publicidade

[ENQUETE] Você quer que o SPFC se torne clube empresa? Veja as possibilidades

0 0 0
O que é preciso para um clube como o São Paulo tornar-se empresa? Quais são os prós e contras dessa transformação para o tricolor paulista? O SPFC.Net trará uma série de matérias sobre o assunto que ganha cada dia mais repercussão. Vamos falar como funciona o processo para o tricolor se transformar em uma SAF, se vale à pena e se o tricolor pode u não ser vendido para investidores árabes.

Você tem dúvidas sobre o SPFC se tornar clube empresa ou separar o futebol do social? Manda pra gente nos comentários que a gente te responde com matérias bem detalhadas e explicadas em um linguajar bem fácil! Veja todos os detalhes abaixo.



Não quer ler essa notícia e prefere assistir? Então assista ao vídeo abaixo do nosso canal.



É preciso que o clube deixe de ser uma associação, cujo objetivo inicial é participar de um clube social, usar suas piscinas, quadras de tênis e salões de festa, e passar a ser uma entidade que tenha como atividade básica a prática do futebol profissional.

Não era impossível fazer essa transição. Mas ela ficou relativamente mais simples com aprovação da chamada Lei da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) que, após ter alguns artigos vetados pela Presidência da República, foi reanalisado pelo Senado Federal nesta semana.

Após a derrubada de alguns dos vetos, enfim temos o desenho final da lei que vai reger – pelo menos por enquanto – o processo de transformação das associações em empresas.

A lei tem diversas falhas, ou melhor, diversas interferências nas relações entre alguns stakeholders do segmento. Mas também traz alguns elementos que passam a tornar interessante que uma associação se transforme em empresa. No final, para quem quiser fazer do jeito certo e transparente, basta ignorar as interferências e utilizar os elementos corretos. Este deve ser o tom de quem conduzirá os processos vencedores daqueles que ficarão pelo caminho.

Para tratar do tema, vou pular aquela parte em que sempre digo que ser empresa ou associação é irrelevante, desde que a estrutura de gestão seja desenhada de forma a privilegiar um modelo corporativo e não um modelo político de acordos e acomodação de grupos. Vamos então tratar a lei considerando seus impactos positivos. Afinal, algumas associações terão interesse em fazer essa transição de maneira justa.

Antes de mais nada, resumindo a parte positiva, podemos dizer que o fato de ter uma carga tributária próxima à das associações é algo que tende a incentivar a mudança. Ao se transformar em SAF, a associação passa a pagar 5% de impostos sobre as receitas totais (exceto aquelas com negociação de atletas) e isso é pouco superior ao que as associações pagam hoje. Pronto, temos dois modelos distintos que podem ser adotados sem alterar a competitividade.



Um problema que permanece é o veto aos itens de transparência e governança. Originalmente, as SAFs deveriam apresentar detalhamento sobre os cotistas que participam do controle acionário do clube a partir de fundos de investimento. A lógica é evitar que um mesmo cotista seja controlador de vários clubes. Vetar essa possibilidade abre espaço para que isso ocorra. Paciência. Mas isso não significa que os futuros acionistas não possam fazê-lo por vontade própria. Basta fazer o certo.

Outro tema que foi mantido o veto era o da criação das Debêntures-fut, que eram títulos de dívida específicos para financiar o futebol, com incentivos fiscais. Francamente, é algo completamente inútil. A ideia era criar uma fonte de captação que permitisse maior retorno ao investidor e prazos mais longos de pagamento para os clubes. Bobagem. O que cria mercado não são essas artificialidades, mas sim empresas e setores bem estruturados, com baixo risco regulatório e segurança jurídica. Tudo que o futebol ainda não tem. Logo, as Debêntures-fut seriam um instrumento inócuo.

Mas como é possível aproveitar o que foi aprovado para a criação da SAF?
É preciso pensar em fases dessa transformação. Assim como fazer de uma empresa familiar uma estrela das Bolsas de Valores, sair do modelo político associativo para um modelo corporativo demanda tempo, estratégia e apoio de gente especializada.

Qual é o primeiro passo para se tornar empresa?
O primeiro processo é separar internamente clube social e futebol. E essa separação pode ser meramente gerencial, mas transparente o suficiente para definir o tamanho e as características do que será a futura SAF. A partir daí entra a segunda parte, que é identificar todas as dívidas, especialmente aquelas que estão escondidas debaixo do tapete. Esta fase é fundamental, mesmo que isto signifique um aumento brutal do endividamento, pois esta é uma informação que qualquer interessado em investir na SAF vai querer saber.

Com base nisso é possível discutir um processo de reestruturação dos passivos. Mas sem usar a premissa pouco ajuizada que a Lei da SAF apresenta, que é a de fazer transferências de ativos e passivos sem consultar os credores. Não funcionará. Além de ser desleal com quem financiou o clube até hoje, há riscos de judicialização que podem paralisar o processo. Portanto, ser transparente com credores é necessário.

