por Wender


Modéstia a parte, sei como vencer o Atlético MG. Tática de guerra (por Peixoto)

Por wenderpeixoto   9/Abr/2013 23:03 727 60,2% 39,8%


Precisamos vencer o jogo de qualquer maneira. O São Paulo tem que entrar com três atacantes, abafando a saída de bola do Atlético. Mas tem que entrar com Wellington e Fabrício no meio para segurar a bronca.
O Rodrigo Caio precisa fazer marcação individual no Ronaldinho pelo lado direito e não deixá-lo sequer beber água.

É a única formação que daria certo sem o Jadson.

Temos que ter 11 homens de verdade dentro de campo no dia 17/04. Jogar com brio. Quero ver o campo do Morumbi sem grama ao final do jogo, todo esburacado.

Nessa partida temos que utilizar o anti jogo e fazer rodízio de faltas no camisa 10 deles. Tem que catimbar o jogo todo, provocar bastante. Utilizar o cotovelo a meia força em todas as disputas de bola. Entrar com o pé elevado nas divididas. Mas com nervos controlados para não fazer besteira, dando carrinho por trás. Não pode ser burro e praticar agressão fora da disputa. Quem tem que entrar na pilha são eles e não nós.

Nada de fair play jogando bola para a lateral. Tem que jogar objetivamente pensando somente no nosso resultado. Dane-se a hipocrisia e falsa moralidade que as pessoas pregam, mas não praticam no futebol.

Pegar o jogador mais esquentado deles e provocar o jogo inteiro utilizando todos os artifícios dentro da tolerância permitida pelo arbitro do jogo. Malandragem é necessária. Nosso time é inferior tecnicamente. Temos que igualar na catimba e usar o peso da nossa camisa.

O Ney Franco precisa ser, pelo menos por um dia, sangue nos olhos. Por um dia se transformar num Scolari em decisões para acender o espírito guerreiro e brigador dos jogadores.

Em qualquer lance apitado contra nós tem que cercar o arbitro, pressionar. Mas tem que ser o time inteiro. O arbitro precisa sentir medo de apitar no Morumbi. E a torcida ir junto.

Dá para vencer eles sim usando táticas uruguaias. Tem que parar o Atlético durante todo o jogo com faltas. Mas o São Paulo precisa utilizar sua força de bastidor para escalar um arbitro favorável e irá conseguir isso por um simples motivo. O Atlético não tem tradição e peso político nenhum na Conmebol.

Outro fator. A Conmebol recebe 10% da renda dos jogos da Libertadores. O São Paulo hoje é o clube com maior capacidade para gerar renda em uma partida de futebol. O Morumbi lotado em uma oitavas de final arrecadaria quase R$ 5 milhões em um único jogo. Ou seja, meio milhão somente para eles. Como o São Paulo poderia ficar de fora?

Uma das coisas que eu faria também é levar o time para um retiro. Treinar e concentrar bem longe da pressão na semana do jogo. Isso serviria para unir mais a equipe. Tiraria o time do olho do furacão antes do jogo. Estando fora e longe da imprensa, seria mais fácil para conversar e treinar tudo isso que disse acima. Tempo há.

Para vencer é necessário querer. Futebol é uma paixão.

Abs.
Peixoto.


Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!.

Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.