Mais uma reestruturação trará o resultado imediato esperado? – Por Rafa Ribeiro
publicidade

Mais uma reestruturação trará o resultado imediato esperado? – Por Rafa Ribeiro

0 0 0
Crédito: Marcelo Hazan/Globoesporte.com

Muito está se falando sobre a readequação de nomes que trabalham com o futebol do São Paulo. Seja começando pela saída de Carlinhos Neves (anunciado com bastante destaque mas que não permaneceu 6 meses no clube), por Romildo Lopes, analista de desempenho, e por outros nomes e cargos que certamente serão mexidos por Leco depois de pressão de conselheiros.



Mas será que somente esta mudança de nomes será suficiente para resolver os reais problemas do time? Ou serão mudanças apenas para satisfazer conselheiros e manter a passividade política interna? Mais do que mudanças de nomes, precisamos de uma mudança na gestão do futebol. Independente de nomes. Os setores precisam de tempo de trabalho para que mínimas contribuições comecem a surtir efeito.



LEIA TAMBÉM: Pablo, Liziero e Everton trabalham no CT do São Paulo durante folga do elenco


Isso porque nenhum trabalho consegue render frutos em pouquíssimo tempo. Imaginem um novo chefe a cada mês, mudando sua rotina de trabalho, alterando a forma como você deve entregar resultados, sem que você saiba diretamente o que fazer para entender e executar uma nova ideia de tarefas. E não necessariamente se referindo aos jogadores (que também passam por isso há tempos, com mudanças excessivas de comissão técnica), mas principalmente àqueles que trabalham internamente para tentar criar um projeto de maior relevância.

Mudanças são necessárias sim, e esperamos que a pausa sem jogos seja o tempo suficiente para que essas alterações de nomes tenham algum efeito. Porém mais do que isso, é necessário cobrarmos uma mudança de postura e de gestão interna, para que os resultados possam ser colhidos de maneira mais profissional. Não adianta que o trio de ferro (Raí, Lugano e Mancini) permaneçam, mas toda a estrutura abaixo deles não consiga tempo suficiente para apresentar resultados.



De tudo, só esperamos acreditar que tanto internamente quanto no campo, as mudanças tragam a sintonia necessária para Cuca transformar o time, liberando os atletas que não quer, e trazendo aqueles de sua própria identidade para termos dias melhores. Ou então teremos que aguentar mais uma reestruturação “profunda” no clube sem que esta tenha surtido nenhum efeito.

São Paulo, Reestruturação, Resultado, Imediato, SPFC

VEJA: Clique aqui e veja as promoções que a Farelos Jurídicos preparou para você

LEIA TAMBÉM: São Paulo, Corinthians e Flamengo monitoram jogador do Santos, que segue sem renovar

LEIA TAMBÉM:Pato deve ganhar sequência em posição na qual se destacou com Osorio

E MAIS: Neres se aproxima de renovação no Ajax e pode "frustrar" São Paulo


Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!






Avalie esta notícia: 7 5

Comentários (15)

21/06/2019 21:48:08 Magnaldo Albuquerque

Concordo Wellengton Borges, os 4 últimos jogos do São Paulo eu não assisti, pois estava ocupado e não deixei minha ocupação de lado para assistir jogo sem sem ânimo...

19/06/2019 15:02:45 Wellengton Borges

Por favor, me expliquem, como dirwtores amadores podem ser remunerados na São Paulo. Esse Leco por exemplo, o cara tem sua empresa e para ser presidente do São Paulo abocanha cerca de 25.000 reais. O cara näo entende nada de futebol, é um analfa em futebol, a prova é o fiasco e a mediocridade que eatáinstalada no morumbi. Tem um conselho que tambem éremunerado que se reune uma vez por mês. Pombas, isso é ridiculo. Não éum time que tem gestão tecnica, como deveria ter. Logo, pra que custos com esses amadores???? E tem torcedor que dar a vida por um clube assim, paga ingressos caros, ainda se associa para financiar a boa vida desses pilantras. Não dá pra entender. Estou começando aos poicos a esquecer o São Paulo. Infelizmente...

