publicidade

Luxemburgo prega o fim da hipocrisia e pede paz no clássico contra o São Paulo

Treinador não aceita comentar temas polêmicos, volta a afirmar que respeita o adversário, e pede o fim das picuinhas entre as duas equipes

0 0 0
Os jogadores e a comissão técnica do Palmeiras estão propensos a fugir das polêmicas durante o período de concentração na cidade de Atibaia, no interior de São Paulo, visando o clássico contra o São Paulo, neste domingo, às 16h, no Palestra Itália, pelo Campeonato Brasileiro. Vanderlei Luxemburgo voltou a afirmar que existe muito respeito pelo adversário e pediu o fim da hipocrisia e do sensacionalismo. Ele não aceita que instiguem palmeirenses e são-paulinos.

- Quero deixar uma coisa muito bem clara. Existe muita hipocrisia no futebol. Os meus jogadores (Leandro e Diego Souza) falaram que o Palmeiras era favorito porque vamos atuar no Palestra Itália, onde o nosso aproveitamento é de quase 90% neste ano. Só isso. Cansei de ouvir o Muricy, o Rogério Ceni e o presidente do São Paulo falando o mesmo quando eles nos enfrentam no Morumbi. Mas criaram um sensacionalismo barato em cima desse assunto, querendo jogar profissionais de um lado contra profissionais de outro - discursa Luxemburgo.

O treinador do Palmeiras pede paz no clássico de domingo. Falar do polêmico gás de pimenta, que retirou às pressas os jogadores do São Paulo do vestiário do visitante, no Palestra Itália, no clássico pelas semifinais do Campeonato Paulista, tira Luxemburgo do sério. Nem mesmo o assunto das flores enviadas por uma torcida uniformizada alviverde para o Centro de Treinamentos do Tricolor foi analisado por ele quando o tema veio à tona.

- Respeitamos o São Paulo, mas temos o privilégio de jogar o clássico na nossa casa. Não quero falar das flores que enviaram para o nosso adversário. Esse assunto não me interessa. O Palmeiras não tem nada com isso. Quero falar do clássico, que será muito complicado. Nem quero comentar a polêmica do gás. Já passou e não vou fomentar isso. Quero que a paz prevaleça e não desviarei o foco do jogo - avisa o treinador alviverde.
CONFIRA: Pablo fica à disposição do técnico Fernando Diniz no São Paulo

VEJA: "[COMENTE] O que faltou para o São Paulo superar o River Plate na retomada da Libertadores?

ESPECIAL LIBERTADORES - RIVER TEM DESMANCHE DE ELENCO, 6 MESES SEM JOGOS, DESFALQUES E CRISE

Avalie esta notícia: 18 9

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • publicidade
  • + Comentadas

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Libertadores

    Ter - 21:30 - Rodrigo Paz Delgado -
    LDU De Quito
    LDU De Quito
    São Paulo
    São Paulo

    Último jogo - Libertadores

    Qui - 19:00 - Morumbí
    images/icon-spfc.png
    São Paulo
    2 2
    X
    River Plate
    River Plate
    Calendário Completo
  • publicidade
  • Blogs

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Internacional
    2 Atletico-MG
    3 São Paulo
    4 Vasco DA Gama
    5 Flamengo
    6 Palmeiras
    7 Santos
    8 Fluminense
    9 Ceará
    10 Fortaleza EC
    11 Corinthians
    12 Atletico Goianiense
    13 Grêmio
    14 Atletico Paranaense
    15 Sport Recife
    16 Bahia
    17 Botafogo
    18 Goiás
    19 Coritiba
    20 Bragantino
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    20 10 6 2 2 15 6 9 VEEVD
    18 9 6 0 3 14 9 5 DVVDV
    18 10 5 3 2 13 11 2 VDVEE
    17 9 5 2 2 15 9 6 DEVDV
    17 10 5 2 3 13 13 0 VVVVD
    17 9 4 5 0 13 8 5 EEVVE
    15 10 4 3 3 14 12 2 DEVVE
    14 10 4 2 4 12 13 -1 VEDDV
    13 10 4 1 5 10 12 -2 VVDDV
    12 10 3 3 4 10 9 1 VDDVE
    12 10 3 3 4 15 16 -1 VEDDV
    12 9 3 3 3 9 11 -2 DEEVV
    12 9 2 6 1 8 6 2 EDEVE
    11 10 3 2 5 8 10 -2 DEDEV
    11 10 3 2 5 10 13 -3 DVVDE
    9 10 2 3 5 12 18 -6 DEDDD
    9 9 1 6 2 9 11 -2 DEEED
    8 8 2 2 4 11 13 -2 VDDEV
    8 10 2 2 6 7 12 -5 VEDED
    7 10 1 4 5 10 16 -6 DEDED
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota