publicidade

Borges quer voltar a marcar pelo São Paulo

Em jejum que já dura cinco jogos, artilheiro sonha com a possibilidade de fazer mais dez gols em 2008

0 0 0
Artilheiro do São Paulo no ano com 18 gols, Borges vive um período de seca no Campeonato Brasileiro. Está há cinco partidas sem marcar, sendo que ele ficou fora de duas delas por causa de lesão no tornozelo direito. Seu último gol foi no empate (1 a 1) com o Atlético-MG, no Mineirão, em 3 de setembro.

Mas engana-se quem pensa que, neste período, o camisa 17 decepcionou. Mesmo sem marcar, Borges está sendo importante de outra forma. Nos últimos dois jogos, duas assistências. Contra o Ipatinga, serviu Jean. Já na suada vitória sobre o Náutico, tocou para Hernanes fazer.

Após 19 partidas, Borges deu cinco passes que resultaram em gol. Pouco? Não, se comparado com Jorge Wagner, recordista do elenco com sete e responsável pelas cobranças de faltas laterais e escanteios. Jorge Henrique, do Botafogo, é o líder do fundamento, com nove, segundo o programa de estatísticas Footstats.

Garantido no ataque tricolor no clássico deste domingo, no Palestra Itália, o atacante conversou com a reportagem do Lancenet!. Confira a entrevista:

LNET!:Você tem dado mais assistências este ano (deu cinco em 2008). Mudou a maneira de jogar?
Borges: Da forma que a gente tem jogado, com dois alas e dois volantes, e um meio-de-campo só (Hugo), acaba sendo mais fácil eu servir quem vem de trás. O Muricy põe o Dagoberto para jogar comigo, ou às vezes eu jogo até sozinho na frente, como foi contra o Ipatinga. Desta forma, o atacante acaba jogando como pivô, porque ele fica de costas para o gol.

LNET!: Este ano você não teve muita sorte contra o Palmeiras, não é?
Borges: Em Ribeirão Preto, pelo Paulista, joguei os 90 minutos ao lado do Adriano. Depois, antes da primeira partida da semifinal, eu recebi o terceiro amarelo e tive de cumprir suspensão. No jogo seguinte, comecei no banco e entrei no intervalo. No primeiro turno do Brasileiro, achei que fizemos a nossa melhor partida até aqui. Eu machuquei meu braço (luxação no braço direito), é verdade, mas o importante foi a vitória.

LNET!: O São Paulo pode passar o Palmeiras caso vença no Palestra. A confiança no título está maior?
Borges: Estou confiante, com muita vontade de vencer e voltar a brigar pela liderança, sabendo que o que passou passou. Nesta reta final de campeonato, não vai mais ter jogo fácil. O clássico não tem favorito.

LNET!: Concorda com o Muricy, então, de que não tem mais jogo bonito?
Borges: Com certeza. Eu vi Palmeiras 0 x 0 Figueirense e Grêmio 2 x 0 Santos na última rodada. Foram partidas duras, com chances para todas as equipes. Mas não foram jogos com um futebol muito vistoso, não. No Brasileirão, não tem como achar que um jogo foi fácil. Duelos contra times que não estão bem são os mais duros. Nosso jogo contra o Náutico foi desta forma. Sou da seguinte opinião: prefiro jogar mal, mas vencer, sempre!

LNET!: E sobre o retorno ao Palestra?
Borges: Pelo que eu tenho visto, o campo está bom e todos os times estão gostando de jogar lá. Tenho as melhores expectativas possíveis. Em 2005, pelo Paraná, eu joguei lá, fiz um gol, dei uma assistência e ganhamos: 2 a 1.

LNET!: Como prevê um duelo com Roque Júnior, Gustavo e Martinez? O Palmeiras vive boa fase na defesa.
Borges: Na verdade, o momento decisivo dos dois times está bom. Grandes jogadores vão atuar em cada lado. O Roque Júnior voltou a atuar muito bem, o Martinez também tem muita qualidade... A gente respeita muito, mas espera sair com a vitória.

LNET!: Você não marca há cinco jogos. Como atacante, isso já incomoda?
Borges: Não me incomoda, não. Não fujo da raia, tenho minha autocrítica. Se eu tivesse tendo inúmeras chances e desperdiçando, eu até estaria chateado. Mas, pelas poucas oportunidades que eu tenho tido, isso me deixa mais calmo. Os jogadores que chegam de trás estão tendo mais possibilidades de fazer que os atacantes.

LNET!: Qual a diferença de jogar com o André Lima ou com o Dagoberto?
Borges: O André Lima tem mais presença de área, não é um jogador que se movimenta tanto. Ele faz bem o papel de pivô. O Dagoberto já é mais veloz, cai muito pelos lados. Espero que eu possa estar à disposição neste jogo.

LNET!: Você marcou 18 gols este ano. Tem uma meta até o final do ano?
Borges: Quero fazer gols sempre. Se der para fazer mais dez, vou querer isso!
CONFIRA: Pablo fica à disposição do técnico Fernando Diniz no São Paulo

VEJA: "[COMENTE] O que faltou para o São Paulo superar o River Plate na retomada da Libertadores?

ESPECIAL LIBERTADORES - RIVER TEM DESMANCHE DE ELENCO, 6 MESES SEM JOGOS, DESFALQUES E CRISE

Avalie esta notícia: 11 11

Comentários (2)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • publicidade
  • + Comentadas

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Libertadores

    Ter - 21:30 - Rodrigo Paz Delgado -
    LDU De Quito
    LDU De Quito
    São Paulo
    São Paulo

    Último jogo - Libertadores

    Qui - 19:00 - Morumbí
    images/icon-spfc.png
    São Paulo
    2 2
    X
    River Plate
    River Plate
    Calendário Completo
  • publicidade
  • Blogs

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Internacional
    2 Atletico-MG
    3 São Paulo
    4 Vasco DA Gama
    5 Flamengo
    6 Palmeiras
    7 Santos
    8 Fluminense
    9 Ceará
    10 Fortaleza EC
    11 Corinthians
    12 Atletico Goianiense
    13 Grêmio
    14 Atletico Paranaense
    15 Sport Recife
    16 Bahia
    17 Botafogo
    18 Goiás
    19 Coritiba
    20 Bragantino
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    20 10 6 2 2 15 6 9 VEEVD
    18 9 6 0 3 14 9 5 DVVDV
    18 10 5 3 2 13 11 2 VDVEE
    17 9 5 2 2 15 9 6 DEVDV
    17 10 5 2 3 13 13 0 VVVVD
    17 9 4 5 0 13 8 5 EEVVE
    15 10 4 3 3 14 12 2 DEVVE
    14 10 4 2 4 12 13 -1 VEDDV
    13 10 4 1 5 10 12 -2 VVDDV
    12 10 3 3 4 10 9 1 VDDVE
    12 10 3 3 4 15 16 -1 VEDDV
    12 9 3 3 3 9 11 -2 DEEVV
    12 9 2 6 1 8 6 2 EDEVE
    11 10 3 2 5 8 10 -2 DEDEV
    11 10 3 2 5 10 13 -3 DVVDE
    9 10 2 3 5 12 18 -6 DEDDD
    9 9 1 6 2 9 11 -2 DEEED
    8 8 2 2 4 11 13 -2 VDDEV
    8 10 2 2 6 7 12 -5 VEDED
    7 10 1 4 5 10 16 -6 DEDED
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota