publicidade

Conca fica mais longe, e Tricolor garante: meia não é prioridade

O meia Darío Conca não permanecerá no Fluminense em 2009, e logo passou a fazer parte da lista de especulações de diversos clubes. Um deles é o São Paulo, que poderia adquirir o jogador junto ao River Plate para resolver uma carência no setor de criação do time campeão brasileiro dos três últimos anos.

No entanto, a questão financeira que atrapalhou o Flu também pode atrapalhar o São Paulo. O River não pretende emprestar o meia, e só aceita repassá-lo a outro clube em definitivo. Para isso, os interessados (principalmente São Paulo e Flamengo) teriam que desembolsar US$ 2,8 milhões, ou cerca de R$ 6,6 milhões, à vista

A quantia, por enquanto, esfriou o interesse do Tricolor do Morumbi. “Eu não diria (que o negócio com Conca está) descartado, mas é difícil uma contratação desta forma, nestes moldes. É, sem duvida, um bom jogador, que cairia bem no São Paulo, mas estamos analisando tudo”, afirmou Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, vice-presidente de futebol do clube paulista, em entrevista à rádio Jovem Pan de São Paulo nesta segunda-feira.

Leco ainda não decreta o fim da negociação com o jogador, mas pede que as conversas sejam feitas com calma. “Neste momento, há muita turbulência nas negociações. E o São Paulo quer fazer as coisas bem feitas, tanto com o clube de onde ele veio quanto com o atleta. Estamos na análise pra ver o que vai acontecer”, completou.

O dirigente, porém, fez questão de garantir que a contratação de um meia não é prioridade no Morumbi. Depois dos acertos com o lateral Wagner Diniz, ex-Vasco, e com o volante Eduardo Costa, ex-Grêmio e Espanyol, o clube acredita que os atuais responsáveis pelo setor de criação do time sejam capazes de dar conta do recado.

“A equipe do São Paulo foi campeã brasileira neste ano. Se não jogou partidas brilhantes, foi eficiente. Aí, a participação do Hugo foi de grande importância, foi fundamental”, disse Leco. “O São teve no Hugo e no Jorge Wagner dois jogadores importantíssimos pra cumprir essa função. Em muitos momentos, o Hernanes apareceu jogando nessa função. Sem ter um (camisa) dez especifico, seja o Conca, o Gérson ou o Pita, o São Paulo teve jogadores assim”, acrescentou.

Ainda sem saber se terá um jogador para criar jogadas em 2009, o São Paulo descarta o aproveitamento de Oscar, que irá disputar a Copa São Paulo pelo time junior. “O Oscar não é um dez, é um atacante. É um jogador brilhante, que estamos guardando e lapidando”, afirmou Leco, ainda que o jogador conste como meia no site oficial do clube.

VEJA TAMBÉM
- Vai sair? Titular comenta possibilidade de transferência para o Cruzeiro
- Zubeldía reconhece desempenho ruim, justifica time no banco e revela lesão
- Cuiabá surpreende, vence São Paulo e derruba invencibilidade de Zubeldía


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 5 7

Comentários (24)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.