publicidade

Com a camisa 1 na Libertadores, Fabiano comemora bom ano

Jogador defendeu de forma brilhante o Toledo no Campeonato Paranaense e foi inscrito com a camisa 1 na vaga de Rogério na Libertadores

O goleiro Fabiano chegou ao São Paulo como promessa, mas hoje é já uma realidade mais do que comprovada no Campeonato Paranaense desse ano. O jovem defendeu o Toledo no estadual, e dentre várias ótimas apresentações pegou até três pênaltis durante o torneio. O jogador, um dos líderes da equipe parceira do Tricolor, acredita que voltou muito mais preparado para enfrentar os desafios que possam aparecer.



"Ter ido para o Paraná foi bom, serviu como uma boa experiência pelo fato de nunca ter jogado uma competição completa como profissional. Acho que fui bem, foi um campeonato que apesar do nosso time ser novo nós demos trabalho. Graças a Deus tive uma boa atuação, apesar de achar que poderia ter sido melhor, mas deu pra tirar um bom proveito", afirmou.



Ao voltar para o Tricolor, o arqueiro teve uma grande surpresa: com a lesão de Rogério Ceni, o jovem foi inscrito na Libertadores com a camisa 1, o que trouxe uma grande responsabilidade para Fabiano, que terá que vestir na competição mais importante das Américas a camisa de seu ídolo.



"Apenas por estar inscrito na Libertadores já é um objetivo alcançado. Pra mim, é um privilégio usar a camisa de um cara que é meu ídolo. Sei que foi por uma infelicidade, mas a oportunidade apareceu. Estou tentando encarar da melhor forma possível, pois sei que quando ele voltar a camisa será dele novamente", completou.



Apesar da responsabilidade e do peso de sua vestimenta na Libertadores, Fabiano acredita que está pronto para corresponder à altura se for utilizado. O jogador já atuou uma vez com os profissionais, no Brasileirão de 2007, quando defendeu uma penalidade do Fluminense em pleno Maracanã, e sabe que tem a confiança dos torcedores.



"Pra estar aqui, o jogador tem que estar preparado pra qualquer tipo de situaçãio. É um clube grande, quando contrata alguém o atleta já tem essa consciência de que é pra jogar. Independente da situação, do momento, tenho que dar conta do recado e jogar da melhor maneira possível", finalizou.

VEJA TAMBÉM
- Meia argentino é oferecido ao São Paulo e tem preferência declarada
- Calleri e Rafinha processam empresa dona do jogo FIFA
- Zubeldía reforça torcida por renovação de lateral do São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 12 8

Comentários (1)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.