por Wender


Análise breve do Paulo Autuori. Por que eu não gostaria de vê-lo no São Paulo.

Por wenderpeixoto   6/Jul/2013 07:34 640 73,8% 26,2%


Gosto do Paulo Autuori. É um técnico vencedor. Ele tem uma visão moderna de futebol. Mas, por outro lado, vendo o histórico dele, é possível notar sua propensão a pular de galho em galho. No São Paulo, por exemplo, ele ficou somente por oito meses. Poderia ter conquistado muito mais se lhe interessasse ficar. Foi embora para o Japão.

A carreira dele toda foi assim. Agora está no Vasco, reclamando de tudo, ameaçando ir embora. Reclamou do não pagamento de salários, posição do banco de reservas de São Januário . Mas ele já não sabia de tudo isso antes de ir para aquele clube falido?

O Paulo Autuori é competente. Porém, em 2005 pegou um time pronto para ser campeão. O torcedor sabe o que digo. Quando vimos o time conquistar aquele Paulistão, sentimos que a equipe estava formada, segura, consistente. Então não acho uma boa chamá-lo agora. Ele viria e sairia em um curto prazo novamente.

Clubes que ele trabalhou desde 1995.

1995 Botafogo
1996–1997 Benfica
1997 Cruzeiro
1997–1998 Flamengo
1998 Botafogo
1999 Internacional
1999 Santos
1999-2000 Cruzeiro
2000 Vitória de Guimarães
2001 Alianza Lima
2001 Botafogo
2002 Sporting Cristal
2003–2005 Peru
2005 São Paulo
2006 Kashima Antlers
2007 Cruzeiro
2007–2009 Al-Rayyan
2009 Grêmio
2009–2011 Al-Rayyan
2011–2012 Seleção Olímpica
2012–2013 Qatar
2013– Vasco da Gama

De 1995 a 2013 Paulo Autuori passou por 22 clubes. O que resulta entender que ele permanece 10 meses em cada time. Convém lembrar que ele, na grande maioria das vezes, optou por sair dos clubes. Me intriga ver como um cara com uma mente tão moderna e desenvolvida acerca do futebol, não desenvolve trabalhos a médio prazo. É uma contradição ele dizer que os clubes pensam a curto prazo e não permitem os treinadores desenvolverem os métodos, quando pratica o mesmo.

Muitos criticaram o Leão por ter deixado o clube em 2005, corretamente. Eu também critico o Paulo Autuori, que também preferiu ir para o Japão ganhar mais $$$ em vez de enriquecer o currículo no São Paulo.
E para concluir, ele já pensa seriamente em se tornar dirigente de futebol. Isso já denota uma queda de energia para conduzir uma comissão técnica e um elenco.

Sds.
Peixoto.


Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!.

Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.