publicidade

CBF avalia agosto e setembro como novas datas para janela de transferências

0 0 0
A pandemia do novo coronavírus fez a Fifa criar um terceiro período de janela internacional de transferências para as associações filiadas, o regulamento normal prevê duas, no caso do Brasil uma entre janeiro e abril e a segunda em julho.



LEIA TAMBÉM: Raí fala em elenco no São Paulo para dois ou três anos e nega preocupação com eleição

Na prática, as confederações não terão mais semanas para inscrever ou vender atletas para outros países, além das 16 totais — 12 na primeira e quatro na segunda. Mas poderão dividir esse período em três, em vez de dois, ganhando margem para inscrições no calendário tumultuado pela pandemia.

O Brasil, por enquanto, descarta abrir uma terceira data de janela de transferências, mas já adiou a segunda que começaria em 1º de julho. A primeira, de 12 semanas, ocorreu normalmente entre 10 de janeiro e 2 de abril e a segunda seria entre 1º e 31 de julho, mas a CBF pediu à Fifa o adiamento.

A confederação brasileira ainda conversa com os clubes sobre as melhores datas e depende do início da Série A do Brasileiro, previsto para agosto. Como as principais ligas europeias estão adiando suas janelas para um período entre agosto e outubro, é provável que a brasileira se encaixe entre esses meses. Nos bastidores fala-se de meados de agosto a meados de setembro.

Países optaram por desmembrar datas, alguns por apenas um dia. A Alemanha, por exemplo, abriu sua janela no dia 1º de julho para que clubes pudessem inscrever ou liberar atletas em acordos que ocorreram durante a pandemia. No dia 2 a janela voltou a fechar, reabrirá no dia 15 de julho e irá até 15 de outubro. A Dinamarca também usou essa tática do dia 1º de julho.

A França usou mais tempo e desmembrou sua segunda janela em uma terceira por pouco mais de um mês. A única liga grande que decidiu encerrar seu campeonato antes do fim por causa da covid-19 abriu sua janela dia 8 de junho e a encerra nesta quinta, dia 9. Ela será reaberta novamente, mas ainda não tem data certa — provavelmente entre agosto e outubro. A Holanda fez o mesmo, mas entre 1º e 21 de julho. Sobraram ainda nove semanas para os holandeses, que devem ser usadas até outubro.

Ligas médias e pequenas, como de Suécia, Lituânia, Islândia e Noruega também desmembraram sua segunda janela para poder inscrever e liberar atletas que acabaram negociados durante a pandemia. Nos EUA, que está retornando com sua liga, um terceiro período foi aberto por dois dias, entre segunda (6) e terça (7), justamente para inscrições pré-retorno de competição.

A Fifa avalia que apenas no segundo semestre de 2021 terá uma normalização de calendário e, consequentemente, das janelas de transferências internacionais. Os períodos para negociações nacionais são diferentes e dependem de cada confederação. No caso do Campeonato Brasileiro, o adiamento do início da competição deverá postergar também essas datas.



LEIA TAMBÉM: Retorno do Paulista: São Paulo já está garantido no mata-mata, relembre a campanha

CBF, janela, transferência, contratações
VEJA: O SPFC.Net convoca a união da torcida: precisamos MUDAR o São Paulo e não aceitar mais essa humilhação - Layla Reis

FERNANDO DINIZ PODE SER DEMITIDO APÓS ELIMINAÇÃO?

E MAIS: Fernando Diniz fica? Como é o treinador aos olhos dos torcedores de seus ex-clubes?


AOS VERDADEIROS CULPADOS: DINIZ, JOGADORES, CONSELHEIROS, PRESIDENTE DO CONSELHO, PRESIDENTE, LECO, DIRETORES E ASSOCIADOS!
Avalie esta notícia: 0 0

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.