publicidade

Diniz vive melhor versão no Brasileiro com o São Paulo de 2020

0 0 0
Fernando Diniz em treinamento do São Paulo — Foto: Erico Leonan / saopaulofc.net

O Fernando Diniz que comanda o São Paulo no Brasileiro de 2020 é a melhor versão do treinador na elite do futebol brasileiro. Apesar das crises constantes e críticas recorrentes, Diniz tem hoje o seu melhor aproveitamento na Série A desde que chegou à primeira divisão, quando dirigiu o Athletico-PR em 2018.



No torneio deste ano, o São Paulo tem 14 jogos e 61,9% de aproveitamento, o que dá ao time a quarta colocação no Brasileiro, com 26 pontos – e com dois jogos a menos na tabela.


LEIA TAMBÉM: Presidente do River nega proposta do São Paulo por atacante Matías Suárez


É, também, um aproveitamento superior ao do São Paulo nos últimos 11 Campeonatos Brasileiros. Só em 2009, ano do hexacampeonato, o time terminou o torneio com índice maior, 66%.

Até chegar ao São Paulo, em setembro de 2019, Diniz havia fracassado no Brasileiro.

Foram duas experiências com resultados decepcionantes. Primeiro, com o Athletico, fez 12 jogos no primeiro turno de 2018 com apenas duas vitórias – aproveitamento de 25%. Com Tiago Nunes, o time se recuperaria na temporada e venceria, no fim do ano, a Copa Sul-Americana.

No ano seguinte, iniciou o campeonato no comando do Fluminense. Durou 14 partidas, com três vitórias – 28% de aproveitamento. Os cariocas terminaram o Brasileiro na 12ª posição.

Esse histórico não impediu o São Paulo de contratá-lo logo após a demissão de Cuca. No Morumbi, o desempenho melhorou significativamente.

Diniz esteve à frente do time em 16 jogos no Brasileiro de 2019, com sete vitórias, quatro empates e cinco derrotas – 52% de aproveitamento. Os resultados levaram a equipe à classificação para a fase de grupos da Libertadores, mas não evitaram questionamentos ao trabalho do treinador.

Neste ano, Diniz tem convivido com períodos de calmaria e outros de pressão extrema. Se manteve bom aproveitamento no Brasileiro, o São Paulo sofreu derrotas frustrantes em outros campeonatos.

No Paulista, foi eliminado pelo Mirassol nas quartas de final. Na Libertadores, ainda que falte uma rodada, já está eliminado e não avançará às oitavas de final – pode ficar com a consolação de terminar em terceiro lugar no grupo e disputar a Copa Sul-Americana.

Essas duas eliminações quase custaram o emprego de Diniz, mesmo em boa posição no Brasileiro. A última, na Libertadores, obrigou o treinador a mudar a escalação que ele insistia em utilizar apesar dos claros problemas defensivos.

Neste sábado, contra o Grêmio, às 21h (de Brasília), no Morumbi, o São Paulo tenta se reaproximar dos líderes. Atlético-MG, Flamengo e Internacional têm 31 pontos cada.



O treinador deve repetir a maior parte do time que o ajudou a se manter no cargo com vitórias sobre o Atlético-GO e o Palmeiras e o empate com o Fortaleza pela Copa do Brasil. Igor Vinícius, com uma contratura, está fora do duelo.

O time provável tem: Tiago Volpi; Tchê Tchê, Diego Costa, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Gabriel Sara e Igor Gomes; Luciano e Brenner.

São Paulo, Diniz, Brasileiro, 2020, SPFC

VEJA: Veja como está a recuperação de Rojas após dois anos sem entrar em campo

CONFIRA:
Justiça pode reabrir inquérito contra presidente do Conselho do São Paulo

SPFC MONITORA MERCADO ATRÁS DE REFORÇOS APÓS LESÕES LOTARAM O DM


Comentários (15)

17/10/2020 17:17:11 Aparecido Budé

A torcida reclama tanto que melhor seria é o São Paulo esta na zona de rebaixamento. O povo chato dos infernos

17/10/2020 13:36:53 filipesousa

Esse pardal fracassado destruiu nossa defesa, todo jogo a gente toma gol, incompetente isso sim!

17/10/2020 12:47:20 RobertRedford

Esse é o grande problema, o trabalho do Diniz vive de fases, não de consistência, espero que seja constante agora, pois o torcedor merece.

17/10/2020 13:35:27 Sergio Gandini

Verdade Wesley, o tricolor só esta nest situação de tanto a yorcida exigir tais modificações e tb porque se não mexece no time seria Demitido, se tivesse feito isto por capacidade própria não yeriamos perdido pelo Bragantino e pelo River, portanto é um técnico de segunda divisão medalha de bronze, fraquíssimo para o São Paulo. A partir de 2021 e Rogério Ceni o melhor dos melhores.