19/06/2019 11:49:53 murphy

O São Paulo tem que mudar a cultura do Clube. O São Paulo tem que ser uma instituição que promove o entretenimento. Promover espetáculo através do jogo de futebol. Claro que isso precisa de sustentação financeira. Hoje o clube virou uma espécie de empresas de venda de jogadores. Eu sou a favor de demolirem o Morumbi, vender os pedaços da demolição como forma de recordação para os torcedores e construir uma Arena para um público de 45.000 pessoas ,que possa ter shows, shopping,Hotel e faria um mega estacionamento. Isso viraria uma verdadeira maquina de fazer dinheiro. O São Paulo precisa de um Presidente jovem corajoso e com visão de futuro.

19/06/2019 11:49:33 Tazbenites

Ai é que você se engana. Atualmente as grandes empresas e instituições contratam de forma precisa e demitem de forma precisa. Os resultados são entregues de maneira rápida, óbvio que é preciso de um tempo de adaptação normal a todos, mas o problema é que os profissionais que foram demitidos ou pediram demissão já estão no São Paulo bem mais do que só 6 meses (Carlinhos Neves já estava no São Paulo, antes desta passagem, há muito tempo, fez sua carreira no São Paulo e já conhecia bem o clube). O que falta ao São Paulo, e isso é nítido, é um rumo! Em suma se falta um rumo é porque falta comando, e quando digo comando eu digo a liderança maior do clube. Fica bem claro que o presidente atual não tinha, desde o começo um plano de governança, nem ideias para o clube, ele tinha era na verdade um plano de poder, sua ambição era subir ao cargo de presidente do São Paulo, mas quando chegou lá ele não soube o que fazer. Há de se convir que o Leco pegou o São Paulo na pior situação da história do clube, loga depois da última gestão desastrosa do J.J. e da pior gestão da história do clube de Carlos Miguel Aidar. O São Paulo ainda balança entre uma política enferrujada e já antiga e um sistema novo de clubes de futebol no mundo. Ainda bem que temos Raí e Lugano no comando do futebol, pois são pessoas que pensam mais no futebol do que na política, talvez por isso o São Paulo deu uma respirada nesses últimos anos, chegou a final do paulista, enfim, não são os melhores resultados, mas são melhores do que os que estávamos apresentando nos anos anteriores. Quanto aos jogadores e a comissão, é preciso manter quem está, e mudar uma ou outra peça de maneira precisa. É preciso acabar com o burburinho de saída de jogadores, é preciso segurar os jovens promissores, enfim limpar a casa primeiro, para depois pensar em títulos.

Respostas - 1

19/06/2019 12:09:55 Corcunda

O Raí ajuda em alguma coisa? Eu quero acreditar q o Raí aceita ingerência para ao menos não chamá-lo de incompetente e colocar td a culpa no Leco. Mas ainda assim o Raí teria culpa no cartório pq está lá assumindo a culpa q não é dele pq quer. O Raí não precisava fazer parte de uma gestão desastrosa. Luís Cunha na primeira ingerência pediu demissão. Se um diretor de futebol não tem autonomia para se planejar e trabalhar no q acredita não tem pq ficar no cargo. Veja quantos técnicos e jogadores já passou na gestão desastrosa do Leco com seu escudo Raí. São varios, isso aí é prova mais do q suficiente q a diretoria não tem planejamento, não tem rumo.

Respostas - 1

20/06/2019 18:33:17 Tazbenites   

Não sei se alguma vez na vida você já participou de órgãos colegiados e/ou comissões, mas tomara que sim, pois assim você entenderá melhor esta resposta. Nas empresas ou universidades esses órgãos são quem decide tudo em uma instituição. É fácil falar que fulano não faz algo, mas acontece que para se fazer algo em qualquer lugar hoje você precisa de grande apoio político. Porém, é sabido que bons valores conseguem fazer um pouco mesmo em gestões ruins. O que é nitidamente o caso do Raí. É como se fosse um Messi na Argentina, basta você ver...todos sabemos que o Messi é um monstro jogando bola, mas sozinho ninguém faz nada, nem no campo e muito menos fora dele. A realidade é exatamente essa, Raí e Lugano estão praticamente sozinhos enfrentando um sistema enferrujado. E não venha me dizer que se fosse você sairia do clube, pois imagina que quem estivesse com problemas fosse sua mãe ou seu pai ou alguém que você amasse muito, assim como Raí e Lugano amam o São Paulo que deu tudo para esses caras (imagina a gratidão deles pelo Clube), você também não abandonaria o barco! Então, repense! Raí nunca quis assumir o São Paulo, porém pela fase ele se viu na responsabilidade, o mesmo vale para Lugano que na última passagem como jogador passou vergonha pelo que fizeram com ele, mas está aí, dando a cara a tapa para caras como você!

