publicidade

Tricolor esquece passado de Sálvio Spínola. Verdão fica de olho

0 0 0
A Confederação Brasileira de Futebol anunciou nesta quinta-feira a arbitragem para a próxima rodada do Campeonato Brasileiro. O paulista Sálvio Spínola Fagundes Filho foi o sorteado para comandar o clássico entre Palmeiras e São Paulo, na tarde de domingo, no Palestra Itália.

Curiosamente, o apitador voltará a uma partida do Tricolor depois de vários meses, já que a diretoria do São Paulo havia pedido extra-oficialmente para que o árbitro não trabalhasse mais em suas partidas depois do clássico contra o Corinthians, dia 27 de janeiro, quando anulou um gol de cabeça de Adriano alegando ter havido falta no zagueiro William.

“Isso faz tanto tempo, já estamos quase no final do ano. Todo ser humano erra. Como eu erro, outras pessoas também. Não podemos ficar punindo e julgando por uma coisa que aconteceu há mais de oito meses. Temos de focar o jogo. Se ficarmos pensando no árbitro, não vamos nos concentrar no Palmeiras. Árbitro é como jogador. Às vezes, a pessoa vai muito bem e em outras não tão bem”, minimizou o zagueiro André Dias.

Sálvio Spínola foi designado para apitar a partida de domingo depois de vencer o sorteio contra o também paulista Wilson Luiz Seneme. Assim como o zagueiro, o meia Jorge Wagner também não se opôs à escala do árbitro no jogo de domingo.

“Não tenho nada contra o Sálvio. Eu procuro ter um bom relacionamento com a arbitragem em campo. Neste tempo em que ficou fora (das partidas do Tricolor), espero que ele tenha refletido. Acho que ele vai para esse jogo com muita experiência para fazer o melhor”, comentou.

Do lado do Palmeiras, o técnico Wanderley Luxemburgo, antes de saber da postura dos são-paulinos, também aprovou a escalação de Sálvio Spínola, porém prometeu ficar de olho em qualquer intervenção no trabalho do apitador. 'Não é um árbitro que me preocupa, só não pode entrar em campo pressionado. Vamos estar atentos. Ele precisa ficar isento para trabalhar', decretou o comandante alviverde.

Os assistentes no clássico deste domingo são Ednilson Corona e Emerson Augusto de Carvalho. O trio faz parte dos quadros da Fifa.
CONFIRA: Pablo fica à disposição do técnico Fernando Diniz no São Paulo

VEJA: "[COMENTE] O que faltou para o São Paulo superar o River Plate na retomada da Libertadores?

ESPECIAL LIBERTADORES - RIVER TEM DESMANCHE DE ELENCO, 6 MESES SEM JOGOS, DESFALQUES E CRISE

Avalie esta notícia: 6 5

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • publicidade
  • + Comentadas

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Libertadores

    Ter - 21:30 - Rodrigo Paz Delgado -
    LDU De Quito
    LDU De Quito
    São Paulo
    São Paulo

    Último jogo - Libertadores

    Qui - 19:00 - Morumbí
    images/icon-spfc.png
    São Paulo
    2 2
    X
    River Plate
    River Plate
    Calendário Completo
  • publicidade
  • Blogs

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Internacional
    2 Atletico-MG
    3 São Paulo
    4 Vasco DA Gama
    5 Flamengo
    6 Palmeiras
    7 Santos
    8 Fluminense
    9 Ceará
    10 Fortaleza EC
    11 Corinthians
    12 Atletico Goianiense
    13 Grêmio
    14 Atletico Paranaense
    15 Sport Recife
    16 Bahia
    17 Botafogo
    18 Goiás
    19 Coritiba
    20 Bragantino
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    20 10 6 2 2 15 6 9 VEEVD
    18 9 6 0 3 14 9 5 DVVDV
    18 10 5 3 2 13 11 2 VDVEE
    17 9 5 2 2 15 9 6 DEVDV
    17 10 5 2 3 13 13 0 VVVVD
    17 9 4 5 0 13 8 5 EEVVE
    15 10 4 3 3 14 12 2 DEVVE
    14 10 4 2 4 12 13 -1 VEDDV
    13 10 4 1 5 10 12 -2 VVDDV
    12 10 3 3 4 10 9 1 VDDVE
    12 10 3 3 4 15 16 -1 VEDDV
    12 9 3 3 3 9 11 -2 DEEVV
    12 9 2 6 1 8 6 2 EDEVE
    11 10 3 2 5 8 10 -2 DEDEV
    11 10 3 2 5 10 13 -3 DVVDE
    9 10 2 3 5 12 18 -6 DEDDD
    9 9 1 6 2 9 11 -2 DEEED
    8 8 2 2 4 11 13 -2 VDDEV
    8 10 2 2 6 7 12 -5 VEDED
    7 10 1 4 5 10 16 -6 DEDED
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota