publicidade

Blog do Birner: Muricy, o destaque do líder.



De Vitor Birner

Se o São Paulo ganhar o hexa, um personagem será o protagonista.

O treinador Muricy Ramalho.

Nos 3 anos de clube, é seu melhor trabalho.

Comentei isso faz cerca de um mês e muita gente questionou.

Por que na pior campanha desde 2006?

Houve quem perguntasse se eu pretendia aparecer, pois o critiquei noutras oportunidades.

Mas é fácil responder.

Tirante o meia talentoso, habilidoso e sonhado pelos são-paulinos faz tempo, nos anos anteriores Muricy tinha as soluções necessárias para algumas posições, não as usou e o preço foi alto.

Por exemplo, contra o Grêmio, ano passado, no Olímpico, escalou Souza, pela direita, de volante.

Hernanes que apareceria logo depois da eliminação diante dos gaúchos nem fora inscrito naquela Libertadores.

Em 2008, ao contrário, o comandante são-paulino arrumou as soluções sem tê-las no elenco.

Zé Luís na direita, Hugo dentro da área próximo ao gol, o zagueiro que as vezes é improvisado na lateral e permite ao time mudar do 3-5-2 para o 4-4-2, adiantando Hernanes, são méritos dele.

O crescimento de Hugo, aquele mesmo atleta que beirava a preguiça e entrava com a equipe ganhando por 6×0 e cuspia no rival, se deve ao Muricy.

Hoje Hugo se dedica bastante, marca o rival, faz gols e divide as bolas.

De um individualista dispersivo, Hugo virou um profissional dedicado e importante para a equipe. Não tem substituto no elenco. Sua ausência obriga a mudança do esquema tático.

A transformação de Dagoberto, na reta final do brasileirão, do driblador fominha para o atleta que contribui na parte coletiva também é muricyana.

E não cito apenas tática e técnica.

Borges, Hugo e Dagoberto não marcavam.

Muricy fez eles entenderem que podem contribuir mais e de outras maneiras, além de suas preferidas, para a agremiação que paga seus salários.

Contra o Internacional o time de Muricy foi um relógio.

Na parte tática, beirou a perfeição.

E hoje nenhuma equipe é mais guerreira que a de Muricy Ramalho.

Nas duas últimas temporadas, os elencos que a direção disponibilizou ao treinador eram melhores que os dos concorrentes.

Desta vez, não.

Muricy tirou coelhos da cartola e aprimorou os boleiros que lá estão para levar o São Paulo ao primeiro lugar.

Se for campeão, ninguém terá mais méritos que o técnico.

O trabalho de Muricy Ramalho no desfecho da temporada é excelente!

VEJA TAMBÉM
- São Paulo x Águia de Marabá: Onde assistir ao jogo da Copa do Brasil!
- A procura de reforços: São Paulo fala sobre contratação de Nilson Angulo e meia da Série A
- Uma bolada: Bayern de Munique deseja Emerson Royal e São Paulo calcula lucro na negociação


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 9 11

Comentários (2)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.