17/10/2020 13:30:58 F L G

Com o elenco que o Diniz tem, já passou da hora de jogar no 3-5-2, assim com o Daniel Alves na Ala Direita não teria mais nenhum questionamento sobre ele no meio de campo, e dependendo do jogo ele pode jogar pelo meio, mesmo estando na ala. Na Ala esquerda Reinaldo ou Léo de acordo com o adversário. Arboleda, Diego e B Alves na zaga. No meio Luan ou Tchê tchê (dependendo do adversário), Sara e Igor Gomes ( V Bueno como opção). E no ataque Brenner e Luciano, tendo opções como Bóia, Toró, Helinho, Pablo, Trelez, etc para fazer variações táticas de acordo com o adversário e o andar do jogo, mas. .....

17/10/2020 13:00:51 Izael Nunnyz

Pra ganhar o Daniel tem q ir pra lateral. A carreira toda dele foi como lateral e pq agora ele quer ser meia? Jogando no meio é menos um.

17/10/2020 12:46:54 armando scalabrini

FORRRRRAAAAA DINIZ TECNICO DE M...

17/10/2020 12:36:04 F L G

Tinha que ser melhor mesmo, porque, sem menosprezar o Atlhetico e o Fluminense, o elenco do SPFC é melhor e tem mais opções, mas mesmo assim não convence e em jogos eliminatórios, de mata-mata, não sabe se impor e vencer. Falta muito para o Diniz ser um bom técnico e estar a altura do Tricolor.

17/10/2020 12:30:21 Alex Bruno Barros Santos

Depois que Igor Gomes, Gabriel Sara, Luciano e Brenner se entrosar vai ser difícil segurar esse quarteto! Pode apostar.

17/10/2020 11:25:34 Wesley.BH

Melhor fase dele com a intervenção da diretoria, exigindo a entrada de Luan e Bruno Alves, senão já teria caído

17/10/2020 12:12:20 Lucas Kisil

Acho difícil de o Fernando Diniz cair hoje a nao ser que perca de 4x0 no Morumbi ai pode ser que demitem ele mas como ten eleição daqui 2 meses e bem provável que ele continue no cargo

17/10/2020 12:00:56 Arthur Petterson

Agora ta dando gosto de ver o time jogar. Mas acho que a melhor escalação seria um 3-5-2 ofensivo com Dani Alves aberto na direita

17/10/2020 11:57:57 Wilson Monteiro MW

fora diniz precisamos de um técnico de verdade vc nao serve pra ser técnico do sp ja provou isso e ainda tem gente que defende esse cara

17/10/2020 11:52:42 Samuel Vilar

Se Dani for pra lateral, finalmente teremos um lateral direito. O último foi o Cicinho de 2004-2006.

17/10/2020 11:27:09 Eurico Xavier

Daniel de lateral não no meio

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • publicidade
  • + Comentadas

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Brasileiro

    QUA - 19:30 - -
    Lanús
    Lanús
    São Paulo
    São Paulo

    Último jogo - Copa Do Brasil

    Dom - 20:30 - Morumbí
    images/icon-spfc.png
    São Paulo
    2 2
    X
    Fortaleza EC
    Fortaleza EC
    Calendário Completo
  • publicidade
  • Blogs

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Internacional
    2 Flamengo
    3 Atletico-MG
    4 Fluminense
    5 São Paulo
    6 Santos
    7 Palmeiras
    8 Fortaleza EC
    9 Grêmio
    10 Ceará
    11 Atletico Goianiense
    12 Sport Recife
    13 Corinthians
    14 Bahia
    15 Bragantino
    16 Botafogo
    17 Vasco DA Gama
    18 Atletico Paranaense
    19 Coritiba
    20 Goiás
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    35 18 10 5 3 30 15 15 VVVVE
    35 18 10 5 3 32 21 11 VVEVE
    32 17 10 2 5 31 20 11 DVEDE
    29 18 8 5 5 28 21 7 VVEEV
    27 15 7 6 2 20 13 7 EEVVE
    27 18 7 6 5 24 22 2 EVDVD
    25 17 6 7 4 22 20 2 DDDDV
    24 16 6 6 4 16 11 5 EEVEV
    24 17 5 9 3 19 16 3 VDVEV
    22 17 6 4 7 21 24 -3 DEVEV
    22 18 5 7 6 17 24 -7 DVVED
    21 18 6 3 9 18 26 -8 DDDDE
    21 18 5 6 7 21 26 -5 EDVDV
    19 17 5 4 8 22 25 -3 DVDEV
    19 18 4 7 7 21 24 -3 DDEVV
    19 17 3 10 4 17 20 -3 EVVDE
    18 16 5 3 8 19 24 -5 DDDDD
    16 17 4 4 9 13 19 -6 EDDED
    16 18 4 4 10 15 24 -9 DEVDD
    11 16 2 5 9 19 30 -11 DDEED
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota