por Wender


Lição de humildade à soberba. Esta gestão maculou a imagem do São Paulo.

Por wenderpeixoto   11/Mai/2013 18:21 823 60,8% 39,2%


Aprendi a admirar o São Paulo bem no início da década de 90. Era o time mais querido, simpático, diferente. Possuía a menor rejeição entre os grandes. A imprensa nos elevava, elogiava, respeitava. E olha que começamos a vencer mesmo somente em 1991. As pessoas amavam o São Paulo pela forma de ser, pela cordialidade, hospitalidade, respeito. Era diferente, sem ser arrogante e com nível. Foi assim até 2005/2006.

Hoje o São Paulo está metido em brigas infindáveis com todos. O nossa imagem de O MAIS QUERIDO, passou para O MAIS SOBERBO. O clube é visto como arrogante, prepotente, antipático. A rejeição é enorme, como jamais vista antes.

A inabilidade dessa diretoria não se traduz somente nas contratações, mas em toda a sua trajetória dentro e fora de campo. A cada semana surge uma confusão, declarações desnecessárias, brigas em todos os meios. A lista de confusões é extensa:

- Vários clubes;
- Federações;
- Confederações;
- Vizinhos;
- Prefeitura;
- Patrocinadores / Andrade Gutierrez;
- Técnicos;
- TV;
- Dirigentes;
- Jogadores;
- Empresários;
- Preparadores Físicos / Fisiologistas.

Seguidas reformulações de elenco, afastamentos de jogadores, trocas de técnicos. Tudo vaza de dentro do São Paulo. Assuntos internos sempre escapam. CHEGA! Acabaram com a imagem do meu clube de coração e de tantos outros que formam essa nação de R$ 18 milhões de torcedores. Hoje torcemos para um clube irreconhecível, muito distante de suas tradições que o levaram à tantas glórias.

O prejuízo que essa administração de seis anos causou ao clube, competitivamente com todos os demais fatores agregados, não pode ser desprezado pela oposição do clube para fortalecimento. Se há SãoPaulinos de verdade lá dentro, que comecem a aparecer agora. Inclusive com informações que o público, feito de trouxa, não anda sabendo. O reino do São Paulo Futebol Clube está podre.

As pessoas que se achavam muito superiores, hoje vêm que participaram diretamente de dezessete eliminações em seis anos. Se ao mesmo tempo conseguiram um tricampeonato brasileiro, o que se viu a seguir foram frequentes fracassos retumbantes.
A roda gigante da vida gira constantemente. Quem se ensoberbece, para de subir e começa a descer sem parar.

Chegou a hora do BASTA!

Abs.
Peixoto.


Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!.

Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.