publicidade

Leandro elogia Jorge Wagner, mas lamenta a ausência do amigo Joílson

Lateral-esquerdo do Palmeiras, assim como o meia e dublê de ala do São Paulo, é o rei da assistência da sua equipe no Campeonato Brasileiro

0 0 0
O lateral-esquerdo Leandro é o jogador do elenco do Palmeiras que mais deu assistências para gols na atual temporada (14), o que mais distribuiu assistências em uma mesma partida (sete) e o que acertou mais passes no Campeonato Brasileiro (54). Mas, no clássico contra o São Paulo, neste domingo, às 16h, no Palestra Itália, ele terá um concorrente à altura: o meia e dublê de ala esquerdo Jorge Wagner, o jogador mais criativo do Tricolor.



Enquanto o palmeirense é o jogador com mais inteligência com a bola nos pés, o são-paulino é preciso em passes, lançamentos e cruzamentos mortais. Jorge Wagner já distribuiu 21 assistências que resultaram em gols na atual temporada, das quais oito foram apenas no Campeonato Brasileiro.



- Eu conheço muito bem o potencial do Jorge Wagner. Joguei com ele no Cruzeiro. Sei o quanto ele é fundamental para o sucesso do São Paulo. Vivemos um grande momento em nossos clubes, mas futebol é coletivo e não individual. Sabemos que ele é decisivo e estaremos atentos na marcação dele, assim como em todos os jogadores do nosso adversário - projeta Leandro.

Apesar de serem decisivos com a bola nos pés, Leandro e Jorge Wagner estarão em lados opostos no Palestra Itália. A dupla joga geralmente pelo lado esquerdo de sua defesa. Porém, o lateral do Palmeiras lamenta a ausência do amigo Joilson, machucado, que não fará um duelo pelo seu setor.


- O Joilson é um amigo que tenho dentro do futebol. É uma pena que ele sofreu uma lesão e não jogará pelo São Paulo. Desejo uma boa recuperação para ele. Mas, independente de quem jogar no setor, a minha preocupação será a mesma. O Zé Luís e o Jancarlos, que atuam por ali, têm potencial e ficarei atento - afirma Leandro, mostrando que conhece bem o rival do próximo domingo.
CONFIRA: Quebra de protocolos pode deixar Daniel Alves sem jogar por 35 dias

VEJA: Estatísticas: Prestes a sair, Dani Alves lidera números de acertos no São Paulo?

DANI ALVES QUE SAIR DO SPFC APÓS QUEBRAR PROTOCOLOS CONTRA CORONAVÍRUS E
FALA SOBRE DESGASTE



TRELLEZ É NOVIDADE NA LIBERTADORES, SP USA TÁTICA ERRADA CONTRA ALTITUDE, RAI REPREENDE DANI ALVES



Avalie esta notícia: 11 8

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • publicidade
  • + Comentadas

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Libertadores

    Ter - 21:30 - Rodrigo Paz Delgado -
    LDU De Quito
    LDU De Quito
    São Paulo
    São Paulo

    Último jogo - Libertadores

    Qui - 19:00 - Morumbí
    images/icon-spfc.png
    São Paulo
    2 2
    X
    River Plate
    River Plate
    Calendário Completo
  • publicidade
  • Blogs

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Internacional
    2 Atletico-MG
    3 São Paulo
    4 Vasco DA Gama
    5 Flamengo
    6 Palmeiras
    7 Santos
    8 Fluminense
    9 Ceará
    10 Fortaleza EC
    11 Corinthians
    12 Atletico Goianiense
    13 Grêmio
    14 Atletico Paranaense
    15 Sport Recife
    16 Bahia
    17 Botafogo
    18 Goiás
    19 Coritiba
    20 Bragantino
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    20 10 6 2 2 15 6 9 VEEVD
    18 9 6 0 3 14 9 5 DVVDV
    18 10 5 3 2 13 11 2 VDVEE
    17 9 5 2 2 15 9 6 DEVDV
    17 10 5 2 3 13 13 0 VVVVD
    17 9 4 5 0 13 8 5 EEVVE
    15 10 4 3 3 14 12 2 DEVVE
    14 10 4 2 4 12 13 -1 VEDDV
    13 10 4 1 5 10 12 -2 VVDDV
    12 10 3 3 4 10 9 1 VDDVE
    12 10 3 3 4 15 16 -1 VEDDV
    12 9 3 3 3 9 11 -2 DEEVV
    12 9 2 6 1 8 6 2 EDEVE
    11 10 3 2 5 8 10 -2 DEDEV
    11 10 3 2 5 10 13 -3 DVVDE
    9 10 2 3 5 12 18 -6 DEDDD
    9 9 1 6 2 9 11 -2 DEEED
    8 8 2 2 4 11 13 -2 VDDEV
    8 10 2 2 6 7 12 -5 VEDED
    7 10 1 4 5 10 16 -6 DEDED
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota