Últimas Notícias

Tricolor de coração, Ramalho tentará impedir o hexa do São Paulo

Campeão brasileiro em 2006, volante do Goiás diz que seria uma honra defender novamente o clube paulista. Pai do jogador torcerá pelo título

Que a partida entre Goiás e São Paulo, domingo, no Distrito Federal, reserva grandes emoções para os torcedores do time paulista, ninguém duvida. Mas, em Goiânia, há um são-paulino muito especial, para quem o confronto válido pela última rodada do Campeonato Brasileiro será, no mínimo, diferente.

O tricolor em questão é Ramalho, que hoje defende as cores do Verdão do Centro-Oeste. Aos 28 anos, o jogador revelou ao GLOBOESPORTE.COM que torce pelo São Paulo desde criancinha, mas garante que, quando entrar em campo, neste domingo, o profissionalismo falará mais alto, mesmo que a vitória do Goiás possa significar o fim do sonho do hexacampeonato são-paulino.

- Nasci em Natal (RN), mas fui criado em São Paulo. Eu tinha dois anos quando minha família se mudou para lá. Meu pai é são-paulino doente e eu torço pelo São Paulo desde pequeno. Mas hoje em dia não tem mais isso. Quando a gente vira profissional esquece o lado torcedor - garante o jogador.


Único filho são-paulino de Seu Nivaldo de Freitas, Ramalho, desta vez, estará do lado de seus irmãos corintianos, ou seja, na torcida contra o Tricolor paulista. O volante lamenta não poder ajudar o pai a comemorar mais um título e afirma que fará de tudo para o Goiás deixar o Bezerrão com a vitória.

- Até agora meu pai ainda não me ligou, mas tenho certeza de que ele vai me ligar e vou falar para ele que vou ganhar o jogo. Entro sempre dentro de campo para ganhar e honrar a camisa que visto. Conseguimos o nosso primeiro objetivo, que era a Sul-Americana, e agora queremos terminar o campeonato em sexto lugar - diz Ramalho.

Procurado pelo GLOBOESPORTE.COM, Seu Nivaldo, que ainda vai conversar com o filho sobre a partida, disse acreditar que o fato de o Verdão não ter grandes pretensões no campeonato fará com que Ramalho, em seu íntimo, torça pelo São Paulo.

- Se o Goiás estivesse brigando pelo título, eu torceria pelo Goiás. Mas eles estão bem na tabela, não correm riscos, então vou torcer pelo São Paulo. Creio que o Ramalho também vá torcer pelo nosso time. Ele é profissional e vai entrar em campo como em qualquer outra partida. Mas, no fundo do coração, ele estará torcendo também - garante o pai do volante esmeraldino.


Mas se em 2008 Ramalho não poderá fazer a felicidade completa de Seu Nivaldo, em 2006, ele fez o pai pular de alegria. O volante estava no grupo do São Paulo que quebrou um jejum de 15 anos sem conquistas nacionais. O título daquele ano foi, para ele, a realização de um sonho.

- Era um sonho de criança. Meu pai me levava ao Morumbi para ver os jogos do São Paulo e ver meu pai na arquibancada, torcendo por mim, era um sonho que graças a Deus consegui realizar - declara o volante que não esconde o desejo de voltar a defender o clube do coração:

- Claro que eu toparia. Para mim seria uma honra.

De sua passagem pelo São Paulo - entre 2004 e 2006 -, Ramalho guardou aprendizado e boas lembranças. O jogador chegou ao clube após conquistar a Copa do Brasil pelo Santo André, em 2004. Na ocasião, o técnico são-paulino era Emerson Leão, que não lhe deu muitas oportunidades. Mas, em 2006, com a chegada de Muricy Ramalho a história foi diferente.

- Agradeço muito ao Muricy por ter aberto as portas para mim. Ele gostou muito do meu trabalho e queria que eu ficasse, porque Josué e Mineiro iam embora.Fiquei na esperança, mas meus direitos pertenciam ao Santo André e não houve acordo entre as diretorias. Acabei indo para Israel e hoje estou bem perto de renovar o contrato com o Goiás - conta Ramalho, que hoje é detentor dos próprios direitos federativos.


Além da família - que vive em Santo André -, Ramalho também tem grandes amigos no estado de São Paulo. Lá moram Rogério Ceni, André Dias, Richarlyson e Bosco, jogadores são-paulinos que se tornarão rivais no próximo domingo.

- Fiz muitas amizades lá. Converso com toda a galera, dos dirigentes até o pessoal da rouparia. Mas domingo, a amizade vai ter que ficar de lado - conclui um dos destaques do Goiás na temporada.

Mais espiões no Verdão

Além de Ramalho, o elenco do Goiás tem outros dois jogadores que já passaram pelo São Paulo: Fredson e Fernando. Coincidentemente, todos são volantes e já comemoram títulos com a camisa tricolor. A diferença está na paixão - ou ausência dela - pelo clube paulista.

Reserva no Verdão, Fredson encara o confronto como um jogo comum. Apesar de não ter tido muitas chances devido a uma lesão, ele diz que foi muito bem tratado e fez grandes amizades no Tricolor.

- Independentemente de o São Paulo poder ser campeão ou não, temos que respeitar o manto que estamos usando. É o Goiás que nos paga. Do São Paulo, guardo muitos amigos e desejo boa sorte para eles, mas, quando a bola rolar, espero que a sorte mude de lado - comenta.

Fredson e o titular Fernando foram campeões brasileiros pelo São Paulo no ano passado.

VEJA TAMBÉM
- Igor Gomes recebe proposta do Internacional e negocia rescisão com São Paulo
- São Paulo tem interesse em atacante do Internacional que não faz gol desde abril
- São Paulo ganha concorrência de clube pela contratação do atacante David, do Internacional


CONFIRA:Proposta do São Paulo não agrada e artilheiro da Série B fica distante

VEJA TAMBÉM:Especulado em São Paulo e Palmeiras, Mendoza quer salário alto para seguir no Brasil; veja valores

E MAIS:São Paulo quer liberar Pablo Maia no final do ano e tenta convencer clube inglês

Avalie esta notícia: 7 5

Comentários (1)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • + Comentadas Fórum

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Paulista

    Sáb - 21:00 - -
    São Paulo
    São Paulo
    Ituano
    Ituano

    Último jogo - Brasileiro

    Dom - 16:00 - de Hailé Pinheiro
    https://media.api-sports.io/football/teams/151.png
    Goiás
    0 4
    X
    São Paulo
    São Paulo
    Calendário Completo
  • publicidade
  • + Lidas

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Palmeiras
    2 Internacional
    3 Fluminense
    4 Corinthians
    5 Flamengo
    6 Atletico Paranaense
    7 Atletico-MG
    8 Fortaleza EC
    9 São Paulo
    10 America Mineiro
    11 Botafogo
    12 Santos
    13 Goiás
    14 RB Bragantino
    15 Coritiba
    16 Cuiaba
    17 Ceará
    18 Atletico Goianiense
    19 Avai
    20 Juventude
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    81 38 23 12 3 66 27 39 VVEVD
    73 38 20 13 5 58 31 27 VDVVV
    70 38 21 7 10 63 41 22 VVVVV
    65 38 18 11 9 44 36 8 EVVED
    62 38 18 8 12 60 39 21 VDDED
    58 38 16 10 12 48 48 0 DVDEV
    58 38 15 13 10 45 37 8 VEDVV
    55 38 15 10 13 46 39 7 VDEVV
    54 38 13 15 10 55 42 13 VEDDV
    53 38 15 8 15 40 40 0 EVVDE
    53 38 15 8 15 41 43 -2 VDVVD
    47 38 12 11 15 44 41 3 DVEDD
    46 38 11 13 14 40 53 -13 EDVDD
    44 38 11 11 16 49 59 -10 DVDDD
    42 38 12 6 20 39 60 -21 DVVED
    41 38 10 11 17 31 42 -11 VVEDV
    37 38 7 16 15 34 41 -7 DDDDV
    36 38 8 12 18 39 57 -18 DDEEE
    35 38 9 8 21 34 60 -26 DDEVV
    22 38 3 13 22 29 69 -40 DDDED
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota
27/11/2022 02:19:40