Com isso já é possível separar os ativos, passivos, as fontes de receita do futebol e entender qual é o real potencial do negócio. Quando isso ocorrer é possível que algumas realidades venham à tona: seja mostrar que os clubes sociais precisam repensar suas atividades, seja verificar que o futebol é uma atividade insustentável para muitos clubes. Ao menos na forma como estão sendo geridos.

Mas e o modelo de gestão? Não se altera?
Depende. Se a ideia é criar a SAF e negociá-la, então o ideal é que o comprador tenha a liberdade de organizar a estrutura como melhor lhe convir. Uma estrutura básica de funcionários e funções pode estar presente, mas cada comprador terá seu modelo.

Agora, se a ideia é apenas separar os negócios, então será necessário desenhar um modelo corporativo para a SAF, que inclui necessariamente o fim dos conselhos deliberativos, transformados em conselhos administrativos, com profissionais e funções claras, e de preferência com presença relevante de membros independentes.

Depois, é fundamental construir uma estrutura de gestão completamente profissional e baseada em planos estratégicos e remunerada por metas. Profissionais de mercado, com experiência real e não com a ultrapassada ideia do “cheiro da grama”. Deixe isto para os observadores do clube que buscam atletas pelo mundo. Na gestão, vale o conhecimento.




Quais são os prós e contras dessa transformação?
Cuidado: seu clube pode falir!
Uma das novidades que a lei da SAF nos traz é a da possibilidade dos clubes, mesmo as associações, pedirem recuperação judicial (RJ), que é uma forma organizada de reestruturar suas dívidas. Muito bom, mas ao poder pedir RJ o clube também fica sujeito a ter um pedido de falência feito por um credor. E as regras de RJ podem levar a situações incontroláveis e consequências duras para os clubes. Portanto, atenção, porque aqui há riscos para os clubes, mas boas oportunidades para os credores, se eles conseguirem se organizar.

No final, nenhuma associação precisa virar SAF para ser negociada. Elas podem simplesmente optar pelo modelo para se organizar como empresa. Isto poderia atrair investidores, mas certamente força um processo de profissionalização e organização, dados todos os riscos embutidos.

SPFC, SÃO PAULO FC, CLUBE EMPRESA, SAF, INVESTIDORES ÁRABES, SPFC COMPRADO, SPFC VENDIDO, #SEPARASAOPAULO, SEPARAR CLUBE DO FUTEBOL, PROFISSIONALIZAÇÃO

VEJA TAMBÉM
- Após Vitor Bueno, São Paulo e Pablo acertam rescisão; clube fica com percentual do atacante
- ADEUS! Vitor Bueno assina rescisão e deixa o São Paulo após duas temporadas e meia
- URGENTE: Soteldo bate o pé, nega Tigres e contrato e quer jogar no Brasil


CONFIRA:URGENTE: Soteldo bate o pé, nega Tigres e contrato e quer jogar no Brasil

VEJA TAMBÉM: Rogério Ceni cobra novos reforços à diretoria em coletiva: precisamos de mais reforços

E MAIS: São Paulo recusa proposta de R$ 54 milhões por Gabriel Sara; veja detalhes

URGENTE: SOTELDO NEGA TIGRES E QUER VIR PARA O BRASIL. CENI EXCIGE REFORÇO EM COLETIVA PÚBLICA HOJE


Avalie esta notícia: 33 1

Comentários (36)

02/12/2021 22:40:50 Marco Antonio Seabra Júnior

#foraceni

02/12/2021 22:13:07 Felipe Cunha

Esta é a unica esperança, antes de virar a Portuguesa ou o Cruzeiro. Se continuar assi.Série B b ano que vem é uma certeza.Apos o jogo de hoje contra o grêmio ficou bem claro qual será o futuro do SPFC.De chamado soberano,a pé de pano! Vergonha,vergonha,vergonha.....Diretoria sem vergonha,dirigentes sem vergonha,time sem vergonha,presidente sem vergonha! Vergonha,e mais vergonha para o torcedor. Queria que tivesse caido ja este ano! So assim tera vergonha na cara igual o palmeirinha e curintia!

02/12/2021 21:51:15 Michael Tolini

Sim, com certeza, e fechar cotia também porque de lá só saem água de salsicha!!

02/12/2021 21:49:11 Michael Tolini

Com toda a certeza do mundo, já venho a um tempo dizendo isso!!

02/12/2021 18:59:12 L.P 87

Sim.

02/12/2021 18:46:45 ALAIDE santos

Se realmenye os Árabes compracem o São Paulo F C seria a gloria,só assim esses bandidos paravam de roubar o clube e ai seriamos competitivos contra Flamengo,Palmeira e Atletico Mineiro!!!

02/12/2021 17:53:37 Paulo Monteiro de Mello

Um monte de conselheiro e diretores vagabundos vão querer perder a mamata???

