publicidade

Borges se exime de culpa por expulsão: "Eu não fiz nada"

Atacante do São Paulo afirma que apenas empurrou meia palmeirense Diego Souza para se defender de agressão de rival

Vice-artilheiro do São Paulo no Campeonato Brasileiro com oito gols, o atacante Borges teve menos de 10 minutos para tentar ajudar sua equipe a vencer o clássico com o Palmeiras, na tarde deste domingo, no Palestra Itália.



Em lance polemico com o meia palmeirense Diego Souza, o atacante do Tricolor acabou sendo expulso pelo árbitro Sálvio Spinola, logo depois do gol de pênalti de Rogério Ceni, assim como o rival.



- Eu não fiz nada. Simplesmente não deixei ele (Diego Souza) chutar. Ele me chutou e eu empurrei para me defender - comenta o são-paulino.

No lance, os jogadores do São Paulo tentavam impedir a saída de bola do Palmeiras, pois o goleiro Rogério Ceni ainda não havia chegado ao gol tricolor.

- Quando ele ia chutar a bola, o Rogério estava voltando e eu não deixei ele chutar - explica Borges.



A partida terminou 2 a 2, mantendo o São Paulo na quarta posição, agora com 53 pontos. Na próxima rodada, o Tricolor enfrenta o Vitória, no Morumbi.


VEJA TAMBÉM
- RETORNO DE ASTRO? Em baixa na Europa, São Paulo sonda situação de joia da base que dá resposta
- VAI PRO RIVAL? Chegada de James Rodríguez a um rival após rescisão com São Paulo tem aprovação da torcida
- A CAMINHO DO RIVAL? São Paulo e Corinthians buscando a contratação de meia do Santos


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 6 6

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.