publicidade

Borges se defende por lance da expulsão

O atacante Borges e o meia Diego Souza não tiveram muito tempo para mostrar trabalho em campo no clássico desde domingo, entre São Paulo e Palmeiras. Logo depois do primeiro gol do Tricolor, os dois jogadores se desentenderam e foram expulsos pelo árbitro Sálvio Spínola Fagundes Filho, mas o são-paulino garante que não mereceu o cartão vermelho.

“Eu não fiz nada. Simplesmente não deixei ele chutar. Ele me chutou e eu empurrei para me defender”, comentou o atleta, na saída do gramado.

O lance ocorreu no momento em que Diego Souza tentou dar a saída de bola depois de Rogério Ceni abrir o placar em batida de pênalti. Como o capitão tricolor ainda não havia retornado à meta, Borges impediu a saída rápida de bola do rival.

“Quando ele ia chutar a bola, o Rogério estava voltando e eu não deixei ele chutar”, acrescentou. O empate por 2 a 2 neste domingo impediu o Tricolor de alcançar o rival na classificação.

VEJA TAMBÉM
- POLÊMICA! São Paulo perde para o Atlético-MG com decisões questionáveis da arbitragem
- TRICOLOR ESCALADO! Veja os onze iniciais para o duelo contra o Atlético-MG
- Hora ideal para São Paulo quebrar tabu contra Atlético-MG e garantir vitória


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 10 6

Comentários (2)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.