02/12/2021 17:50:12 Willian Soriano de Macedo

Seria a salvação

02/12/2021 17:30:50 Tiago Honorio

São paulo city kkk

02/12/2021 17:05:18 Alison S.P

Sim melhor que si torna um cruzeiro

02/12/2021 16:38:47 Otavio Teixeira Souza

com certeza

02/12/2021 16:09:44 alexandre neto

Pelo menor assim da pra competir com o flamengo e palmeiras

02/12/2021 16:09:12 diogenestorres

Para ontem isso ai!

02/12/2021 15:18:50 Marcelo Leonardo

Demorou manda bala , vamos quebrar as pernas de flamengo e palmeiras.

02/12/2021 15:03:26 LUIZ MIRA

Sim o Sao paulo nao pode ser o último a fazer isto vamos ficar para traz

02/12/2021 15:02:30 LUIZ MIRA

Sim ta na hora

02/12/2021 15:01:30 Leonardo Souza

Olha o Cruzeiro já virou clube empresa se o Júlio Casares abrir os olhos São Paulo pode fechar as portas e valir isso é uma realidade do clube que eu vejo

02/12/2021 15:01:20 David Felix

Com certeza, o tricolor passaria a pagar suas contas em dias e não teria tanta rivalidade entre os seus sócios pra ver quem mais faz falcatruas nas contas do tricolor.

02/12/2021 14:48:08 Odair Nunes

Ai torcedores do tricolor vamos pressionar esses conselheiros ladrões a mudar o estatuto pra virar empresa.

02/12/2021 14:45:54 Odair Nunes

Gostaria

02/12/2021 14:44:06 Orlando Alexandria

Lógico

02/12/2021 14:43:28 Wellington Antonio da Silva

Ckm certeza sim

02/12/2021 14:41:52 Edson Pessoa

Claro que sim senão o nosso São Paulo vai virar uma Portuguesa da vida , vai acabar falindo

02/12/2021 14:29:54 Evodio Augusto Santos

Sim. Pois chega destes velhos, sugarem o tricolor. É o mundo em desenvolvimento. Não a estes arcaicos.

02/12/2021 14:26:04 Jailton Alves

Esses conselheiros jamais irão mudar o estatuto do clube para ser administrado por uma empresa, pois, eles querem está tomando as decisões, mesmo errada e destruindo o clube, mas não querem perder o status de CONSELHEIROS DO SÃO PAULO.

02/12/2021 14:22:06 #brincando com João

Com certeza será a única maneira do tricolor existir. Pois com essas administrações levarão ao fundo do poço, pois até agora não estou vendo nada de profissionalismo nessa gestâo

02/12/2021 14:20:09 Will Santos

Sim

02/12/2021 14:19:31 Sergio Ferro

Sim, única maneira de crescer as dívidas. Investir em jogadores que venham para jogar. Chega de meia boca.

02/12/2021 14:17:55 Arnaldo Nascimento

Sim

02/12/2021 14:17:38 Ubiratam Ferreira de Araújo

Sim, queremos times, Titulos, nao importa de que geito chega de passa vergonha

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • publicidade
  • + Comentadas Fórum

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Paulista

    Qui - 21:30 - Brinco de Ouro da Princesa -
    Guarani Campinas
    Guarani Campinas
    São Paulo
    São Paulo

    Último jogo - Brasileiro

    Qui - 21:30 - Raimundo Sampaio
    https://media.api-sports.io/football/teams/125.png
    America Mineiro
    2 0
    X
    São Paulo
    São Paulo
    Calendário Completo
  • publicidade
  • + Lidas

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Atletico-MG
    2 Flamengo
    3 Palmeiras
    4 Fortaleza EC
    5 Corinthians
    6 RB Bragantino
    7 Fluminense
    8 America Mineiro
    9 Atletico Goianiense
    10 Santos
    11 Ceará
    12 Internacional
    13 São Paulo
    14 Atletico Paranaense
    15 Cuiaba
    16 Juventude
    17 Grêmio
    18 Bahia
    19 Sport Recife
    20 Chapecoense-sc
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    84 38 26 6 6 67 34 33 EVVVD
    71 38 21 8 9 69 36 33 EVEDD
    66 38 20 6 12 58 43 15 DEVEV
    58 38 17 7 14 44 45 -1 VDVDV
    57 38 15 12 11 40 36 4 VDVED
    56 38 14 14 10 55 46 9 DEDDV
    54 38 15 9 14 38 38 0 VVDDV
    53 38 13 14 11 41 37 4 DEVEV
    53 38 13 14 11 33 36 -3 EVVVV
    50 38 12 14 12 35 40 -5 DVEVE
    50 38 11 17 10 39 38 1 EVDED
    48 38 12 12 14 44 42 2 DDEDD
    48 38 11 15 12 31 39 -8 EVDVD
    47 38 13 8 17 41 45 -4 EDVEE
    47 38 10 17 11 34 37 -3 EDDVE
    46 38 11 13 14 36 44 -8 EVDDV
    43 38 12 7 19 44 51 -7 EDVEV
    43 38 11 10 17 42 51 -9 VDDVD
    38 38 9 11 18 24 37 -13 VDEVE
    15 38 1 12 25 27 67 -40 DDDDD
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota
27/01/2022 00:20:27