publicidade

Vasco corre risco de deixar seleto grupo dos times que nunca foram rebaixados

Equipe carioca disputou todas as 37 edições anteriores da Série A do Brasileiro. Outros cinco times também não sabem o que é cair de divisão

0 0 0
Ao longo dos 37 anos de Campeonato Brasileiro, 127 equipes diferentes tiveram o privilégio de participar da divisão principal da competição. Vários formatos diferentes de disputa foram experimentados, até o modelo de pontos corridos ser oficialmente adotado em 2003. Em meio a todas essas mudanças, apenas seis times conseguiram a façanha de nunca serem rebaixados para as divisões secundárias do futebol nacional: Flamengo, São Paulo, Internacional, Cruzeiro, Santos e Vasco. O andamento do Brasileirão deste ano, porém, leva a crer que os vascaínos correm o sério risco de sair desse seleto grupo.



A apenas nove rodadas do fim da edição de 2008, o time carioca ocupa as últimas colocações da tabela. Os resultados recentes e os cálculos matemáticos apontam para um possível rebaixamento inédito. Além disso, o Vasco deixaria também um conjunto ainda mais seleto, o dos times que participaram de todas as 37 edições do Brasileirão. Além dele, Flamengo, Cruzeiro e Internacional também tiveram o privilégio de vivenciar a história completa da competição.


A última vez em que o time da Colina esteve tão perto de ficar fora da competição foi em 1984. Neste período, os times se classificavam para o Brasileiro de acordo com suas posições nos campeonatos estaduais. O Vasco não conseguiu a vaga direta (os classificados foram América, Bangu, Botafogo, Flamengo e Fluminense), mas foi convidado pela CBF mediante um ranking de pontos elaborado pela entidade.



Outros casos importantes: Brasileiro de 1979



Na explicação acima, diferenciamos os times em dois grupos: os que nunca desceram e os que disputaram todos os campeonatos. A razão disso é que apesar de São Paulo e Santos nunca terem sido rebaixados para a Série B, ficaram ausentes da edição de 1979 por discordarem do modelo implementado pela CBF, que organizou o campeonato com 80 clubes.



Cariocas e paulistas teriam o privilégio de enviar os seis primeiros colocados de seus torneios para entrar de forma direta na segunda etapa do campeonato. Entretanto, São Paulo, Santos, Corinthians e Portuguesa exigiram entrar somente na terceira fase (última antes das semifinais) por serem contra a maratona de jogos (a segunda fase previa 56 times divididos em sete grupos, a terceira previa 14 classificados divididos em 4 quatro grupos). Os únicos representantes paulistas em 1979 foram Palmeiras e Guarani, que por terem sido 1º e 2º colocados no Brasileiro de 1978 tinham esse privilégio frente aos outros times do campeonato.



Santos se livra da 2ª divisão graças a convite

O Santos pode ser incluído no grupo dos times que nunca foram rebaixados, mas por pouco não teve de disputar a Segunda Divisão do Brasileiro em 1983 (conhecida como Taça de Prata na época). Seguindo o regulamento de os melhores colocados nos Estaduais obtinham vaga na Primeira Divisão (Taça de Ouro), o Peixe ficaria fora por ter terminado o Paulista em oitavo lugar. Porém recebeu o convite da CBF para disputar o grupo de elite graças ao seu "retrospecto técnico". Critério confuso divulgado pelo presidente da entidade na época: Giulite Coutinho.


Mas o próprio Santos tratou de calar os críticos da polêmica escolha e terminou o Campeonato Brasileiro de 1983 na segunda colocação, perdendo a final apenas para o Flamengo. Na época, o Rubro-Negro contava com um timaço com nomes como Zico, Adílio e Júnior, o que serviu para valorizar ainda mais o vice-campeonato santista.



Rebaixamento de times tradicionais



Corinthians - em 1979 optou por não disputar o Brasileiro por divergir do regulamento da CBF. Em 1982 não conseguiu se classificar para a Taça de Ouro e teve de disputar a Taça de Prata, mas subiu logo em seguida. Em 2007 foi rebaixado para a Série B.

Palmeiras - em 1982 teve de disputar a Taça de Prata por não se sair bem no Paulista. Foi rebaixado em 2002 para a Série B.

Fluminense - foi "bi-rebaixado". Deveria ter caído em 1996, mas a CBF manteve o time na Série A ao lado do Bragantino. No ano seguinte, caiu de novo, mas dessa vez teve de disputar a 2ª Divisão. Foi parar na Terceira Divisão em 1999.

Atlético-MG - graças ao regulamento de 1993 que protegia certos times do rebaixamento, foi salvo, mesmo terminando na última colocação. Em 2005, no entanto, não teve jeito e teve disputar a Série B.

Grêmio - foi rebaixado em 1991 e foi muito mal na Série B em 1992, não conseguindo voltar por meios "normais". Mas uma revisão da CBF nas divisões em 1993 recolocou o time na Série A. Em 2004 foi novamente rebaixado.

VEJA: Jogo no próximo domingo contra o Atlético-GO pode definir futuro de Fernando Diniz no SP

CONFIRA:
Diniz "escapa" de demissão por falta de opções


Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • publicidade
  • + Comentadas Fórum

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Brasileiro

    Dom - 16:00 - Antônio Accioly -
    Atletico Goianiense
    Atletico Goianiense
    São Paulo
    São Paulo

    Último jogo - Brasileiro

    Sáb - 19:00 - Morumbí
    images/icon-spfc.png
    São Paulo
    1 1
    X
    Coritiba
    Coritiba
    Calendário Completo
  • publicidade
  • + Lidas

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 São Paulo
    2 Internacional
    3 Atletico-MG
    4 Flamengo
    5 Palmeiras
    6 Grêmio
    7 Fluminense
    8 Santos
    9 Corinthians
    10 Atletico Paranaense
    11 Ceará
    12 Bragantino
    13 Atletico Goianiense
    14 Sport Recife
    15 Vasco DA Gama
    16 Fortaleza EC
    17 Bahia
    18 Goiás
    19 Coritiba
    20 Botafogo
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    57 30 16 9 5 50 28 22 VVDDE
    56 30 16 8 6 48 28 20 VVVVV
    53 29 16 5 8 51 37 14 VDVEV
    52 29 15 7 7 50 39 11 VEDDV
    51 29 14 9 6 43 26 17 DVVEV
    50 29 12 14 3 38 24 14 EVVEE
    46 30 13 7 10 40 37 3 DDVDV
    45 29 12 9 8 41 36 5 DDEVV
    42 29 11 9 9 35 34 1 VVVVD
    39 30 11 6 13 27 29 -2 VVVEE
    39 30 10 9 11 41 41 0 VEDVD
    38 30 9 11 10 39 36 3 DDVEV
    36 30 8 12 10 27 36 -9 VDEED
    32 30 9 5 16 24 38 -14 EDVDD
    32 29 8 8 13 29 40 -11 VDEVD
    32 30 7 11 12 26 30 -4 DEDED
    29 29 8 5 16 35 51 -16 DDDDE
    26 30 6 8 16 29 47 -18 DVVDD
    25 30 6 7 17 23 39 -16 DDDEV
    23 30 4 11 15 26 46 -20 VDDDD
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota
25/01/2021 17:29:41