no tri mundial contra Barcelona, Milan e Liverpool).

E também no Brasileirão de 1977, contra o Atlético-MG, estrelando...

...Chicão.

VEJA TAMBÉM
- Wellington Rato quer jogar no São Paulo, mas concorrência dificulta negócio
- Jorginho rescinde com Atlético-GO e pode reforçar o São Paulo em 2023
- São Paulo rejeitou atacante em troca de Igor Gomes, diz portal


CONFIRA:Proposta do São Paulo não agrada e artilheiro da Série B fica distante

VEJA TAMBÉM:Especulado em São Paulo e Palmeiras, Mendoza quer salário alto para seguir no Brasil; veja valores

E MAIS:São Paulo quer liberar Pablo Maia no final do ano e tenta convencer clube inglês

Avalie esta notícia: 10 0

Comentários (3)

01/10/2022 14:06:37 Anderson Medeiros

Oscar e Chicao, lenda!!!!!Sao Paulo 50 anos sem um cabeca de area tipo Chicao e sem zagueiro do nivel de Oscar. Só bundas moles e pes de rato que chegaram depois deles. Por isso esta nessa traga, so levando ferrada!!!!!!

01/10/2022 13:03:09 Luiz Caniza

Nesse jogo precisavam de uma cara aguerrido. E foi Chicão

01/10/2022 12:07:11 Fabio Resende

Po, esse é o espirito. Respeitar, lealdade,+ porrada. Não tem essa, o bigodao pões pra correr, uns2 hermitos,que se acham + homem que os outros. E é essas, jogar duro, brigar pela vitoria e não deixar de brigar pelo titulo, pois essa torcida que empurra e se doa pelo clube merece. Não consigo ir+a família Tricolor estará lá, com certeza. Muito axé meu São Paulo

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • + Comentadas Fórum

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Paulista

    Sáb - 21:00 - -
    São Paulo
    São Paulo
    Ituano
    Ituano

    Último jogo - Brasileiro

    Dom - 16:00 - de Hailé Pinheiro
    https://media.api-sports.io/football/teams/151.png
    Goiás
    0 4
    X
    São Paulo
    São Paulo
    Calendário Completo
  • publicidade
  • + Lidas

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Palmeiras
    2 Internacional
    3 Fluminense
    4 Corinthians
    5 Flamengo
    6 Atletico Paranaense
    7 Atletico-MG
    8 Fortaleza EC
    9 São Paulo
    10 America Mineiro
    11 Botafogo
    12 Santos
    13 Goiás
    14 RB Bragantino
    15 Coritiba
    16 Cuiaba
    17 Ceará
    18 Atletico Goianiense
    19 Avai
    20 Juventude
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    81 38 23 12 3 66 27 39 VVEVD
    73 38 20 13 5 58 31 27 VDVVV
    70 38 21 7 10 63 41 22 VVVVV
    65 38 18 11 9 44 36 8 EVVED
    62 38 18 8 12 60 39 21 VDDED
    58 38 16 10 12 48 48 0 DVDEV
    58 38 15 13 10 45 37 8 VEDVV
    55 38 15 10 13 46 39 7 VDEVV
    54 38 13 15 10 55 42 13 VEDDV
    53 38 15 8 15 40 40 0 EVVDE
    53 38 15 8 15 41 43 -2 VDVVD
    47 38 12 11 15 44 41 3 DVEDD
    46 38 11 13 14 40 53 -13 EDVDD
    44 38 11 11 16 49 59 -10 DVDDD
    42 38 12 6 20 39 60 -21 DVVED
    41 38 10 11 17 31 42 -11 VVEDV
    37 38 7 16 15 34 41 -7 DDDDV
    36 38 8 12 18 39 57 -18 DDEEE
    35 38 9 8 21 34 60 -26 DDEVV
    22 38 3 13 22 29 69 -40 DDDED
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota
01/12/2022 17:23:36