publicidade

Jorge Wagner decide e São Paulo vence antes de clássico

Após desviar cobrança de falta, Rodrigo faz seu primeiro gol na temporada e festeja

Antes de encarar o primeiro clássico da temporada de 2009, com o arqui-rival Corinthians, o São Paulo ganhou um novo ânimo nesta quinta-feira ao vencer a Ponte Preta por 2 a 1, em noite inspirada do meia Jorge Wagner. Com atuação decisiva de seu camisa sete no Estádio do Morumbi, a equipe tricolor segura a terceira posição do Campeonato Paulista por mais uma rodada.

Após duas vitórias seguidas no Estadual, contra Bragantino e Botafogo-SP, o time mandante sentiu a ausência de Hernanes, seu principal organizador e que estava suspenso devido ao cartão vermelho recebido em Ribeirão Preto. Sem seu camisa dez, a equipe de Muricy Ramalho garantiu os três pontos graças à precisão de Jorge Wagner.

No primeiro tempo, o meia bateu falta do lado direito e contou com um leve desvio de cabeça do zagueiro Rodrigo para abrir o marcador e levantar o pequeno público que compareceu ao estádio. Já nos últimos 45 minutos, em uma de suas especialidades, cobrou com precisão um tiro livre da entrada da área e colocou a bola no ângulo esquerdo do goleiro Aranha, que nem se mexeu.

Com o resultado, o time tricolor salta para os 16 pontos e encosta nos líderes Corinthians e Palmeiras, com a possibilidade ainda de assumir a ponta da competição na próxima domingo, dependendo de um tropeço do rival alviverde na próxima rodada. Já o clube de Campinas, que faz campanha irregular, tem apenas a metade e sustenta a 11ª posição.

Em mais uma apresentação discreta, o time do Morumbi apostava nas bolas paradas para chegar a mais uma vitória. Errando muitos passes e mostrando pouco poder de criação sem a presença de Hernanes, o São Paulo ainda perdeu o meia Hugo para o clássico, após receber o terceiro cartão amarelo.

Nem mesmo a presença dos centroavantes Washington e Borges na área era suficiente para levar perigo ao time de Campinas, que também pouco ameaçou a meta defendida por Bosco, substituto do lesionado Rogério Ceni. Insatisfeito com a atuação de seus comandados na segunda etapa, Muricy mandou a campo Júnior César e Dagoberto, ocupando as vagas de Hugo e Borges.

Já nos instantes finais, com a vitória praticamente assegurada, a Ponte Preta esboçou uma reação e descontou com Márcio Mixirica, que completou cruzamento de Danilo Neco e escorou de cabeça para as redes, aos 40min do segundo tempo. No entanto, os visitantes não conseguiram voltar a movimentar o marcador e amargaram a terceira derrota no Estadual.

VEJA TAMBÉM
- Vai sair? Titular comenta possibilidade de transferência para o Cruzeiro
- Zubeldía reconhece desempenho ruim, justifica time no banco e revela lesão
- Cuiabá surpreende, vence São Paulo e derruba invencibilidade de Zubeldía


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 9 8

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.