Discurso de Jardine não é traduzido em campo, e São Paulo se vê em crise
publicidade

Discurso de Jardine não é traduzido em campo, e São Paulo se vê em crise

Ideias de jogo do comandante do Tricolor estão longe de serem vistas em campo. Meio de campo segue sendo o principal problema e resolução precisa acontecer até quarta

0 0 0
André Jardine está com a corda no pescoço no São Paulo (EDUARDO CARMIM PHOTO PREMIUM)

Efetivado no comando técnico do São Paulo em novembro do ano passado, André Jardine assumiu a equipe profissional com um discurso de jogo ofensivo, intenso, de movimentação e com apreço pela posse de bola. Internamente, as ideias do treinador eram vistas como a melhor alternativa para reconstruir a tão abalada imagem do clube, acostumado a colecionar fracassos nos últimos anos. Dentro de campo, no entanto, o trabalho do comandante não tem surtido efeito até aqui e o futebol apresentado pelo Tricolor em nada tem a ver com o projeto.



Neste início de temporada, mas, principalmente, nos dois últimos jogos contra, respectivamente, Talleres, da Argentina, e Ponte Preta, o São Paulo teve atuações ruins e em dissintonia com o discurso de seu treinador. A proposta ofensiva e organizada deu lugar ao improviso. Mesmo com nomes de peso como Hernanes e Nenê, o Tricolor demonstrou desorganização com e sem a posse da bola. Mesmo com pontas abertos e com um centroavante de ofício, raras são as finalizações ao gol adversário (quatro em Córdoba e zero em Campinas).



O principal, problema, no entanto, está na dupla de volantes. Responsável por proteger os zagueiros, dar sustentação aos laterais e auxiliar na criação de jogadas, o setor não está funcionando da forma como deveria. Hudson, Jucilei, Araruna, Liziero, Willian Farias e até mesmo Hernanes foram testados por lá, mas não conseguiram ser efetivos. Sem o domínio no meio de campo, o São Paulo não consegue aplicar suas ideias ofensivas.

A posse de bola, embora tenha registrado números altos, não é traduzida naquilo que foi idealizado por André Jardine. Com os meias em baixa, os jogadores de frente não têm a oportunidade de criar chances de gol. Sendo assim, os jogadores que mais são vistos com a bola são os zagueiros, laterais e ponteiros. O São Paulo domina o jogo, mas sem dominar de fato. Quando encontra um adversário defensivo, como foi no último sábado, contra a Ponte, o time é induzido a atacar e abre espaços para o contra-ataque.



Na próxima quarta, às 21h30, o São Paulo tem seu maior desafio na temporada. Em casa, contra o Talleres, os comandados de André Jardine tentam reverter a derrota, por 2 a 0, na Argentina, para seguir vivo na Copa Libertadores. Sendo, ou não, fiel às suas ideias, o treinador precisa encontrar uma maneira de fazer a equipe render e, principalmente, ser efetiva. Depois, caso isto aconteça, haverá um novo desafio: aliar teoria e prática. Se não der certo, o clube está fadado a mergulhar em uma crise com pouco mais de um mês desde o início dos treinos em 2019.

São Paulo, Discurso, Jardine, Traduzido, Campo, Crise, SPFC

VEJA: Inter-ITA se interessa por promessa do SPFC e manda emissário ao Morumbi


LEIA TAMBÉM: Por que São Paulo e Flu viram troca de Calazans e Brenner com bons olhos?


E MAIS: Mercado da bola: Quem chega e quem sai? Veja a atualização do mercado tricolor


JUAN DINENNO E DAYRO MORENO; ATUALIZAÇÃO SOBRE CALLERI E R.GUEDES E MAIS - LAYLA REISREI


LAYLA REIS - VAR SÓ FUNCIONA CONTRA O SÃO PAULO?








Comentários (44)

10/02/2019 10:38:22 Wanderlei Wackerhage

Caramba na boa vamos supor que classifica na quarta , coisa que eu nao acredito , mas ja pensaram vai pegar inter , river plate jogando esse futebol com esse treinador frouxo o cara so sabe falar em manter a bola isso nao é futebol 5 jogos 1 gol vai jogar isso no inferno.

10/02/2019 10:37:51 Ronaldo Costa

Jamais a diretoria tinha q apostar num tecnico totalmente inesperiente para uma disputa de liberradores da america, jamais....

10/02/2019 10:37:31 Edicarlos Santana

Culpado disso tudo e leco com seus incopetes de platao cambada de fanfarrões fora seus incompetentes destruidores

10/02/2019 10:35:20 Silvio Filler

Já faz tempo q virou um time intermediário, só da vexame, deveria colocar o time q disputou a taça são paulo e mandar embora o time inteiro profissional q são uma cambada de floxos q não honra a história do tricolor

10/02/2019 10:34:01 Wanderlei Wackerhage

O cara ta perdidinho , e o grupo de jogadores ja viu e abandonou ele .

10/02/2019 10:31:47 Cfc Alcance

Quarta feira seremos eliminados, quinta, esse treineiro cai , sexta começa a novela Pato pra acalmar a torcida novela que todos conhecem que venha 2020

10/02/2019 10:30:13 Silvio Filler

Eu sou sao Paulino des de 1982, nunca mais vou ver esse time conquistar um título

10/02/2019 10:29:36 Lourival Colamego

Ja esta ciente que vai cai! O culpado direto dessa crise e essa diretoria incopetente!

10/02/2019 10:27:35 Silvio Filler

12 anos em crise,des da época do Murici Ramalho

10/02/2019 10:27:15 eri633

Se for com Jardine não adianta passar, não vamos longe mesmo. Será que a diretoria não vê isso? Toda vez espera o que é inevitável, a eliminação.

10/02/2019 10:27:14 Fernanda Alves Dos Santos

Crise ja esta e sou sincera quatra sai fora

10/02/2019 10:24:43 Lourival Colamego

Sao Paulo em crise? Que novidade? Eu nao sabia!

10/02/2019 10:23:21 Fabio A Salomao

E uma vergonha????????

10/02/2019 10:22:30 Eduardo Paula Sampaio

Ja estamos em crise meu medo nao e a libertadores essa ja estamos fora o medo e o rebaixamento no brasileiro

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.