19/06/2019 10:59:32 tricolor81

O clube se tornou uma "empresa" formadora de jogadores... e um só objetivo $$$$$vender$$$$$ alguém está lucrando com isso... quem será heim??? Será que estão mesmo preocupados em reestruturar para ganhar títulos? Qual a prioridade dessa máfia... ops... gestão? hahahah piada msm

19/06/2019 10:32:47 Marcelo santos

Ta vexatorio . So lambança em cima de lambança

19/06/2019 10:25:03 Petobonit zica

So vai resolver com a saída do Leco

19/06/2019 10:18:53 Vittoria Sarti

Nos anos 80 e 90 era exemplo por sempre está sempre na frentes de outras agremiações , foi o primeiro clube empreza , e agora você vê seu time de coração perdendo espaço no cenário principal do futebol é triste

19/06/2019 10:15:23 Corcunda

Reestruturação e ver aonde está errando e fazer mudanças. Mas para uma diretoria q sequer assume erros acredito q será apenas mais uma troca de nomes sem nenhum embasamento.
O São Paulo e muito mal administrado e isso não é novidade. Os departamentos São muito distantes e as engrenagens não funcionam juntas. Engrenagens essas sem metas, sem compromisso com a qualidade do trabalho. No São Paulo as únicas coisas a se elogiar atualmente e a base e o spfctv q e terceirizado. Tirando isso nada tem funcionado bem. Contratações duvidosas, jogadores q se machucam acima da média, jogadores muitas vezes acima do peso, jogadores q demora muito para adquirir a forma física ideal, contratações de jogadores machucados com histórico de lesões, marketing inexistente, diretor de futebol q erra mais do q acerta q não trabalha com planejamento e metas. Enfim, enquanto esse clube não virar empresa, as pessoas envolvidas na engrenagem não trabalhar com metas e serem cobrados veremos essa bagunça administrativa onde ninguém tem compromisso algum com o trabalho.

19/06/2019 09:32:41 Silvio Lima

É triste... não sentir nenhum prazer em torcer, perder essa vontade de esperar ansiosamente por uma partida, sem medo ou desconfiança, que títulos era questão de no mínimo 1 ou 2 por ano... mas... como bom torcedor, a fé continua (É o que resta??).. e uma vez são Paulino, sempre tricolor! Vamos São Paulo!!!

19/06/2019 09:31:06 Lemonz

Não tem solução mágica pros problemas que o clube passa. A mudança tem que ser profunda, mudar pressoas, processos e cultura e isso não se faz num passe de mágica dum dia pro outro. É um processo gradual.

19/06/2019 09:24:51 Tricolaço7

Não!...

E mais uma vez a restruturação será pro "ano que vem".

Vivemos disso a uma década.

19/06/2019 09:17:22 Mark Pereira

Sou são paulino desde pequeno ja sofri, chorei muito em algumas derrotas injustas como a libertadores de 2006 e a copa do brasil de 2000, mas sempre acreditei no potencial do clube...agora infelizmente não cpnsigo enchergar a luz no fim do túnel, só estou esperando a noticia de falência do clube, estamos caminhando a passos largos para que isso aconteça, a nossa crise está pior do que das galinhas nas epocas de dualib e citadini, ao menos naquela época mesmo em crise, ainda ganhavam títulos e nem isso fazemos mais...estou pegando raiva dessa diretoria que consegue ter 3 tecnicos e 2 elencos por ano..afundaram o spfc e o futuro está cada vez mais escuro....

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.