publicidade

Dagoberto diz não à Ucrânia para jogar Libertadores

Dínamo de Kiev ofereceu ao clube do Morumbi cerca de R$ 21 milhões para levar o atacante

O atacante Dagoberto recusou uma oferta do Dínamo de Kiev, da Ucrânia, para permanecer no São Paulo, mesmo sem ter vaga certa no time titular. Candidato a ir para a reserva com a chegada de Washington, o jogador disse a seu empresário que não aceitaria a proposta dos europeus porque pretende jogar mais uma vez a Libertadores.

"O São Paulo não quer vender e o Dagoberto não quer sair. Falei com ele agora há pouco [na tarde desta terça-feira], lá no CT. Ele fica para jogar mais uma Libertadores. Em julho, se o clube ainda estiver interessado, aí pode dar negócio", disse o agente Naor Malaquias, responsável pela carreira do atleta.

De acordo com o procurador, a proposta do clube ucraniano era de 7 milhões de euros (cerca de R$ 21 milhões). Mas o presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, pediu 10 milhões de euros - R$ 30 milhões.

Para Dagoberto, a chegada de Washington não é motivo para preocupação. Por isso, ele trabalha com a hipótese de ser titular, mesmo com o artilheiro do Brasileirão no elenco. "Aqui no São Paulo ninguém tem lugar garantido. Precisa provar diariamente, em cada treino."

VEJA TAMBÉM
- Vai sair? Titular comenta possibilidade de transferência para o Cruzeiro
- Zubeldía reconhece desempenho ruim, justifica time no banco e revela lesão
- Cuiabá surpreende, vence São Paulo e derruba invencibilidade de Zubeldía


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 16 0

Comentários (9)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.